Moradores em situação de rua retornam à sede da Casa de Acolhida

45 0

Durante a dedetização do espaço, os moradores em situação de rua foram acolhidas em escola municipal da Estância

Da Redação – Na tarde desta sexta-feira (5), os moradores em situação de rua atendidos pela Associação Acolhida com Esperança da Grande São Paulo, conhecida como Casa da Acolhida, retornaram à sede da instituição após serviço de dedetização e sanitização. A medida, executada pela Prefeitura da Estância Turística de Ribeirão Pires, por meio da Secretaria de Assistência Social e Cidadania, teve início na última semana para garantir o bem-estar e a saúde dos acolhidos.

Durante o período de realização do serviço, os moradores ficaram acolhidos na Escola Municipal Professor Valberto Fusari (R. dos Autonomistas, 126 – Jardim Itacolomy). “Todos foram bem atendidos no espaço, contando com o auxílio da Secretaria de Educação, e principalmente com humanidade, uma vez que os cachorros destas pessoas puderam permanecer no local com eles”, disse Telma Domingos Ferreira Gonçalves, assistente social da Casa de Acolhida.

A Associação Acolhida com Esperança é entidade de passagem, com capacidade para o acolhimento de até 40 pessoas, que recebem – além de espaço para dormir, se alimentar, tomar banho, entre outros cuidados – apoio social para emissão de documentos, reinserção social e até mesmo recâmbio, no caso dos assistidos que desejam retornar à região de origem. A instituição conta com 10 profissionais, dentre os quais estão psicólogo e assistente social, e atua há 15 anos no município.

“Com ajuda de apoiadores, a Casa contou também com a troca dos colchões de todas as camas. Mais uma medida para garantir a saúde e segurança destes moradores”, explicou o titular da Sasc, Leonardo Biazi. A intervenção contou com força tarefa entre as secretarias de Educação, Esporte, Assistência Social e Cidadania e Governo.

Total 0 Votes
0

Tell us how can we improve this post?

+ = Verify Human or Spambot ?

Nenhum comentário on "Moradores em situação de rua retornam à sede da Casa de Acolhida"

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *