Fapesp e Finep disponibilizam R$ 10 mi a projetos de pesquisas para combate ao vírus Zika

818 0

Da Redação – A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP) e a Financiadora de Estudos e Projetos (FINEP) anunciaram uma chamada conjunta para receber propostas de pesquisas voltadas ao desenvolvimento de tecnologias para o combate ao Vírus Zika e ao mosquito Aedes aegypti realizadas por empresas. Os valores disponíveis chegam a R$ 10 milhões, concedidos em partes iguais por meio da concessão de recursos não reembolsáveis da FAPESP e da subvenção econômica da FINEP.

A chamada, um esforço conjunto para apoiar pesquisas voltadas ao desenvolvimento de tecnologias para produtos, serviços e processos para o combate ao vetor e ao vírus a ele associado, oferece financiamento não reembolsável para a execução de pesquisa científica e/ou tecnológica em microempresas, empresas de pequeno porte, pequenas empresas ou médias empresas sediadas no Estado de São Paulo. As propostas aprovadas receberão aporte de até R$ 1,5 milhão por projeto, que deverão, em até 24 meses, desenvolver processos e serviços inovadores para que os produtos possam ser inseridos no mercado.

Os projetos de pesquisa selecionados na chamada deverão ser desenvolvidos por pesquisadores que tenham vínculo empregatício com essas empresas ou que estejam associados a elas para sua realização.

Para o diretor científico da FAPESP, Carlos Henrique de Brito Cruz, a chamada é uma oportunidade para se criar desenvolvimento econômico ao mesmo tempo em que se mobilizam importantes atores para tratarem de um grave problema de saúde pública.

“Uma novidade recente no ambiente de pesquisa em São Paulo é que, ao lado de um vigoroso sistema acadêmico de pesquisa, veio se estabelecendo nos últimos 15 anos um sistema de pequenas empresas de base tecnológica com substancial capacidade em ciência e engenharia. O edital FAPESP-FINEP busca mobilizar essas empresas para atacarem desafios ligados ao controle do Aedes e ao combate aos vírus a ele associados”, diz.

Lançada na esfera do Programa PIPE/PAPPE-Subvenção, a chamada é indicada para empresas que se enquadram na Fase 3 do Programa FAPESP Pesquisa Inovativa em Pequenas Empresas (PIPE) – mas elas não precisam ter sido aprovadas em fases anteriores do Programa. Nesta fase a empresa realiza o desenvolvimento industrial e comercial dos produtos.

Contudo, os recursos do programa são destinados exclusivamente ao desenvolvimento da pesquisa e não podem financiar propriamente a produção ou a comercialização de produtos ou serviços dela resultantes.

Para esclarecer dúvidas sobre a apresentação dos projetos de pesquisa, a FAPESP fará uma reunião no dia 4 de março, no auditório da Fundação, destacando conceitos e propósitos do Programa, metodologia e processo de avaliação.

A proposta da reunião é facilitar o acesso dos interessados, esclarecer dúvidas e oferecer as melhores condições para a apresentação de propostas bem estruturadas, que contenham todas as informações necessárias para uma tramitação ágil. O prazo final para submissão de propostas é 4 de abril de 2016.

Total 0 Votes
0

Tell us how can we improve this post?

+ = Verify Human or Spambot ?

Nenhum comentário on "Fapesp e Finep disponibilizam R$ 10 mi a projetos de pesquisas para combate ao vírus Zika"

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *