Expansão do NIR (Núcleo Interno de Regulação) melhora espera para internação, cirurgia e exames

1408 0

Da Redação – Implantado há dois anos e reestruturado em 2015, o NIR (Núcleo Interno de Regulação) do Hospital de Clínicas Dr. Radamés Nardini de Mauá é responsável por diversas melhorias conquistadas na gestão da clínica e do cuidado nos últimos meses.

A atribuição principal do setor, hoje composto por duas médicas, três enfermeiras, uma assistente social e 16 oficiais administrativas, é desenvolver e executar ações necessárias para maximizar o uso das diferentes ofertas hospitalares. Para os usuários, a melhoria é traduzida em maior agilidade da liberação de vagas de internação, cirurgias, exames e procedimentos terapêuticos.  O serviço funciona 24h no segundo andar do hospital.

Com os fluxos do NIR alinhados às clínicas, a liberação das vagas é realizada de maneira mais prática, os cancelamentos de cirurgias e internações são evitados e torna-se mais fácil concluir a parte burocrática de verificação de documentos. Além disso, o sistema também permite o controle de vagas, por meio de mapa de internação que encaminha os pacientes para os leitos vagos, evitando a marcação de mais de um paciente para o mesmo leito.

Toda a movimentação online dos pacientes pode ser visualizada em um televisor recentemente instalado no setor. Em 2015, a média de permanência do paciente, calculada em dias, registrou queda nas internações da Clínica Médica (10,4 para 8,6), Clínica Cirúrgica (4,3 para 3,7), Pediatria (3,9 para 3,3) e UTI I (6,9 para 6,5).

“Nossa proposta de reduzir o tempo de permanência por leito é aliada à gestão do cuidado. Por exemplo, antes um paciente com diagnóstico de infarto agudo do miocárdio permanecia até 15 dias na UTI. Hoje, temos condição de liberá-lo para a enfermaria em até cinco dias e desocupar o leito para quadros mais críticos mantendo o padrão de assistência”, resume a coordenadora de enfermagem do NIR, Ana Paula Paes.

Considerado pela Diretoria Geral o “cérebro do hospital”, o NIR se envolveu às demais coordenações médicas para aumentar e auxiliar a resolução das demandas nas clínicas. “Esta parceria tem dado certo e o serviço tem se mostrado mais resolutivo. Houve impacto da rotatividade dos leitos e na média de tempo de permanência. Estou feliz com os resultados. Montamos uma equipe comprometida que “corre” pelo bem do paciente e trabalha pela melhoria constante da assistência”, explica a coordenadora médica do NIR, Dra. Aline Portela.

Além de gerir melhorias nas ofertas internas, o NIR cumpre papel estratégico junto à Rede de Saúde do município quanto às liberações de leitos, internações e agendamentos gerais. Neste caso, as ofertas são mediadas pelo SISREG, sistema nacional de regulação do Ministério da Saúde que intercala demandas da rede básica, urgência/emergência à internação hospitalar. O NIR também concentra as solicitações de transferências para hospitais que ofertam serviços referenciados de alta complexidade.

OFICIAIS DO NIR – A expansão do serviço depende de várias articulações internas e muitas delas são representadas pelas 16 oficiais administrativas do NIR. A equipe é dividida por duplas em cada clínica e realiza interface com os blocos assistenciais por meio de organização/atualização dos prontuários dos pacientes, conferência do censo hospitalar diário, de pendências ou atrasos de exames, movimentação online dos leitos, etc. São delas também a responsabilidade de abastecer dados no sistema que subsidiam as coordenações para a produção de indicadores hospitalares.

São atribuições do NIR:
•        Ser a interface com o complexo regulador municipal quanto ao uso otimizado das ofertas hospitalares existentes;
•        Padronizar o fluxo ambulatorial pré-cirúrgico;
•        Otimizar a ocupação das salas cirúrgicas;
•        Reduzir o número de procedimentos eletivos cancelados;
•        Apoiar redução do tempo de espera entre a indicação de terapia cirúrgica e a realização do procedimento;
•        Apoiar o controle e o uso racional de órteses, próteses e materiais especiais necessários para os procedimentos cirúrgicos
•        Disponibilizar o status do leito em tempo real;
•        Acompanhar a taxa de ocupação hospitalar e a média de permanência por especialidade;
•        Apoiar a redução sistemática da permanência do paciente em regime de internação com utilização de ferramentas de gestão da clínica e de gestão do cuidado pactuadas.

Total 1 Votes
0

Tell us how can we improve this post?

+ = Verify Human or Spambot ?

Nenhum comentário on "Expansão do NIR (Núcleo Interno de Regulação) melhora espera para internação, cirurgia e exames"

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *