Força da torcida é arma do Osasco-Audax para levar o Paulistão 2019

125 0

Apesar do otimismo de Osasco, São Paulo/Barueri tem o favoritismo: precisa ganhar o 2º jogo final e pode até perder e ou vencer o Golden Set

Da Redação – O ginásio José Liberatti tem capacidade para acomodar 4 mil pessoas. Esse é o número de torcedores esperados para a partida desta sexta-feira (8), quando o Vôlei Osasco-Audax vai lutar pelo 15° título do Campeonato Paulista Feminino de Vôlei da Divisão Especial. Para atingir o objetivo, o time de Jaque, Bia, Roberta, Casanova, Camila Brait e cia precisará vencer o São Paulo/Barueri no segundo jogo do playoff final e, também, o Golden Set, disputado na sequência.

A partida começa às 21h30, com transmissão do Sportv 2, mas todos os detalhes e bastidores do confronto podem ser conferidos no canal oficial do clube, a Osasco Vôlei TV (https://osascovoleitv.tvnsports.com.br/).

A força da torcida é uma arma histórica de Osasco. Uma prova é o desempenho no estadual 2019. O time comandado pelo técnico Luizomar tem 100% de aproveitamento em casa, com cinco vitórias em cinco jogos. “Os nossos torcedores são fantásticos. Eles criam uma atmosfera muito positiva para nós no Liberatti, ao mesmo tempo em que transformam o nosso ginásio em um caldeirão para os adversários. Contamos muito com o apoio e espero arquibancada lotada nesta sexta para lutarmos por mais um título”, afirma Bia.

A necessidade de vitória dupla na noite desta sexta-feira é em função do revés sofrido na noite de quarta-feira (6), no ginásio José Correa, em Barueri, quando Osasco foi superado pelo São Paulo por 3 sets a 0, parciais de 25/22, 26/24 e 26/24, em 1h34. Não será a primeira vez que a equipe osasquense lutará para se superar em uma decisão estadual. Em 2017, levantou o hexacampeonato (o sétimo título consecutivo) batendo o mesmo Barueri no Golden Set, no ginásio José Liberatti. Na ocasião, dia 13/10, o ginásio de Osasco recebeu lotação máxima.

“Não vamos abaixar a cabeça. Sabemos do nosso potencial e da luta para buscar o entrosamento em um time que foi se juntando aos poucos. Eu mesma, assim como as demais meninas que disputaram a Copa do Mundo do Japão, só cheguei para o primeiro jogo da semifinal. Não tem nada perdido e agora vai ser em casa, onde, tenho certeza, a nossa fantástica torcida vai nos apoiar do início ao fim e fazer toda a diferença para que, todos juntos, consigamos buscar esse título”, garante Camila Brait, reafirmando a declaração dada após o primeiro jogo do playoff final.

Com a mão na Taça

Após vencer a primeira partida da final do Campeonato Paulista feminino de vôlei, o São Paulo F.C/Barueri tentará nesta sexta-feira (8) assegurar o título inédito do Estadual. A partir das 21h30, o time comandado pelo técnico tricampeão olímpico José Roberto Guimarães volta a enfrentar o Osasco Audax, na segunda partida da série decisiva, no Ginásio José Liberatti, em Osasco (SP). A partida terá transmissão pelo canal SporTV 2.

O Tricolor busca um novo triunfo, por qualquer placar, para garantir o título. Na última quarta-feira (6), no primeiro jogo da série, derrotou o rival por 3 a 0, em Barueri. Em caso de vitória do Osasco, o regulamento do Paulista determina a realização do Golden Set (set extra) na sequência, para definir quem ficará com o título.

Esta é a segunda vez que a equipe de Barueri disputa uma final do Estadual. A primeira foi na temporada de 2017, quando foi superada pelo mesmo Osasco.

Nesta quinta-feira (7), antes de comandar o treino da equipe, o técnico José Roberto Guimarães comentou sobre sua expectativa para a final do Paulista, deixando claro o recado que pretende passar para suas jogadoras. “O mais importante agora é manter a mesma tranquilidade que demonstramos no primeiro jogo. Não temos que pensar em expectativa de título. Claro que ficamos satisfeitos com o nosso desempenho, especialmente pelo poder de recuperação que tivemos em dois sets, quando estávamos atrás no marcador. Não podemos esquecer que do outro lado há uma grande equipe, que irá jogar diante de sua torcida. Por isso a necessidade de manter a concentração e a tranquilidade”, disse José Roberto.

Total 0 Votes
0

Tell us how can we improve this post?

+ = Verify Human or Spambot ?

Nenhum comentário on "Força da torcida é arma do Osasco-Audax para levar o Paulistão 2019"

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *