Mães ficam tranquilas com acolhimento e segurança nas creches de SBC

877 0

Da Redação – A aflição de deixar o filho pela primeira vez na escola, que em geral acomete a maioria das mães com um misto de ansiedade, preocupação e insegurança, são sensações que Sandra Regina Pires dos Santos sente que irá vivenciar no início de 2017. Depois de deixar o pequeno Kauã, de 3 anos, por mais de dois anos na creche municipal Professora Cecília Oliveira Turbay, no Riacho Grande, agora terá de encaminhá-lo à Educação Infantil, universo ainda desconhecido para ele, já que a atual unidade atende crianças de zero a 3 anos.

“Aqui (na creche) estamos acostumados, nos sentimos até aconchegados. É muito tranquilo saber que ele está bem, desde que o deixo na porta da sala até a hora que vou pegá-lo no fim da tarde. Já estou desesperada em pensar que ele vai ficar em outro ambiente, com pessoas que ainda não conhece”, disse a mãe.

Ela lembra que o começo na creche foi difícil, mas aos poucos foi se acostumando. “Fomos muito bem acolhidos, as preocupações foram passando até chegar ao ponto de ele sentir falta da escola quando está em férias. Mas eu chorava todos os dias, e ele também. Eu ficava lá fora, espiando, e comecei a notar que ao não me ver nem se importava com a minha ausência.” Sandra disse que o deixa pela manhã, por volta das 7h30, e o pega no fim da tarde. “Ele come o dia todo, toma café da manhã, um suco no meio do período, almoça, toma lanche da tarde e janta antes de ir para casa.”

Sandra atribui a segurança que sente hoje à estrutura oferecida pela escola, por meio da Secretaria de Educação da Prefeitura, desde as instalações à dedicação dos profissionais. A creche Cecília Oliveira Turbay atende 305 crianças de zero a 3 anos, em período integral. São 95 funcionários, que atuam nas modalidades do berçário aos ensinos infantil I e II. Há ainda espaços coletivos como biblioteca, ateliê, parques de areia e interno.

De acordo com a diretora, Jussara Almeida Bezerra, a escola coloca em prática projeto pedagógico que prevê o desenvolvimento pleno do aluno: motor, cognitivo e afetivo. “Todo o processo começa com a chegada da criança à escola, com o acolhimento, que procura estabilizar a emoção e fazê-la se sentir parte do grupo, até familiarizá-la com o ambiente”, explicou.

Para a diretora, no entanto, o resultado do trabalho está relacionado ao empenho e desafio constante dos profissionais da creche. “Eles potencializam o ambiente, tornam o espaço o melhor possível para que as atividades possam ser bem desenvolvidas e a aprendizagem assimilada. Sem o interesse de cada um, nada seria possível.”

Na rede – A rede municipal de ensino de São Bernardo atende 13.415 alunos, sendo 6.380 em período integral e 7.035 em meio período. Além destas, outras 2.462 crianças são atendidas em período integral nas creches conveniadas. Até o fim do ano estão previstas a criação de mais duas mil vagas para crianças de zero a 3 anos com a inauguração do Centro Educacional Unificado (CEU) Silvina e de outras oito novas creches, a maioria prevista para o segundo semestre.

Total 0 Votes
0

Tell us how can we improve this post?

+ = Verify Human or Spambot ?

Nenhum comentário on "Mães ficam tranquilas com acolhimento e segurança nas creches de SBC"

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *