Frente Nacional Contra as Drogas é lançada na Alesp

983 0

 

A adoração do bezerro de ouro é o culto mais característico da sociedade moderna…

G.W.E.Russell.

Na quinta-feira (8), o Auditório Franco Montoro da Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo, completamente lotada, sediou o lançamento da Frente Nacional Contra Liberação da Maconha e da Cocaína, um movimento apartidário que vai promover diversas ações e uma campanha Antidrogas em todo o país, a começar nos municípios paulistas. De iniciativa do deputado Campos Machado, presidente estadual e Secretário-Geral da executiva nacional do PTB, a Frente é composta por notórias autoridades na luta contra as drogas, como a escritora e chefe de reportagem da Rádio Jovem Pan, Izilda Alves, principal articuladora da Campanha Pela Vida Contra as Drogas; Miguel Tortorelli, vice-presidente nacional da Federação do Amor Exigente (FEAE) e Ana Knauft, coordenadora da Organização Mundo Sem Drogas, entidade presente em mais de 180 países. Campos Machado deixou explícito em sua fala a preocupação da nova Frente Nacional com o julgamento em trâmite no STF, de um recurso que pede a inconstitucionalidade do artigo 28 da Lei Antidrogas e que já conta 3 votos de ministros favoráveis à descriminalização da maconha (Luiz Facchin, Gilmar Mendes e Roberto Barroso). “Nunca pensei que a liberação da maconha entrasse em pauta na mais alta corte do país e estou indignado não apenas com o voto do ministro Barroso, mas com a campanha que ele vem fazendo em defesa do consumo e da venda, da maconha e da cocaína. Será que ele sabe o prejuízo de um país sufocado pela droga? “, afirmou Campos. E, além de questionar os argumentos de que a liberação vai acabar com o tráfico ou superlotação das cadeias, o deputado criticou duramente o fato de Barroso ter proposto que liberação das drogas fosse ‘experimentada’ por 10 anos, como teste. “O que que é isso, ministro? Experimentação? Vocês não estão lidando com ratos, com macacos, com animais. Estão lidando com seres humanos. Em 10 anos vocês vão destruir não só uma geração, mas uma sociedade, um país”, completou. Dentre as primeiras ações da frente, está uma campanha com outdoors espalhados pelo Estado e a distribuição de materiais da Mundo Sem Drogas, propondo que a cada mentira sobre as drogas, sejam contadas 5 verdades. A jornalista Izilda Alves ressaltou que “essa frente é a esperança das famílias”. Segundo ela “as famílias que passam por isso não têm nada, o dependente chega a um ponto que ele não raciocina mais, só pensa na droga e pela droga ele pode matar […] chega de ir a velório vamos a festas e comemoração. Obrigada por essa iniciativa, Campos”. Miguel Tortorelli, que coordena políticas públicas contra as drogas, também deu seu depoimento pessoal. “Minha filha morou na rua por 5 anos. Hoje ela está bem, mas só porque nós fizemos um ato de amor, a internamos de forma involuntária”, completou e conclamou os presentes para mobilizações online e presenciais, que serão organizadas a fim de que o Supremo não ceda à liberação das drogas.

Frase:

Deus, pátria e família. Se destruímos esses valores, nós destruímos o ser humano. O cara que defende isso [a liberação das drogas] não conhece Deus, não sabe o que é a Pátria, e muito menos o que é a Família
Padre Fradão.

Padre Fradão, que participou do lançamento oficial da Frente PArlamentar contra as Drogas, na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo, numa iniciativa do deputado petebista Campos Machado

Frase:

Fizemos uma doação de 2 milhões de folhetos informativos sobre os males das drogas mais consumidas no mundo e vamos conseguir mais doação desses materiais para o introduzirmos nas escolas para trabalhar com jovens de 11 a 21 anos. A arma mais efetiva contra as drogas é a informação, fatos verdadeiros e estudados. Se a gente não decide por fazer algo, não adianta cobrar dos meus superiores

Ana Knauft, coordenadora do Movimento Por um Mundo Sem Drogas, que também participou da solenidade na Assembleia Legislativa, ao defender a informação como arma para tentar evitar o ingresso de adolescentes e jovens no mundo das drogas

Braskem leva exposição sobre a indústria química para campus da USP

A Biblioteca do Conjunto das Químicas da Universidade de São Paulo (USP), à Avenida Professor Lineu Prestes, 905 – Vila Universitária, em São Paulo, sedia, desde a última quinta-feira (8), a exposição “A importância dos produtos químicos para uma vida melhor”. A mostra, nesse local, é viabilizada pela Braskem, maior produtora de resinas termoplásticas das Américas, em celebração aos 85 anos do Sindicato das Indústrias de Produtos Químicos Para Fins Industriais e da Petroquímica no Estado de São Paulo (Sinproquim). Durante a exposição, os visitantes farão um tour virtual pelas unidades de produção de insumos básicos e de polímeros da companhia na região do Grande ABC por meio do Beenoculos, óculos de realidade virtual desenvolvido por participantes do Braskem Labs – programa de aceleração de empreendedores com soluções inovadoras baseadas na química e no plástico. A mostra também terá um espaço dedicado aos ganhadores do Prêmio Nobel de Química dos últimos dez anos e suas contribuições para o desenvolvimento de novas tecnologias. A exposição pode ser vista ainda nos dias 12 e 13 de junho.


VAPT-VUPT

ERRADICAÇÃO DO TRABALHO INFANTIL 1

  • Para marcar o Dia Mundial de Erradicação do Trabalho Infantil, o Consórcio Intermunicipal Grande ABC promove, na segunda-feira (12), um seminário para debater os direitos das crianças e adolescentes da região. O evento é organizado pelo Grupo de Trabalho (GT) Criança e Adolescente da entidade regional e pelo Fórum de Conselheiros Tutelares. Dados da Pesquisa Nacional de Amostra por Domicílio (PNAD) do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) relativos 2015 apontam que cerca de 2,6 milhões de crianças e adolescentes estão em situação irregular de trabalho no país, dos quais 2 milhões se encontram na faixa dos 14 aos 17 anos. Os números indicam ainda que a maior parte destes adolescentes ocupados está em empregos precários, já tendo abandonado os estudos ou em alto risco de deixá-los.

ERRADICAÇÃO DO TRABALHO INFANTIL 2

  • Para discutir ações e reflexões sobre a promoção dos direitos das crianças e adolescentes nas sete cidades, o seminário reúne conselheiros titulares e representantes dos poderes Executivo e Judiciário. Em 2016, o Consórcio promoveu a I Formação Regional Continuada para Conselheiros Tutelares do Grande ABC. O curso abordou temas como história da infância, marco legal, educação, ética, assistência social e saúde. O Seminário Ações e Reflexões na Promoção dos Direitos das Crianças e Adolescentes do Grande ABC acontece no auditório do Consórcio Intermunicipal do Grande ABC (Avenida Ramiro Colleoni, 5, Centro, Santo André), das 9h às 17h.

IDENTIFICAÇÂO DE HORÁRIOS E PROFISSIONAIS 1

  • A Sessão Plenária desta quinta-feira, na Câmara de Santo André, aprovou o Projeto de Lei n.º 68/2017 da Vereadora Profª Bete Siraque que “dispõe sobre a autorização de fixação de placas na entrada e no interior das Unidades de Saúde de toda a Rede Municipal, inclusive nas Unidades de Pronto Atendimento e Unidades Hospitalares, com informações claras e precisas acerca de horários de atendimento, nome e especialidade dos profissionais de saúde e dá outras providências”.

IDENTIFICAÇÂO DE HORÁRIOS E PROFISSIONAIS 2

  • Segundo a autora, o projeto objetiva a proteção e garantia do Direito à Saúde dos andreenses, bem como a transparência da prestação do serviço público, pois é notória a falta profissionais de saúde, principalmente médicos, nas Unidades Básicas de Saúde, no Pronto Atendimento e nos Hospitais Municipais, isto aliado à falta de informações a respeito de quais profissionais estão trabalhando no plantão.

ABC terá cadastro unificado do governo do Estado para programas habitacionais

O secretário estadual da Habitação, Rodrigo Garcia, anunciou nesta quarta-feira (7), na sede do Consórcio Intermunicipal Grande ABC, a criação de uma plataforma digital que unifica o cadastro das famílias das sete cidades beneficiadas pelos auxílios moradia e aluguel. O ABC é a primeira região do Estado contemplada pela unidade cadastral. A iniciativa reforça a transparência na política habitacional, contribuindo para evitar a duplicidade no cadastramento de famílias, ressaltou Garcia ao presidente do Consórcio e prefeito de São Bernardo do Campo, Orlando Morando. Em fase operacional desde terça-feira (6), a unificação do cadastro por meio da plataforma digital disponibilizada pelo Governo do Estado possibilita um atendimento mais efetivo e eficaz às famílias beneficiadas pelos programas. “Reunimos os cadastros de cada uma das cidades do ABC e vamos anunciar nas próximas semanas o resultado. A partir disso, teremos muito mais agilidade no planejamento habitacional da região”, explicou o secretário estadual, antes de participar do Seminário “Avanços e novos desafios para a política habitacional no ABC”, promovido pelo Consórcio. Garcia destacou ainda o papel da entidade regional para articular iniciativas do Estado nas sete cidades. “A unificação do cadastro é uma ação realizada por meio da articulação do Consórcio com a Secretaria de Estado da Habitação, com conhecimento do governador Geraldo Alckmin. Estamos à disposição dos prefeitos e secretários municipais para integrar cada vez mais os esforços do Estado com as prefeituras”, afirmou.

Total 1 Votes
0

Tell us how can we improve this post?

+ = Verify Human or Spambot ?

Nenhum comentário on "Frente Nacional Contra as Drogas é lançada na Alesp"

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *