Giovannini surpreendeu tetracampeão e Bruna Ulrich venceu no feminino

667 0

Da Redação – Os pilotos brasileiros foram os destaques na Copa América de Downhill 4X 2018, competição realizada neste domingo, no Ski Mountain Park, em São Roque (SP). Gabriel Giovannini, de Indaiatuba (SP), e Bruna Ulrich, de Ibirama (SC), foram os grandes vencedores da competição deste ano, que mais uma vez abriu o calendário nacional do ciclismo radical. Ambos escreveram seus nomes na história da prova, que chegou à décima edição.

Na bateria final do masculino, Gabriel venceu ao completar a pista de cerca de 600 metros com o tempo de 47seg829, superando por pouco o tcheco Tomas Slavic, tetracampeão mundial da modalidade, com 47seg897. Renato Rezende, atleta olímpico, terminou em terceiro, 48seg554, e Kaique Milani, campeão brasileiro, em quarto.

Entre as mulheres, Bruna, que ficou dois anos sem competir em razão de uma contusão, venceu sem dificuldade com o tempo de 57seg103. Patrícia Loureiro foi a vice com 1min05seg309, seguida por Mariana Lopes, com 1min08seg931, e Julia Cruz, com 1min09seg420. A tricampeã Júlia Alves acabou caindo e saiu da prova.

A expectativa de baterias emocionantes, motivadas pelo percurso mais curto e rápido, acabou se confirmando neste ano. Desde os treinos, muitos pilotos enfrentaram o novo traçado com 13 obstáculos sem medo, proporcionando uma das mais disputadas edições no masculino.

A bateria final foi uma boa prova disso, reunindo muitas feras nacionais e o tetracampeão mundial. Gabriel, terceiro no ano passado, soube aproveitar o momento certo para assumir a ponta e segurar a vitória mesmo com a pressão do tcheco.

Gabriel, de 25 anos, não conteve as lágrimas após a conquista. “Os caras eram mais fortes que eu na largada. Eles se embolaram e dei uma escapada. No final vi ele perto, mas sabia que neste dia o título seria meu. Treinei muito em dezembro para poder vir aqui e vencer. Estou muito feliz pela conquista, ainda mais com tanta gente boa, o que valoriza meu título”, declarou.

O vice Tomas, de 30 nos, parabenizou o evento e o desempenho do brasileiro. “Estou muito feliz por ter vindo aqui. Gostei demais de tudo e o campeão está de parabéns, pois soube aproveitar a chance e segurou a vitória até a linha de chegada”, destacou.

Domínio de Bruna

A disputa do feminino na Copa América de Downhill 4X 2018 teve um grande nome: a catarinense Bruna Ulrich. A atleta retornou ao evento depois de se recuperar de uma fratura no tornozelo para vencer com tranqüilidade, sendo a única a andar abaixo de 1 minuto. Na bateria final, colocou cerca de oito segundos para a segunda colocada.

“Deu tudo certo neste ano. Achei que não voltaria para o esporte. Mas o importante é que consegui superar meus medos. Sempre ficamos tensos, mas do jeito que foi muito bom. Estou realmente feliz por tudo hoje e foi fruto de muito treino”, declarou a campeã, que tem quatro medalhas de bronze em Pan-Americanos de Ciclismo.

O evento surgiu em 2002 e foi disputado até 2006, retornando em 2014 com a mesma força. Ao longo das dez edições realizadas, os brasileiros têm total supremacia sobre os estrangeiros, com oito vitórias e apenas duas derrotas no masculino. Robson Urubu Santos é o maior vencedor, com três conquistas. No feminino, que começou em 2014, Júlia Santos é o destaque, com três vitórias em quatro edições.

Total 0 Votes
0

Tell us how can we improve this post?

+ = Verify Human or Spambot ?

Nenhum comentário on "Giovannini surpreendeu tetracampeão e Bruna Ulrich venceu no feminino"

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *