Flávio de Souza Guimarães nega atividade como doleiro e ligação com candidaturas políticas

666 0

Da Redação – A Rádio Bandeirantes teve acesso ao depoimento do empresário Flávio de Souza Guimarães à Corregedoria da Polícia Civil de São Paulo. Ele está envolvido no caso do tiroteio em Juiz de Fora que terminou com um policial mineiro morto e outras duas pessoas feridas. Ouça a reportagem completa no site da emissora.

O empresário declarou que foi a Minas Gerais para tratar de um empréstimo com o também empresário Antônio Vilela. Flávio negou que estivesse levando dólares ou até mesmo malas de viagem, mas apenas bagagem de mão. Também disse que não sabia que havia policiais na escolta contratada com Jerônimo da Silva Leal Júnior, dono de uma empresa de segurança.

Flávio de Souza Guimarães acrescentou que não fugiu de Juiz de Fora, mas decidiu retornar após constatar que estava sendo vítima de um golpe. Disse ainda que, apesar de ter visto uma movimentação no local onde havia se encontrado com Antônio Vilela, só soube do tiroteio em São Paulo.

O empresário negou que em qualquer momento de sua vida tenha praticado atos ilícitos, muito menos qualquer vinculação à atividade de doleiro. Também negou de forma veemente qualquer vinculação com atividade político-partidária, refutando especialmente qualquer alegação no sentido de caixa dois eleitoral. Flávio e seu advogado prometeram esclarecer outras informações à Corregedoria da Polícia Civil no prazo de 72 horas.

Total 0 Votes
0

Tell us how can we improve this post?

+ = Verify Human or Spambot ?

Nenhum comentário on "Flávio de Souza Guimarães nega atividade como doleiro e ligação com candidaturas políticas"

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *