Geração narcísica

144 0

* Fabiano de Abreu Rodrigues – Vivemos uma era em que os personagens assumem destaque ao invés das nossas verdadeiras personalidades. Uma geração moldada pela internet, em que o parecer é mais importante que o ser. Vivemos mais através dos outros ou das falsas realidades criadas por nós mesmos. 

Vivemos hoje numa sociedade que se revela em dois lados; o que somos de verdade e o que somos na tela, no mundo virtual. O problema é quando deixamos de conseguir dissociar o nosso verdadeiro eu do personagem criado. Há uma perda da razão, pois deixa de existir controle sobre o próprio “eu”, muito comum no transtorno de personalidade narcisista (TPN).

Infelizmente este narcisismo instalado tem pleno espaço para proliferar pois a sociedade é cada vez mais superficial. Desperdiçam a sua existência e não percebem a passagem do tempo, se ocupando daquilo que é do outro sem produzir nada para si mesmo. Isto é revelador da era da rede social, da imagem sem conteúdo.

O ser humano é muito visual e nos dias atuais não basta ser, tem que parecer, aparecer e aparentar. Este jogo tornou-se demasiado vicioso. Uma competição quase inconsistente num mundo irreal em que os próprios personagens deixam se fazer juízo de si próprios e da imagem que realmente transmitem aos outros.

* Fabiano de Abreu Rodrigues é Doutor e Mestre em Psicologia da Saúde pela Université Libre des Sciences de l’Homme de Paris; Doutor e Mestre em Ciências da Saúde na área de Psicologia e Neurociência pela Emil Brunner World University; Mestre em psicanálise pelo Instituto e Faculdade Gaio, Unesco; Pós-Graduação em Neuropsicologia pela Cognos de Portugal; Neurocientista, Neuropsicólogo, Psicólogo, Psicanalista, Jornalista e Filósofo. 

Total 0 Votes
0

Tell us how can we improve this post?

+ = Verify Human or Spambot ?

Nenhum comentário on "Geração narcísica"

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *