Guilherme Awazu estreia número circense que une acrobacias e danças

63 0

Da Redação – Nos próximos dias, o artista circense Guilherme Awazu apresenta seu novo projeto em diversos espaços de São Paulo e ABCD. Com o projeto “B – STilt” o artista surpreende o público com um número de circo, em formato intervenção, que utiliza a Perna de Pau e danças urbanas como o Hip Hop e Breakdance. Ótima oportunidade de conhecer este projeto que eleva o patamar de pesquisa na técnica da Perna de Pau.

Unindo duas linguagens distintas, o artista Guilherme Awazu apresenta um número de circo surpreendente e convida o público para suas apresentações potentes, ousadas e cheias de energia. Com o projeto “B – STilt”, o artista apresenta um número de circo em formato de intervenção, utilizando a Perna de Pau para apresentar movimentos de danças urbanas como o Hip-Hop e Breakdance.

Desta forma, o projeto pretende ampliar o repertório de possibilidades na perna de pau em saltos, movimentos em pé, abaixado e com o pernalta no chão. A formação de Guilherme em circo e sua vivência artística com outras artes, possibilitou esta criação através da junção de técnicas circenses com o Hip Hop, revitalizando a estética de cada um. O público poderá conferir uma apresentação com elementos de vigor físico, virtuosismo, a sincronia de movimentos e o equilíbrio em acrobacias arriscadas e precisas.

A primeira apresentação do projeto aconteceu no dia 08 de julho no Circo no Beco, Vila Madalena, e agora o artista segue com apresentações na Vila Itororó, Centro Cultural da Juventude (Vila Nova Cachoeirinha), Paço Municipal de Santo André, Espaço Cultural Circo do Asfalto (Santo André), Casa do Hip Hop (Diadema) e encerra a temporada novamente na Vila Itororó, Bela Vista.

B-STilT aprofundou os conhecimentos e técnicas de “Perna de Pau? com acrobacia e dança, visando possibilidades acrobáticas pouco utilizadas por pernaltas como: descida na ponte, subida na ponte, butterfly kickv e movimentos do breakdance como moinho (giros com o corpo invertido com apoio das costas ou com apoio das mãos), Baby Freeze (corpo invertido com apoio das mãos e lateral da cabeça, tronco rotado e uma perna apoiada no cotovelo inverso com a outra perna no ar), entre outros.

O Breakdance e o circo utilizam movimentos acrobáticos de formas diferentes e vindos de origens diferentes. As virtuoses das acrobacias complexas presentes no Breakdance são muito importantes. Assim como as acrobacias do circense são indispensáveis em muitos números. Como pernalta, que já utiliza movimentos acrobáticos circenses, o artista uniu algumas possibilidades acrobáticas do Breakdance e passos de dança.
As temáticas da cidade e do homem urbano são focos do número artístico. A encenação expressa a inquietação da vida urbana. Para isso o artista estiliza e contextualiza elementos básicos do Hip Hop, como o Breakdance e o grafite.
B-STILT tem como diretor o artista Rodrigo Matheus (fundador do Circo Mínimo) nome de referência na cena circense e teatral, formado em artes circenses pelo Circo Escola Picadeiro e pelo Fool Time Circus Arts (Inglaterra). A participação do referido diretor foi fundamental para que o artista Guilherme Awazu fortalecesse o caráter de pesquisa do número. Outro nome de referência é do mestre em danças urbanas Henrique Bianchini que apoiou Guilherme, direcionando o entendimento físico e teórico referente a passos/movimentos do BreakDance.
Além de apresentações gratuitas no número B-STILT, o projeto conta com mais duas atividades gratuitas: uma Mesa de Encontro e Oficinas. O projeto é de concepção e atuação de Guilherme Awazu, elaboração e produção de Marcia Vilela/Arena Projetos Culturais. Aprovação e realização por meio do edital PROAC – Programa de Ação Cultural do Governo do Estado de São Paulo e Secretaria de Estado da Cultura.

Para mais informações acesse o blog do projeto:
Pesquisa em danças Urbanas

PRÓXIMAS APRESENTAÇOES B-STILT (Gratuitas)
29/07 às 10h e às 14h Casa do Hip Hop – Centro Cultural Canhema R. Vinte e Quatro de Maio, 38 – Canhema, Diadema – SP
30/07 às 15h30 – Vila Itororó R. Pedroso, 238 – Bela Vista, São Paulo – SP

Mesa de Encontro: “B-Stilt – Diálogos Circenses’
A mesa de encontro irá trazer artistas convidados para refletir sobre o diálogo da arte circense com outras artes. Guilherme Awazu irá expor seu processo de criação em “B-Stilt”.
Quando e onde: 30/07 às 15h40 – Vila Itororó: R. Pedroso, 238 – Bela Vista, São Paulo – SP

Oficinas e bate-papo: Iniciação e variações da Perna de Pau
A oficina pretende oferecer iniciação nas pernas de pau para quem nunca praticou esta técnica e aperfeiçoamento a quem já pratica, ensinando subida e descida de degraus, meios giros, giros inteiros, passos de danças.
Carga Horária: 4horas
Vagas: 15
Forma de seleção: Primeiros inscritos
Público Alvo: Artistas e interessados
Coordenação: Guilherme Awazu
QUANDO E ONDE: 28/07 – às 14h – Casa do Hip Hop – Centro Cultural Canhema – Diadema-SP
30/07 – às 10h – Vila Itororó – São Paulo – SP Todas as atividades do projeto são gratuitas

Total 0 Votes
0

Tell us how can we improve this post?

+ = Verify Human or Spambot ?

Nenhum comentário on "Guilherme Awazu estreia número circense que une acrobacias e danças"

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *