Hospital PS Central de São Bernardo conquista dois prêmios no 15º Expoepi-2017

245 0

 

Se meus demônios me abandonarem, temo que meus anjos desapareçam também…

Rainer Maria Rilke.

Hospital PS Central de São Bernardo conquista dois prêmios no 15º Expoepi-2017

O Hospital Pronto Socorro Central (HPSC) conquistou dois prêmios na 15º Mostra Nacional de Experiências Bem-Sucedidas em Epidemiologia, Prevenção e Controle de Doenças (Expoepi), iniciativa do Ministério da Saúde. No evento, que aconteceu em Brasília, foram apresentados cerca 782 trabalhos, que disputaram entre 15 categorias diferentes. O complexo hospitalar de São Bernardo garantiu o 1ª lugar com o tema “Uso do QR Code como enfrentamento para o treinamento de técnicas de vigilância epidemiológica”, e o 3º lugar com “Associação entre fluxograma, PEP e tele monitoramento no êxito do enfrentamento da dengue”. A disputa aconteceu sobre os variados temas da vigilância em saúde, dando espaço para discussões atualizadas em relação ao panorama da Saúde em todo o Brasil. Ao total, foram premiadas 45 experiências bem-sucedidas e trabalhos de profissionais e serviços de Saúde do País. Para o secretário da Saúde de São Bernardo, Dr. Geraldo Reple, a conquista reafirma também a preocupação da cidade em relação a dengue. “O tele monitoramento mostrou-se uma ação importante para solucionar casos suspeitos de dengue Com isso, conseguimos notificar e orientar 100% dos casos em tempo oportuno, evitando assim complicações e óbitos”, explicou Reple. Além do troféu, o HPSC conquistou R$ 70 mil em dinheiro, para realizar melhorias na rede de saúde. Para o diretor do Hospital, Carlos Antônio Fadel, a conquista desses prêmios é um grande incentivo para os profissionais do hospital. “Estamos realizando um trabalho constante para melhorarmos a saúde de São Bernardo e ganhar esses prêmios é a constatação de que estamos seguindo o caminho certo”, apontou Fadel. São Bernardo foi o único município a conquistar dois prêmios. E a 15º Expoepi também foi definida como uma etapa preparatória da Iª Conferência Nacional de Vigilância em Saúde, que acontecerá em novembro.

Frase:

Com queda de apenas 1 ponto porcentual na taxa, não há dúvida de que o Banco Central está reduzindo a Selic muito mais devagar do que poderia. Afinal, a inflação está em queda, e hoje a projeção do mercado é de que encerre 2017 em 3,3%, mais do que 1 ponto percentual abaixo da meta de 4,5%. O Banco Central está com a preocupação errada; a inflação está sob controle. O que o Brasil precisa, no momento, é retomar o crescimento e gerar novos empregos. E isso só vai acontecer com juros mais baixos!

Paulo Skaf, presidente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) e do Centro das Indústrias do Estado de São Paulo (Ciesp), ao criticar a redução da Taxa Selic pelo Banco Central, em apenas 1 ponto percentual

Frase:

Com o auxílio do Estado, estamos adequando o projeto para recuperar recursos que serão destinados à ações viáveis, que vão criar condições reais de potencializar a atividade turística em Ribeirão Pires. Estamos fazendo nossa parte e na última semana regularizamos as certidões do município, o que nos garante a possibilidade de receber os recursos do Estado

Adler Kiko Teixeira, prefeito de Ribeirão Pires, ao comentar a manutenção do título de Município Turístico junto ao governo do Estado

Estância de Ribeirão Pires garante recursos estaduais para projetos turísticos

O prefeito de Ribeirão Pires, Adler Teixeira – Kiko, recebeu recentemente o secretário de Turismo do Estado de São Paulo, Laércio Benko, para apresentar perspectiva dos projetos turísticos enviados pela Prefeitura para captação de recursos estaduais. A reunião, realizada na sede da ACIARP, contou com a participação de comerciantes e membros do Conselho Municipal de Turismo da cidade (COMTUR). O secretário estadual sinalizou que até setembro deste ano o governador Geraldo Alckmin deve assinar o convênio com o município para a realização do Boulevard Gastronômico, que revitalizará as ruas Felipe Sabbag e Stella Bruna Nardelli. Para a primeira etapa deste projeto serão repassados recursos na ordem de R$ 2,8 milhões, provenientes do Departamento de Apoio ao Desenvolvimento das Estâncias – DADETUR 2017. Outra confirmação dada por Benko foi a recuperação de cerca de R$ 4 milhões referentes aos repasses do DADE em 2014. Naquele ano, o Estado repassou apenas parte dos recursos previstos e interrompeu o envio da verba por irregularidades na execução do convênio à época. “A obra foi mal idealizada e executada. O prefeito (Kiko) fez a devolução do dinheiro repassado e já podemos começar a refazer o projeto para a liberação dos recursos”, explicou o secretário. A Prefeitura, com apoio técnico e seguindo as orientações da Secretaria de Estado de Turismo, está realizando a mudança do objeto do convênio referente a 2014 – que era o teleférico. A partir das mudanças de objeto, a Administração destinará os recursos para a execução de projeto do Parque Oriental, que será o ponto de partida de passeio turístico para o Templo Luz do Oriente. “Além de belezas naturais, cultura, tradições e belos templos, Ribeirão Pires tem algo insuperável, que é ser a Estância Turística mais próxima do maior mercado emissor de turistas do Hemisfério Sul, que é São Paulo. Para aproveitar isso, a cidade só precisa ter produtos na prateleira do turismo, que é o que o prefeito Kiko vem realizando”, opinou Benko.


VAPT-VUPT

SOLIDARIEDADE 1

  • O Fundo Social de Solidariedade de Mauá auxiliou 60 famílias dos bairros São João e Feital nesta semana. Os moradores receberam cestas básicas, doadas durante a 33ª Festa Junina de Mauá, que deverá beneficiar um total de 250 famílias na cidade. O prefeito de Mauá, Atila Jacomussi, participou do evento ao lado da presidente do Fundo Social de Solidariedade de Mauá e primeira-dama, Andreia Rios e elogiou a rede montada por Andreia. “Tenho muito orgulho da postura e do trabalho que a minha esposa Andreia realiza à frente do Fundo Social de Solidariedade. Tive a honra de presenciar e ouvir dos próprios beneficiários que a rede de proteção social de Mauá cresce a cada dia, se tornando mais carinhosa e acolhedora”, diz. Andreia tem se empenhado em ampliar as ações sociais na cidade.

SOLIDARIEDADE 2

  • A expectativa é aumentar os atendimentos e expandir o alcance dos programas sociais. Aumentar parcerias, segundo Andreia, é garantir maior alcance de atendimentos. “É muito importante que a população se sinta acolhida, que saiba que pode contar com a gente. Estamos aqui para trabalhar por todos e melhorar a vida de cada morador de Mauá”, diz Andreia. Mais de 250 famílias inscritas em programas e projetos sociais serão atendidos pelas doações arrecadadas em junho. Durante o período, mais de meia tonelada de alimentos foi doada nos pontos de arrecadação da festa. Além desses alimentos, 1.000 cestas básicas foram entregues como contrapartida da Estância Alto da Serra pelos ingressos dos shows que aconteceram na Prefeitura de Mauá durante todo o mês de junho.

CURSOS PROFISSIONALIZANTES

  • A partir desta semana, o Fundo Social de Solidariedade (FSS) de Diadema está com inscrições abertas para os cursos de Depilação e Design de Sobrancelhas, Manicure e Pedicure, Assistente de Cabeleireiro, Maquiagem e Pedraria e Bordado, no segundo semestre. O período para se inscrever vai até 11 de agosto ou quando as turmas estiverem completas, por telefone ou na sede do Fundo Social. Para participar, basta ser morador de Diadema e não é exigida escolaridade mínima. O objetivo do Fundo é oferecer capacitação gratuita, em curto e médio prazo, para que o morador possa aprender uma profissão e atuar no mercado de trabalho. São 15 vagas para cada curso e o início das aulas tem previsão para a segunda quinzena de agosto..

LICITAÇÂO PARA O SITE DO INSTITUTO MAMIRAUÁ

  • O Instituto Mamirauá abriu processo de seleção de fornecedor aberto, com o objetivo de contratar empresa especializada para criar novo website. Mais informações em http://www.mamiraua.org.br/Bidding?slug=avaliacao-competitiva-idsm-no-oc0062462017. Em caso de dúvidas, mensagens devem ser direcionadas para o e-mail compras@mamiraua.org.br. Ajude-nos a encontrar um parceiro! As inscrições terminam no dia 18 de agosto. O Instituto de Desenvolvimento Sustentável Mamirauá fica à Estrada do Bexiga, 2.584, em Fonte Boa – Cx. Postal 38 69470-000 – Tefé (AM). Tel/fax: +55 (097) 3343-9780 ascom@mamiraua.org.br

Moradores assinam acordo com a Sabesp para deixar de lançar esgoto no Tietê

Um trabalho feito pela Sabesp em parceria com o Tribunal de Justiça vai impedir que cerca de 1,5 milhão de litros de esgoto cheguem mensalmente a córregos e rios da Região Metropolitana de São Paulo. Esse é o volume de rejeitos gerado por 138 imóveis que não estão conectados à rede coletora de esgoto, mas que agora terão a ligação e deixarão de poluir os leitos de água. Os donos dessas residências ou estabelecimentos comerciais participaram do mutirão da conciliação promovido pela companhia na semana passada e fecharam acordo para dar um fim ao esgoto irregular. O resultado dos cinco dias de mutirão no Fórum João Mendes, de 24 a 28 de julho, é mais um avanço da Sabesp no combate ao esgoto irregular. Para realizar a ação, o Tribunal de Justiça enviou cartas-convites aos donos de 725 imóveis não conectados aos coletores de esgoto, chamando-os para a conciliação. Desse total, 189 proprietários comparecerem para audiências e em 138 casos houve acordo. Com isso, assumiram o compromisso de conectar o esgoto dos imóveis à rede da Sabesp. A ligação de esgoto é obrigatória para quem reside em área urbana e tem imóvel em rua que dispõe de coletores. A obrigatoriedade da conexão está prevista na Lei Nacional do Saneamento (11.445/07), no decreto federal que regulamentou essa legislação (7.217/10) e na deliberação 106/09 da Arsesp (Agência Reguladora de Saneamento e Energia do Estado de São Paulo). A fiscalização cabe à prefeitura de cada município, já que a Sabesp não tem poder de polícia. Os 725 imóveis cujos donos foram convidados para o mutirão geram 10 milhões de litros de esgoto mensalmente. Quem não conecta o imóvel à rede coletora, mesmo tendo a tubulação na porta, provoca um grande prejuízo coletivo. Joga o esgoto na galeria de chuva, por exemplo, o que explica o cheiro ruim de algumas bocas de lobo. Pode também acabar lançando seus rejeitos num córrego aberto ou enterrado. A sujeira que passa pelo córrego ou pela galeria pluvial seguirá até um rio maior, como o Pinheiros ou o Tamanduateí. Ao final, todos desaguarão no Tietê. Com a conexão à rede, o esgoto passa a ter destinação adequada.

Total 0 Votes
0

Tell us how can we improve this post?

+ = Verify Human or Spambot ?

Nenhum comentário on "Hospital PS Central de São Bernardo conquista dois prêmios no 15º Expoepi-2017"

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *