Instituto Casa Bandeirista sedia exposição A Jornada do Rinoceronte, de Érico Hiller

255 0

Com apoio de Grupo Victor Malzoni, do BTG Pactual e da Lei de Incentivo à Cultura, mostra fotográfica pode ser conferida gratuitamente de 16 de outubro a 08 de novembro, na Casa Bandeirista do Itaim Bibi

Da Redação – O Ministério da Cidadania e o Instituto Casa Bandeirista – projeto apoiado pelo Grupo Victor Malzoni e pelo Banco BTG Pactual, apresentam a exposição ‘A Jornada do Rinoceronte’, do renomado fotógrafo Érico Hiller.  Com o objetivo de sensibilizar a população e alertar para a preservação ambiental, a mostra traz como tema central a caça ilegal da espécie nos países africanos e asiáticos. De 16 de outubro a 08 de novembro, o público poderá conferir gratuitamente as imagens expostas na Casa Bandeirista do Itaim Bibi – localizada no vão central do edifício Pátio Victor Malzoni, na Av. Faria Lima, 3477.  Além disso, haverá uma programação especial de palestras e debates sobre o tema.

A exposição é composta por fotografias produzidas entre 2014 e 2015, depois de uma viagem por países como Zimbabwe, Moçambique, África do Sul, Índia, Vietnã e Quênia. Elas retratam a extraordinária beleza dos rinocerontes e as dificuldades das pessoas e organizações que lutam contra o extermínio desse animal.

“Mal consigo acreditar que esta criatura tão fascinante pode ter sua jornada interrompida. Acho que diante de uma tragédia tão perturbadora como esta, temos que nos posicionar como indivíduos, comunidades e governos”, defende Hiller.

Para Flávio Engel, diretor executivo do Instituto Casa Bandeirista, apresentar uma exposição deste porte é fundamental. “Na mostra, Érico traz de maneira autêntica, sua visão sobre as dificuldades dos guardas florestais que monitoram as grandes áreas nativas da região, além de documentar a desproporção e o perigo a que são submetidos esses protetores frente aos caçadores furtivos, o que é de fundamental importância para nós, que apresentamos cotidianamente iniciativas voltadas ao meio-ambiente e a favor das causas animais”, ressalta.

SOBRE CASA BANDEIRISTA DO ITAIM BIBI

Localizada no principal eixo econômico do país, o Itaim Bibi, a Casa – considerada um memorial da cidade – pode ser visitada gratuitamente de segunda a sexta-feira das 09h às 18h, e aos sábados, das 10h às 15h, sem necessidade de agendamento prévio.

É possível conhecer, por exemplo, sua construção datada do século 18 com grossas paredes de taipa de pilão, que além de carregar séculos de história, obedece ao partido bandeirista, típico de construções residenciais rurais da época. Durante sua restauração, trechos maciços de taipa originais receberam “reboco carioca”, de acabamento rústico, como nos anos 1.600. Já trechos recompostos em solo-cimento ganharam um acabamento de massa lisa para que a obra se comunique sinceramente com seus visitantes, demarcando territorialidades entre as áreas originais e as reconstruídas e pintura feita com cal branca, conforme a tradição bandeirista.

Em seu interior, a capela é preservada e mantém trechos sem acabamento para quem quiser olhar as entranhas da casa mais de perto. No entorno, fonte, ruínas e piso português seguem em obras de restauração.

Com acesso pela Rua Iguatemi e pela Av. Faria Lima, o imóvel faz parte de um conjunto único da capital: é um dos 12 pertencentes ao estilo sertanista que resistiu ao desenvolvimento de São Paulo. Sua enorme importância histórica foi destacada no projeto de Botti Rubin Arquitetos para o Pátio Victor Malzoni, em que combinou a modernidade de vidros semirefletivos das torres com as paredes de taipa de pilão restauradas da casa, no terreno de 20 mil m².

SOBRE PÁTIO VICTOR MALZONI

Localizado no nº 3.477 da avenida Brigadeiro Faria Lima, o Pátio Victor Malzoni se tornou um verdadeiro símbolo não apenas da região da Nova Faria Lima – conhecida pela presença de modernos edifícios corporativos – mas de toda a cidade de São Paulo. Com projeto de Botti Rubin Arquitetos, o edifício está construído em um terreno de 20 mil metros quadrados, e possui uma arquitetura única, que combina a modernidade de vidros semirefletivos com as paredes de taipa de pilão restauradas da Casa Bandeirista.  O prédio oferece áreas de convivência para o público externo e interno e tem uma das maiores lajes da América Latina com 5,000m², que fica sobre um vão de 45 metros, emoldurando e destacando a construção do século 18, mais uma característica única ao Pátio.

Considerado também um empreendimento verde, o edifício acaba de receber a certificação LEED EB O&M, ou Leadership in Energy and Environmental Design Platinum – V4. Com foco na operação e manutenção, a certificação, foi conferida por conta das iniciativas desenvolvidas pelo empreendimento, além de seu projeto de Eficiência Energética, que lhe dá praticamente autossuficiência energética e hídrica, realizou a primeira horta subterrânea do país e faz a gestão dos resíduos produzidos pelo condomínio. Para os condôminos, ainda oferta diversas facilidades com engraxate, máquina de flores, lavagem automotiva ecológica, lavanderia de roupas por aplicativo e heliponto, além de incentivos, tendo instalados dois bicicletários com oficina dedicada e vestiários equipados

SOBRE ÉRICO HILLER

Formado em Comunicação Social e Pós-Graduado em Fotografia, Érico Hiller tem atuado como fotógrafo documental independente há dezesseis anos colaborando para publicações como National Geographic Brasil, Casa Vogue e Marie Claire.

Seus projetos de exposições e livros sempre apresentam uma temática humanitária. Em 2008 realizou um grande ensaio documental sobre as tensões sociais e ambientais em grandes cidades da Argentina, Brasil, China, Índia, México e Rússia.

Em 2012 publicou um projeto sobre locais ameaçados como Ártico, Kilimanjaro e Maldivas. Este trabalho, Ameaçados, ficou em cartaz no Museu da Casa Brasileira em São Paulo em fevereiro e março de 2012 e também se transformou em um livro. Em 2013 trabalhou em um ensaio pessoal sobre locais que mudaram da noite para o dia como Nova York, Berlim, Ruanda e Cuba. E sua história atual é sobre a crise mundial da água.

Serviço – Exposição fotográfica ‘A Jornada do Rinoceronte”, na Casa Bandeirista do Itaim Bibi, de 16* de outubro a 8 de novembro de 2019, das 10h às 19h, de segunda a sexta-feira. Sábados e domingos, das 10h às 15h. *Dia 16 de outubro às 19h coquetel de abertura apenas para convidados.

Gratuito – Endereço: 1º Pavimento do Condomínio Pátio Victor Malzoni – Av. Brigadeiro Faria Lima, 3477 – Itaim Bibi, São Paulo – SP, 04538-133 Acessibilidade

Condomínio Pátio Victor Malzoni (Av. Brigadeiro Faria Lima, 3477 – Itaim Bibi, São Paulo – SP, 04538-133 – Telefone: (11) 3078-6914) Horário de Funcionamento: Todos os dias e horários, inclusive aos finais de semana e feriados. Site: www.patiovictormalzoni.com.br

Casa Bandeirista do Itaim (1º Pavimento do Condomínio Pátio Victor Malzoni) Horário de Funcionamento: das 09h às 18h, de segunda a sexta-feira. Sábado, das 10h às 15h e fechado aos domingos e feriados.

Total 0 Votes
0

Tell us how can we improve this post?

+ = Verify Human or Spambot ?

Nenhum comentário on "Instituto Casa Bandeirista sedia exposição A Jornada do Rinoceronte, de Érico Hiller"

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *