Morando monta estrutura de mais de 100 pontos para vacinação da Covid-19

53 0

Plano liderado pelo prefeito Orlando Morando vai envolver escolas, templos religiosos e demais equipamentos para proporcionar maior agilidade na aplicação da Coronavac tão logo forem liberadas pelo Governo do Estado

Texto: Leandro Baldini (PMSBC)

Da Redação – A Prefeitura de São Bernardo, sob gestão do prefeito Orlando Morando, deu início ao plano de estruturação municipal para a aplicação da Coronavac, com base na última atualização do Governo Estado, que anunciou início da vacinação já em janeiro de 2021, com a disponibilização de um milhão de doses do imunizante.

“O governador João Doria tem se empenhado diariamente para garantir celeridade na imunização da população. Cabe a nós, aqui em São Bernardo, trabalhar para proporcionar a viabilização deste plano, com grande mobilização para vacinar o quanto antes os são-bernardenses”, destacou o prefeito Orlando Morando.

O plano municipal consiste na disponibilização das 34 Unidades Básicas de Saúde, escolas (enquanto não voltarem às aulas presenciais), templos religiosos, centros culturais e outros espaços, com a disponibilização de mais 100 pontos para a vacinação, que terá início assim que o Governo do Estado disponibilizar as doses.

Nesta primeira etapa, a vacina será direcionada para imunizar profissionais da Saúde, que estão na linha de frente do combate à Covid-19, além dos grupos prioritários, que apresentam riscos de complicações graves ao serem expostos ao novo Coronavírus, como os idosos.

Na última quinta-feira (03/12), um lote de insumos para a produção da Coronavac, produzida pelo laboratório chinês Sinovac em parceria com o Instituto Butantan, desembarcou no Aeroporto Internacional de Guarulhos, em São Paulo. A matéria-prima será usada na produção de 1 milhão de doses, segundo o governador João Doria.


Total 0 Votes
0

Tell us how can we improve this post?

+ = Verify Human or Spambot ?

Nenhum comentário on "Morando monta estrutura de mais de 100 pontos para vacinação da Covid-19"

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *