Fundo Social do Estado de SP contabiliza mais de 56 mil pessoas atendidas

143 0

Da Redação – O Fundo Social de Solidariedade do Estado de São Paulo, presidido pela professora Lúcia França de abril a dezembro de 2018, priorizou durante esse ano as ações focadas na qualificação profissional, dando continuidade aos projetos da gestão anterior, bem como novas ações que tiveram repercussão em todo o Estado. Em 2018, foram firmados 846 convênios do Fussesp com municípios e entidades sociais da capital.

Entre os novos projetos, destacaram-se o Costurando o Futuro e o Natal Espetacular, com adesão de 240 e 256 cidades, respectivamente. Ambas iniciativas foram criadas tendo como objetivo a economia de recursos para os municípios, sendo que no Costurando o Futuro foram firmados convênios para a produção de uniforme escolar das crianças das creches municipais. Já no Natal Espetacular, foram ministrados workshops pelo Fussesp para capacitar representantes da cidade no reaproveitamento de garrafas pet para a produção de enfeites natalinos. Ao todo, foram reutilizadas na decoração cerca de 4 milhões de embalagens pet que seriam descartadas.

Cursos profissionalizantes

Entre os cursos da Escola de Qualificação Profissional, nas áreas da Moda, Beleza e Construção Civil presentes na capital e na Grande São Paulo, foram atendidas 7.636 pessoas, muitas delas em busca do primeiro diploma ou de qualificação para ingresso no mercado de trabalho. No projeto Padaria Artesanal, foram capacitados 6.892 alunos que tiveram a oportunidade de aprender a arte de fazer pães visando não só a geração de renda, como também uma alimentação mais saudável para toda a família.

Imigrantes e refugiados

A questão do imigrante também foi tratada como prioridade pelo Fundo Social, que liderou uma força-tarefa junto a vários órgãos governamentais para a ampliação e renovação do CIC do Imigrante – Centro de Referência e Acolhimento ao Imigrante do Estado, instalado na zona oeste da capital.

Os serviços foram ampliados com a oferta de Cursos de Qualificação Profissional, além da criação do Espaço Brincar, Biblioteca Móvel e Loja Social, bem como disponibilizados serviços como o Posto de Atendimento ao Trabalhador (PAT), Defensoria Pública do Estado, entre outros, todos voltados exclusivamente para atendimento de imigrantes e refugiados.

Campanha do Agasalho

Na Campanha do Agasalho, tradicional ação de arrecadação de roupas e cobertores encabeçada pelo Fussesp e realizada por parceiros tanto da iniciativa pública como privada, o número de doações ultrapassou a marca de 10 milhões de itens, 25% superior ao total arrecadado em 2017.

A marca foi atingida, principalmente, em função de novas ações que colaboraram para um maior engajamento da sociedade, entre elas “É Dia de Museu”, Agulhas em Ação, Concerto Música que Aquece e Campanha de conscientização com adesivamento dos vagões do Metrô e trens do VLT.

Incentivo à cultura

O Espaço de Leitura, projeto sediado no Parque da Água Branca, na capital paulista, que oferece acesso à leitura aos cidadãos, passou por revitalização em setembro desse ano, o que incluiu desde uma nova proposta de identidade visual ao incremento de 800 títulos infantis e infanto-juvenis disponibilizados gratuitamente para a população visitante do local.

De janeiro a outubro de 2018, a ação educativa realizada no Espaço de Leitura com crianças e adolescentes de escolas e entidades sociais atendeu 1.366 alunos de 33 instituições da capital. O local também recebeu espontaneamente 34.490 pessoas que participaram das atividades que aconteceram nos finais de semana.

Além disso, o projeto recebeu a doação de 4.500 títulos da Associação dos Fiscais de Renda do Estado de São Paulo (Afresp), resultado da Campanha de Doação de Livros Usados que envolveu seus colaboradores e associados de 18 unidades distribuídas pelo Estado. 

Outra ação de destaque foi o projeto “É dia de Teatro”, realizada em parceria com a Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo, que por meio da Lei de Incentivo do Programa de Ação Cultural (ProAC – ICMS) possibilitou a ida de 5.600 mil crianças em situação de vulnerabilidade social a produções de alto nível como os espetáculos musicais “Peter Pan – O Musical da Broadway” e “Cinderella”.

Solidariedade em Fios

O projeto Solidariedade em Fios, criado em 2017 com o objetivo de ajudar as mulheres acometidas pelo câncer ao oferecer uma prótese capilar confeccionada por alunos no curso de Confecção de Próteses Capilares, formou 138 pessoas e distribuiu 100 perucas.

A iniciativa ganhou grande visibilidade com a participação inédita na Beauty Fair – Feira Internacional de Beleza Profissional. A partir desta ação, o projeto conquistou novas parcerias na doação de mechas de cabelo, fundamental para a confecção das próteses capilares. Além disso, o primeiro aniversário do Solidariedade em Fios foi comemorado em outubro com ampliação e repaginação do espaço utilizado pelos alunos para atender as pacientes no Parque da Água Branca.

Total 0 Votes
0

Tell us how can we improve this post?

+ = Verify Human or Spambot ?

Nenhum comentário on "Fundo Social do Estado de SP contabiliza mais de 56 mil pessoas atendidas"

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *