Moradores de SBC atuam como anjos da guarda durante a época de chuva

638 0

Da Redação – Para garantir o sucesso da Operação Guarda-Chuva, lançada no começo de dezembro deste ano, a Prefeitura de São Bernardo conta com o apoio de moradores que atuam voluntariamente em 15 grupos denominados Nupdecs (Núcleos de Proteção e Defesa Civil). Hoje são 160 membros, de 29 comunidades, que trabalham para reduzir riscos e prevenir acidentes causados pela chuva.

O objetivo desses grupos é contar com pessoas da própria comunidade, que conheçam a área e que possam atuar, de maneira conjunta com a Administração, orientando a população sobre os riscos existentes durante o período das fortes chuvas.

Os membros das Nupdecs recebem treinamento da Defesa Civil, tanto teórico quanto prático, nas sedes de associações de bairro. A ideia é que eles estejam preparados para identificar situações de risco, como solapamentos, deslizamentos, alagamentos, entre outros. Além disso, os participantes dos Nupdecs recebem avisos de alertas pelo celular.

“Quando começa a chover, recebemos um SMS da Defesa Civil com a previsão da quantidade pluviométrica. Dependendo do volume de chuva, já avisamos as pessoas para que tenham um local para ficar em caso de emergência”, disse Verônica Barbara Carneiro Vieira, que participa de um Nupdec desde 2010.

Verônica, que atua no bairro Jesus de Nazareth, destacou que o engajamento da população é fundamental para o sucesso das atividades. “Houve uma ocasião em que uma gestante estava muito resistente em sair da sua residência, que estava em uma área de risco. Foi necessário muito diálogo para que ela entendesse a situação e fosse incluída no aluguel social”, recordou.

Verônica destacou que, quando adolescente, teve sua casa levada por uma enchente e hoje trabalha para que outros não passem pela mesma situação. “Já perdi tudo o que tinha e recebi ajuda para me reestruturar com minha família. Sei o quanto isso é duro e, se podemos evitar, temos que atuar para isso”, destacou.

O coordenador da Defesa Civil de São Bernardo, Luiz Antonio Neves Costa, destacou que as Nupdecs são o braço direito da Defesa Civil nessas regiões de risco. “São eles que em uma situação de risco, retiram a população e nos acionam para as providências cabíveis”, disse.

Costa explicou que a constituição desses grupos comunitários, formado por lideranças locais, vem facilitando a comunicação entre a Administração e a população. “Quando se fala em possíveis remoções, as pessoas são resistentes, pois se trata da casa delas. Os Nupdecs nos ajudam nesse dialogo com os moradores”, explicou.

Operação – A Operação Guarda-Chuva, que prossegue até 15 de abril, tem como objetivo prevenir desastres e evitar perdas por conta de enchentes e deslizamentos no período de chuvas de Verão. O programa, lançado em 2010, combina ações preventivas, como obras para eliminar situações de risco, com ações emergenciais, urbanização, construção e entrega de moradias e o envolvimento da comunidade.

Outro dado que comprova os resultados positivos da Operação Guarda-Chuva é a diminuição no numero de ocorrências e de interdições feitas no último período de chuvas. Entre 2012, quando foi registrado 840 milímetros de chuvas, e 2015, com 934 milímetros de chuva, houve redução no numero de ocorrências, de 720 para 355, e de interdições, de 126 para 56.

Outra ação importante da Prefeitura foi considerar o indicador de 80 milímetros de chuva/72 horas para o monitoramento de encostas. Isso permitiu ampliar a margem de segurança na análise de risco de escorregamentos.

Total 0 Votes
0

Tell us how can we improve this post?

+ = Verify Human or Spambot ?

Nenhum comentário on "Moradores de SBC atuam como anjos da guarda durante a época de chuva"

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *