Márcio França quer levar Alistamento Civil a 80 mil jovens paulistas

87 0

Da Redação – “Dar oportunidade, emprego e educação”, assim, o candidato ao governo do estado de São Paulo pelo PSB, Márcio França, resumiu o Programa de Alistamento Civil, uma de suas principais propostas de governo. A ideia é proporcionar aos jovens – rapazes e moças, em condições de vulnerabilidade, uma oportunidade de prestar serviços à comunidade, e receber uma bolsa auxílio. Para isso, voltam a estudar em ensino técnico e se qualificam para o mercado de trabalho.

Márcio França abordou o tema durante evento do JEPOE (Jovens em Exercício do Programa de Orientação Estadual) neste sábado (15) em Pirituba, zona norte da capital e reiterou a importância de atuar na prevenção no combate à criminalidade.

“Eu fico muito triste quando verifico que boa parte das pessoas que estão presas em unidades prisionais do estado de São Paulo, cerca de 230 mil, cometeu delitos com 18 anos. Daí para frente, a caminhada será muito mais difícil”, concluiu.

O novo governador também manifestou preocupação com a recuperação dos presos, reiterando que a melhor política para diminuir o encarceramento é oferecer oportunidades. “Depois que uma pessoa passa por uma casa de detenção, a vida fica muito mais complicada”, afirmou. “É preciso prevenir, oferecer oportunidades aos jovens”, concluiu.

Este foi o primeiro encontro dos alunos do JEPOE, nome oficial do programa de Alistamento Civil, que reuniu jovens de todo o estado. A eles Márcio França anunciou que o projeto piloto de hoje, com 4.500 jovens, será ampliado e implantado em todo o estado de São Paulo a partir do ano que vem. Ao todo, serão 80 mil moças e rapazes beneficiados. “Vocês serão do tamanho da Polícia Militar e vocês sabem como a PM é forte e honrada”, disse aos alunos.

Os jovens integrantes do programa no município de Carapicuíba relataram a importância e os efeitos do Programa de Alistamento Civil em suas vidas. “Eu acho que o curso vai me levar a um futuro melhor, conseguir um bom emprego”, diz Alcebiades Neto, de 18 anos. “Eu estou gostando muito, é um bom aprendizado que vai me ajudar a cursar aquilo que eu gosto. Minha família está muito feliz”, comemorou Emily Pereira de Souza, também de 18 anos.

Entenda

O Alistamento Civil proporciona aos rapazes de 18 anos, dispensados do serviço militar obrigatório, a volta aos estudos, curso técnico, além de receber uma bolsa de R$ 500,00. Os jovens serão orientados a realizar serviços gerais nas ruas, com foco na cidadania e prestação de serviço à comunidade. As moças também serão beneficiadas, trabalhando em serviços administrativos. Para cada 30 jovens do programa, há um tutor da Polícia Militar de São Paulo.

O programa de Alistamento Civil obteve grande sucesso em São Vicente, onde Márcio França foi prefeito e reeleito com 93% dos votos, um recorde. Interferiu de forma positiva no destino de 8 mil jovens carentes e com histórico de vulnerabilidade social. A iniciativa contribuiu para que cidade, uma das mais violentas do estado na época, reduzisse os índices de homicídios, chegando a ser reconhecida pelo Ministério da Justiça, em 2010, como a melhor prática de segurança para jovens realizada no Brasil.

Total 0 Votes
0

Tell us how can we improve this post?

+ = Verify Human or Spambot ?

Nenhum comentário on "Márcio França quer levar Alistamento Civil a 80 mil jovens paulistas"

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *