Morando diz que “2019 foi o ano da transformação de São Bernardo”

4661 0

Prefeito de São Bernardo do Campo detalha as realizações do seu mandato, com 30 obras, todas necessárias e importantes para crescimento da cidade

Da Redação – O prefeito de São Bernardo, Orlando Morando, detalha em entrevista as realizações do 3º ano de mandato, que efetivaram a entrega de aproximadamente 30 obras, conquistas obtidas após resultados expressivos no campo financeiro e do desenvolvimento econômico. O prefeito aponta ainda que em 2020 muitas ações ainda estão por vir.

Pergunta – Após um período de reequilíbrio das contas e de retomada de obras, quais as principais conquistas de 2019?

Orlando Morando – O ano de 2019 foi um período de consolidação das entregas de obras e de estabilidade econômica, após uma forte política de austeridade financeira imposta no primeiro ano de governo. Finalizamos a maior parte das obras que encontramos abandonadas, tendo como principal símbolo o Piscinão do Paço. Concluímos este trabalho e demos uma nova vida ao Paço Municipal que passou a receber atividades aos finais de semana, shows, enfim, uma revitalização total. É muito bacana ver como as famílias utilizam nossa esplanada para o lazer, andar de bicicleta, patins, piqueniques. É uma transformação radical do que era este local e o que se tornou.

Pergunta – E quais outras obras importantes para cidade foram entregues no seu mandato?

Orlando Morando – Também concluímos obras de mobilidade, como o viaduto dos Bombeiros, o complexo Castelo Branco, mais um trecho do corredor Alvarenga e o retorno que temos é muito positivo. A população aspirava por um governo que de fato se debruçasse em fazer e não só falar. Outra entrega emblemática foi o Conjunto Habitacional Jardim Novo Regina, que garantiu mais 420 unidades habitacionais para comunidades que viviam em condições precárias e que há anos aguardavam por isso. Mais do que terminar obras paralisadas, demos início a um novo pacote de melhorias, como os corredores Galvão Bueno e São Pedro, o Terminal Batistini, o Bom Prato Dia e Noite no Centro, o Centro de Operações Integradas (COI), a reforma do Parque da Juventude, uma série de praças-parques, enfim. É uma lista grande de ações que realizamos e que estão transformando a nossa cidade para melhor, mais bonita, segura e com uma qualidade de vida ainda maior.

Pergunta – A entrega do Piscinão trouxe mais tranqüilidade à população em relação às enchentes na região do centro. Que outras ações estão sendo desenvolvidas para minimizar os impactos das chuvas na cidade?

Orlando Morando – Nosso planejamento para o período de chuvas foi muito além da entrega do Piscinão do Paço, que vai trazer uma segurança a mais para os moradores da região do Centro. Paralelamente a esta obra, considerada a maior de drenagem urbana do País, estamos concluindo um pacote de quase 30 obras de contenção de encostas, por meio de um investimento de R$ 60 milhões. Estão sendo contemplados os bairros Ferrazópolis, Vila Esperança, Cooperativa, Jardim Silvina, Riacho Grande, Montanhão, e outros. Nossas estações elevatórias e piscinões municipais também foram todos revisados para o período de chuva e estão com a manutenção em dia. Tudo isso está sendo acompanhado da Operação Pé D´Água, que neste ano contará com a participação de 350 profissionais, na orientação e mobilização da população nas ações preventivas.

Pergunta – E sobre o Bom Prato, que é um programa altamente aprovado pela população e que garante alimentação de qualidade para pessoas em vulnerabilidade social, há planos de expansão?

Orlando Morando – É uma ação que tem grande aceitação entre a população e que vai ser expandida, sim, a partir de 2020. A segunda unidade está prevista para ser inaugurada em junho do ano que vem, no bairro Assunção, atendendo toda a região, que engloba os bairros Alvarenga, dos Casa, Alves Dias, entre outros. É uma forma de descentralizar o programa, já que constatamos a presença de muitos usuários destes bairros na unidade Centro. O intuito é aumentar o acesso a uma alimentação de excelente qualidade a um custo baixo (0,50 o café da manhã e R$ 1 o almoço e jantar) para a população mais carente da nossa cidade. Nossa unidade Centro é uma referência para o Estado e queremos aumentar essa excelência para outras regiões.

Pergunta – Fora a aguardada inauguração do novo Hospital de Urgência, quais os próximos planos da gestão para o ano de 2020?

Orlando Morando – Estamos muito ansiosos para colocar o novo Hospital de Urgência em funcionamento, em substituição ao atual Pronto-Socorro Central. É um empreendimento modelo, incomparável a qualquer outro hospital público. Mesmo antes de ser inaugurado, já foi tema de matéria no Fantástico por sua estrutura avançada contra incêndios e já recebeu prêmio por sua arquitetura moderna. O espaço já está praticamente pronto e será entregue à população no primeiro trimestre de 2020, com 250 leitos, além de sala de enfermaria e todo estrutura necessária para receber os pacientes. O local também estará apto para realizar procedimentos cirúrgicos de baixa complexidade ou procedimentos de urgência.

Desta forma, o senhor acredita que a Saúde em São Bernardo estará ainda melhor?

Orlando Morando – De forma geral, temos uma estrutura exemplar na área da Saúde, com um complexo hospitalar de ponta, 34 Unidades Básicas de Saúde, nove Unidades de Pronto-Atendimento, com um investimento per capita altíssimo. Um levantamento anual Multi Cidades, mostrou que o município foi o quinto na região sudeste em volume de investimento em Saúde. Isso é muito representativo. Mostra que de fato é uma prioridade na nossa gestão.

Pergunta – E quais outras áreas de atuação do seu mandato que podem ser consideradas?

Orlando Morando – Paralelamente a isso, vamos concluir as adaptações necessárias na Fábrica de Cultura, para que o governo do Estado dê início ao programa em junho de 2020. No ano que vem, também vamos entregar uma série de outras obras, como viaduto Tereza Delta, os corredores Galvão Bueno e São Pedro, o terminal Batistini, o Parque Linear do Jardim Ipê, entre outros. Em 2020, vamos seguir com a mesma meta de trazer serviços de qualidade à população e governar para todos, com um olhar especial à população mais carente.

O senhor herdou a Prefeitura em uma situação financeira muito difícil. Qual o atual quadro econômico da Administração?

Orlando Morando – Herdamos uma Prefeitura em estado caótico. Pouquíssimos recursos em caixa, uma dívida de R$ 200 milhões de restos a pagar e um rating financeiro de D- junto à Caixa Econômica Federal, o que inviabilizava a contratação de empréstimos para realização de investimentos na cidade. Diante disso, tivemos um começo de gestão muito difícil e precisamos adotar uma série de medidas de austeridade, cortando gastos e enxugando desperdícios. As principais ações foram renegociação de contratos, redução do repasse ao Consórcio, corte de cargos comissionados, devolução dos carros oficiais, redução das horas extras, suspensão da verba de Carnaval, entre outras. Desta forma, obtivemos uma economia de R$ 1 milhão por dia. Hoje, estamos colhendo os resultados destas medidas, com a conquista do melhor rating financeiro da história da cidade, de A+. Mesmo nos momentos de alto crescimento da economia brasileira, São Bernardo nunca tinha apresentado um rating tão positivo. É a melhor nota entre as cidades de todo o Grande ABC. E isso em um período de crise que persiste no País. Isso representa mais recursos disponíveis para investimentos em obras e melhorias para a população.

E na área da Habitação, quais foram os destaques?

Orlando Morando – De fato, tivemos um ano muito positivo para a área habitacional. Entregamos 420 unidades no Novo Jardim Regina, antigo Residencial Independência, além de outros 156 apartamentos no Parque São Bernardo, 170 moradias no Jardim Silvina e, mais recentemente, 24 unidades no Capelinha, totalizando 770 novos lares para a nossa população. Além disso, estamos desenvolvendo o maior programa de regularização fundiária da história de São Bernardo, que vai garantir a entrega de 16 mil escrituras à população até o final de 2020. Nosso planejamento prevê novas entregas para o ano que vem, no Capelinha/Cocaia, Vila Esperança, Saracantan/Colina, entre outros.

Na área de Segurança, uma das maiores conquistas de 2019 foi a inauguração do COI. Já é possível fazer um balanço das ações deste equipamento?

Orlando Morando – A entrega do COI, sem dúvida, marca um novo momento para a segurança pública na nossa cidade. É um equipamento modelo para o Estado, que reúne as principais forças policiais em um único local, juntando a expertise de cada órgão para combater a criminalidade. No local, estão o 6° Batalhão de Ações Especiais de Polícia (Baep), a primeira Delegacia Especializada de Investigações Criminais (Deic) e  a Delegacia de Polícia de Proteção ao Idoso (DPPI). Como resultado, tivemos uma queda significativa nos indicadores de criminalidade, segundo dados do governo do Estado, já nos primeiros meses de operação do COI. Somente no mês de dezembro, na comparação com o mesmo mês do ano passado, o município apresentou queda nos casos de roubo e furto de veículos, roubo em geral e na letalidade. Isso também é fruto de uma série de investimentos que temos feito na nossa Guarda Civil Municipal (GCM), como equiparação do salário dos guardas com o dos soldados da Polícia Militar (PM), compra de novos armamentos, disponibilização de nova frota de viaturas, entre outras ações voltadas à valorização desta categoria, que tem papel central no desenvolvimento da cidade. A operação Noite Tranquila também trouxe resultados efetivos em 2019, com dispersão de praticamente todos os pancadões que tínhamos mapeados na cidade em 2017. A população nos ajudou, denunciando as ações irregulares pelo número 153.

Qual mensagem gostaria de deixar para os moradores de São Bernardo neste ano?

Orlando Morando – Antes de tudo quero desejar um ótimo ano a todos os saobernardenses. Quero deixar uma mensagem de positividade. Entregamos muito em 2019, mas vamos entregar ainda mais em 2020. Estamos caminhando para o quarto ano de mandato com as mesmas motivação e vontade do começo. Agora que as obras estão encaminhadas, as contas equilibradas, vamos dar um olhar muito especial à população carente, com garantia de moradia, do direito de ir e vir, por meio de projetos de mobilidade, da ampliação do acesso à Saúde e Educação, sem deixar de primar pela boa gestão financeira.

Total 1 Votes
0

Tell us how can we improve this post?

+ = Verify Human or Spambot ?

Nenhum comentário on "Morando diz que “2019 foi o ano da transformação de São Bernardo”"

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *