Morgan Stanley doa US$ 100 mil para ações de combate à Covid-19 no Brasil e México

237 0

A doação apoiará o MSF na reação ao COVID-19 em áreas fortemente impactadas; subsídio se destina a projetos brasileiros e mexicanos de reação ao Covid-19 e que ajudam a comunidades carentes

Da Redação – O Morgan Stanley (NYSE: MS) anuncia a doação de US$ 100.000 para Médicos Sem Fronteiras/Médecins Sans Frontières (MSF) para seu trabalho na América Latina. Esse valor, além da doação já realizada pelo Morgan Stanley para o trabalho do MSF na Europa, apoiará o MSF em sua missão de fornecer cuidados intensivos para pacientes em estado crítico, isolamento médico para casos leves ou moderados de COVID-19, e na promoção da saúde em áreas urbanas e rurais no Brasil e no México. As equipes do MSF trabalham em projetos em todo o mundo para combater a disseminação do COVID-19 e para sustentar outras ações de ajuda médica que salvam vidas em comunidades mais ameaçadas por esta pandemia.

“Grupos locais e profissionais de saúde precisam de assistência direta e ferramentas essenciais na luta contra o COVID-19”, disse John Moore, presidente do Morgan Stanley na América Latina. “Temos muito orgulho em apoiar o MSF em sua missão de fornecer assistência médica onde ela for mais necessária e aplaudimos a equipe do MSF por seu importante trabalho que está salvando milhares de vidas em todo o mundo”.

O MSF trabalha em mais de 70 países para reagir à pandemia COVID-19. No Brasil, o MSF atua no combate aos surtos de COVID-19 nas cidades de São Paulo e Boa Vista. O Brasil tem hoje o segundo maior número de casos de COVID-19 no mundo, e o estado do Amazonas está entre os que apresentam o maior número de mortes no país, apesar de sua população relativamente pequena.

“À medida que a pandemia COVID-19 continua a piorar em todo o mundo, ela causa um impacto devastador nas vidas e nas comunidades em que vivemos e trabalhamos”, disse Alessandro Zema Silva, presidente do Morgan Stanley no Brasil. “Para ajudar a enfrentar alguns desses desafios, temos muito orgulho em apoiar o MSF e seus heróis da saúde na linha de frente dessa pandemia global, aqui no Brasil e no mundo”.

“Este generoso subsídio do Morgan Stanley nos ajudará a continuar nosso trabalho de combate ao COVID-19 em países mais profundamente atingidos por esta pandemia”, disse Avril Benoît, diretora executiva do Médicos Sem Fronteiras/Médecins Sans Frontières (MSF) nos Estados Unidos. “Enquanto enfrentamos uma crise de saúde global sem precedentes, contamos com a generosidade de nossos doadores para podermos fornecer cuidados médicos que salvam vidas e apoiam os esforços da saúde pública na América Latina e em todo o mundo”.

Os projetos do MSF de reação ao Covid-19 no Brasil incluem, mas não se limitam a:

• Reação a um pico agudo de COVID-19 no estado de Roraima, com apoio médico em um hospital de campanha e promoção e triagem da saúde, principalmente em abrigos para migrantes venezuelanos e para aqueles que buscam asilo na capital Boa Vista.

• Administração de uma unidade de UTI e desenvolvimento de ações comunitárias em um bairro carente da zona leste da cidade de São Paulo.

• Identificação de pontos críticos de alta transmissão da pandemia que precisem de assistência médica em outras partes do país.

Esta é a mais recente ação do Morgan Stanley para apoiar as comunidades que lutam contra a pandemia de COVID-19 em todo o mundo, como parte de um compromisso de US﹩ 25 milhões. Esses subsídios foram concedidos a organizações focadas no combate à doença, na assistência aos doentes e no fornecimento de alimentos e apoio financeiro para as pessoas mais vulneráveis ​​em comunidades que sofrem com perdas econômicas. Como parte do compromisso de US﹩ 25 milhões, a empresa lançou a Campanha de Alívio à Fome COVID-19 do Morgan Stanley, que direcionou as contribuições dos funcionários a parceiros de alimentação essenciais em todas as principais localidades globais onde a empresa atua. O Morgan Stanley por sua vez igualou as contribuições dos funcionários, levantando mais de US﹩ 3,3 milhões para programas designados de fornecimento de alimentação.

Sobre Morgan Stanley

Morgan Stanley é líder global em serviços financeiros e atua nas áreas de banco de investimento, títulos, gestão de investimentos e gestão de fortunas. Com escritórios em mais de 41 países, os funcionários da empresa atendem clientes em todo o mundo, incluindo empresas, governos, instituições e indivíduos. Para mais informações sobre o Morgan Stanley, visite http://www.morganstanley.com

Sobre MSF

Médicos Sem Fronteiras/Médecins Sans Frontières (MSF) é uma organização médico-humanitária internacional independente que leva ajuda de emergência a pessoas afetadas por conflitos armados, epidemias, desastres naturais e provocados pelo homem e que não possuam assistência médica, independentemente de etnia, religião, sexo ou afiliação política. http://www.doctorswithoutborders.org

Total 0 Votes
0

Tell us how can we improve this post?

+ = Verify Human or Spambot ?

Nenhum comentário on "Morgan Stanley doa US$ 100 mil para ações de combate à Covid-19 no Brasil e México"

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *