Franca vence Flamengo com placar centenário pelo NBB

841 0

Da Redação – Foi com um primeiro quarto espetacular que o Sesi/Franca Basquete construiu uma importante vitória sobre o Flamengo, por 100 a 82, neste sábado (23/12). Com o Ginásio Pedrocão fervendo, a equipe paulista teve uma atuação surreal nos dez minutos iniciais, construiu grande vantagem e administrou o placar na sequência da partida, chegando ao seu terceiro triunfo consecutivo. O NBB CAIXA é uma competição organizada pela Liga Nacional de Basquete (LNB), em parceria com a NBA, e conta com o patrocínio master da CAIXA, os patrocínios da SKY, INFRAERO, Avianca, Nike e Penalty e o apoio do Ministério do Esporte.

Beirando a perfeição ofensivamente, o Franca fez um primeiro quarto surreal, levando o Pedrocão à loucura. Com nove assistências distribuídas, o time paulista converteu 15 dos 16 arremessos de quadra que tentou (93,8% de aproveitamento), zerando o Flamengo nos rebotes defensivos, e anotando 36 pontos na parcial. Na defesa, mais um bom trabalho dos comandados de Helinho Garcia, que forçaram cinco erros rubro-negros e cederam apenas 13 pontos. Com isso, os donos da casa fecharam nos dez minutos iniciais com incríveis 23 pontos de vantagem.

Nos dois quartos seguintes, os dois times alternaram entre bons e maus momentos e, com isso, o Franca conseguiu manter confortável, chegando aos dez minutos finais com 24 pontos de vantagem, 75 a 51. Na parcial final, o Flamengo até tentou esboçar uma reação, mas não ameaçou a equipe francana de fato, cortando a diferença para até 15 pontos no máximo (89 a 74).

Com os 100 pontos anotados nesta vitória, o Franca estabeleceu a maior marca de uma equipe no NBB CAIXA 17/18. Até então, Sendi/Bauru Basket e o próprio Flamengo detinham o recorde desta edição, de 97 pontos. Assim como em jogos recentes, o Franca construiu sua vitória no grande trabalho coletivo realizado por seu elenco. Destaque para Léo Meindl (16 pontos e oito assistências), Rafael Mineiro (16 pontos e 12 rebotes), Cipolini (15 pontos e seis rebotes), Coelho (14 pontos e seis assistências) e Gruber (13 pontos).

Paulistano vence fora de casa e se mantém no G-4 – Em dos jogos das 11 horas, O Paulistano/Corpore viveu uma manhã de altos e baixos em São Januário, mas mostrou um incrível poder de reação e saiu de quadra com uma importante vitória. Depois de abrir 21 pontos ainda no primeiro quarto, a equipe do técnico Gustavo De Conti viu o Vasco da Gama virar a partida, e abrir oito pontos, mas buscou uma nova recuperação no finalzinho, e conquistou um dramático triunfo em solo carioca, pelo placar de 77 a 71.

Com apenas cinco pontos até o último quarto, Kyle Fuller usou os dez minutos finais para se firmar como grande herói da expressiva vitória do Paulistano. Com 17 pontos em 17 tentados (3/3 nas bolas de 3 pontos) só na parcial final, o camisa 11 foi “o cara” da reação final do CAP e também o grande nome da partida. Ao todo, o ala/armador norte-americano naturalizado peruano somou 22 pontos e foi o cestinha da “batalha” de São Januário.

Na ausência de Fúlvio, a armação vascaína foi comandada pelo experiente Nezinho, de 36 anos, que teve sua melhor atuação na temporada. Com 21 pontos, sendo 14 deles durante a virada carioca no terceiro quarto, o camisa 23 ainda deu quatro assistências e totalizou 17 de eficiência. Com o incrível resultado em São Januário, o Paulistano somou sua quinta vitória seguida e passará as festas de final de ano firme e forte no G-4, com campanha de sete triunfos em dez partidas (70% de aproveitamento). Do outro lado, o Vasco permanece na 11ª colocação, com três êxitos em dez partidas (30% de aproveitamento).

Botafogo supera Campo Mourão dentro de casa – Também pela manhã, O Botafogo conquistou um resultado que vale por dois em sua atual situação. Diante de sua torcida, no Ginásio Oscar Zelaya, a equipe alvinegra venceu o Campo Mourão Basquete, com emoção até o fim, por 67 a 64, e não só deixou a lanterna do NBB CAIXA, como ainda subiu três posições e entrou na zona de classificação aos playoffs.

Assim como na partida anterior, o jovem armador Guga Ceccato foi o grande destaque da equipe carioca. O jogador, de 22 anos, quebrou seu recorde pessoal pela segunda vez seguida no NBB CAIXA, ao registrar 18 pontos (5/7 nas bolas de 2). Com mais cinco assistências e três rebotes, o camisa 10 do Fogão totalizou 22 de eficiência e também estabeleceu sua maior marca no fundamento.

Pelo lado do Campo Mourão, o destaque ficou por conta de Daniel Alemão, que teve seu melhor desempenho individual na temporada, ao registrar um duplo-duplo de dez pontos e 12 rebotes, além de quatro tocos, três assistências e dois roubos de bola. Números estes, que fizeram do pivô o jogador mais eficiente da partida, com 24 de valorização.

Com o resultado, o Botafogo encerrou um jejum de seis partidas sem saber o que é vencer e subiu para o 12º lugar, com dois triunfos em nove partidas (22,2% de aproveitamento), mesma campanha do Joinville, que perde no saldo de cestas (-93 contra -69 do Fogão). Enquanto isso, o Campo Mourão caiu para a lanterna do campeonato, com campanha de dois êxitos em dez partidas (20% de aproveitamento).

Bauru volta a vencer, diante do Minas – Foi com uma bela atuação coletiva que o Sendi/Bauru Basket se despediu do Ginásio Milton Olaio Filho, em São Carlos (SP). Na partida que fechou a rodada desta sábado, o atual campeão do NBB CAIXA superou o Minas Tênis Clube, por 89 a 71, se reencontrando com a vitória, após dura derrota para o Flamengo em sua última partida.

O grande forte do Bauru nesta noite foi o trabalho coletivo. Dos dez atletas que entraram em quadra pela equipe, nove anotaram pelo menos sete pontos. Destaque para Duda Machado (15 pontos), Renan Lenz (12 pontos e seis rebotes), Kendall (12 pontos e quatro assistências), Osvaldas Matulionis (12 pontos), Shilton (oito pontos e nove rebotes), Gabriel Jaú (oito pontos e sete rebotes) e Alex Garcia (sete pontos e sete assistências).

Se teve alguém inspirado em quadra neste jogo este foi Evan Roquemore. Um dos destaques deste início de temporada, o norte-americano liderou o Minas dentro de quadra, mas não evitou a derrota. Ao todo, foram 26 pontos para o cestinha da partida, que ainda pegou três rebotes, distribuiu quatro assistências e roubou quatro bolas, deixando a quadra também como jogador mais eficiente da partida, com 27 no quesito.

Agora, tanto Bauru quanto Minas podem aproveitar o fim do ano e só pensar novamente no NBB CAIXA em 2018. O próximo compromisso bauruense é dia 04 de janeiro, às 20 horas (de Brasília), contra o Botafogo, fora de casa, com transmissão ao vivo via Twitter. Já os mineiros voltam a atuar só no dia 05, também às 20 horas, contra o LSB/Uniso, dentro de casa, com transmissão ao vivo via Facebook.

NBB CAIXA continua em 2017 – Quem achou que o NBB CAIXA estava encerrado em 2017 está muito enganado, a competição seguirá firme na última semana do ano. Entre os dias 27 e 30 deste mês, serão quatro partidas com transmissões ao vivo para o fã da bola laranja.

Total 0 Votes
0

Tell us how can we improve this post?

+ = Verify Human or Spambot ?

Nenhum comentário on "Franca vence Flamengo com placar centenário pelo NBB"

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *