Esteja na mira dos headhunters e recrutadores no LinkedIn

64 0

* Carla Falcão – Há alguns anos trabalhando com headhunters e recrutadores, constato que é fato que a utilização do LinkedIn nos processos seletivos tornou-se obrigatória. Costumo dizer que estes profissionais são verdadeiros “oráculos do mundo corporativo”: atuam nos bastidores, navegam anonimamente, conhecem suas conexões e, muitas vezes, buscam referências de sua carreira antes mesmo de entrar em contato. Quer seja por indicação ou por pesquisa, em algum momento o seu perfil será consultado na ferramenta.

A atuação do Hunting tem o desafio de apresentar os melhores perfis para uma determinada vaga e assumir a responsabilidade pelo profissional indicado. Os resultados apresentados por esses “caçadores de cabeças” contratados constroem a credibilidade do Headhunter. Eles precisam ser certeiros em seu processo.

Mas o que de fato um headhunter busca quando está a “caça” de um talento no mercado?

De acordo com Carolina Vieira, da Blacktie RH Inteligente:
“O que me chama atenção de um profissional é principalmente a sua trajetória, sua carreira, seu progresso e pelas empresas por onde ele passou. A formação acadêmica ajuda, no entanto o domínio de um segundo idioma é diferencial”.

Segundo Airton Jac, da Jac Consultores:

“Inteireza pessoal e o efetivo exercício da cidadania junto aos diversos públicos são competências em destaque. Espirito de liderança afetiva e efetiva, cultura da empatia e pensamento estratégico aplicado às dimensões e desafios do cargo, bem como sua capacidade de entrega. São estes os fatores decisivos no processo de hunting e contratação do profissional pelo cliente”.

Que cuidados devo ter no LinkedIn?

Mantenha o seu perfil e dados para contato atualizados:
Se você realmente deseja manter-se atraente para o mercado, atualize constantemente o seu perfil no LinkedIn. Para isso, esteja com uma foto de perfil atual e de qualidade, que reforce a sua imagem profissional. Revise se as atividades de seu cargo e experiência profissional do momento constam no descritivo. É muito comum ver perfis de profissionais relevantes sem nenhum descritivo no seu cargo atual. Dessa forma você perde a possibilidade de a plataforma trabalhar ao seu favor.

Apresente seus resultados:
Um headhunter busca profissionais que tenham a capacidade de gerar resultados e comprovar os mesmos. Por isso, apresentar as suas contribuições nas experiências que vivenciou gera interesse e aumenta as chances de receber aquela mensagem ou ligação desejada.

Acesse a sua caixa de mensagens: pode parecer bobagem, mas estar atendo à sua caixa de mensagens no LinkedIn é uma dica importante. Muitas vezes, o primeiro contato para uma vaga pode acontecer no privado da ferramenta e muitos são os casos de profissionais que não a verificam e, portanto, perdem o “time” e a oportunidade.

Gere conexão com headhunters: antes de se conectar com um headhunter, é interessante despertar a sua curiosidade. Para começar esse processo, pesquise e peça referências dos melhores profissionais do mercado. Visite o perfil deles e interaja com os conteúdos que publicam. É um excelente caminho. Quando os seus comentários trazem reflexões importantes, pode “acender a luz” para o headhunter. Quem sabe você não é exatamente o que ele está buscando?

Esteja presente, publique conteúdo com frequência: a atualização do status ou feed é uma regra de ouro para quem deseja manter a rede de contatos ativa e ser encontrado mais facilmente. Se você deseja fazer uma transição de carreira, é primordial compartilhar com as suas conexões as atividades que tem feito para se desenvolver profissionalmente.

Produza conteúdo de qualidade: para aumentar a sua visibilidade no LinkedIn, produzir conteúdo e gerar conversa é fundamental. Cada vez que você participa de um post ou interage com algum artigo, o seu nome, foto e título com palavras-chave de sua carreira são divulgados juntos. Essas informações, juntamente com o conteúdo, são pontos relevantes para despertar a curiosidade em visitar o seu perfil e, quem sabe, incentivar um próximo passo.

Esteja atento e desenvolvendo seus Soft Skills: já dizia o pai da Administração moderna, Peter Drucker: “As pessoas são contratadas pelas suas habilidades técnicas, mas são demitidas pelos seus comportamentos”. O mercado tem pesquisas que apontam que a maioria das pessoas é desligada por problemas comportamentais. Com o isolamento social e as mudanças que a pandemia vem promovendo no mercado, ter habilidades como empatia, comunicação assertiva, disciplina, entre outros elementos, pode ser decisivo no seu próximo trabalho.

Pesquise habilidades necessárias para as vagas que você deseja: você já verificou qual é o “estoque de competências” que as empresas estão procurando? Uma dica para saber essas informações: basta acessar no LinkedIn as dimensões e desafios do cargo oferecido. Após essa conferência, compare com o seu perfil e veja se os seus dados estão alinhados a essas necessidades. Por exemplo: se no descritivo da vaga tiver o conhecimento em gestão de projetos como pré-requisito, verifique se a competência está no seu perfil. É importante que você inclua as palavras-chaves pertinentes às suas competências nos seus descritivos de experiências e resumo. Assim, será mais fácil para o sistema de busca do LinkedIn encontrar você e também os recrutadores e headhunters te acharem.

Aproveite essas dicas e utilize melhor o LinkedIn.
Sucesso e bons negócios!

* Carla Falcão é especialista em mídias sociais, LinkedIn, Carreira e Negócios, Carla Falcão, que também é palestrante, há sete anos orienta executivos de alta gerência a usar essas ferramentas para reforçar e incrementar a vida profissional e o empreendedorismo. Publicitária, tem no currículo mais de 400 Workshops, palestras e aulas realizadas e mais de 4 mil alunos treinados em cursos individuais, em grupos ou nas empresas em formato InCompany; faz mentoria em Carreira para o Sebrae-SP

Total 0 Votes
0

Tell us how can we improve this post?

+ = Verify Human or Spambot ?

Nenhum comentário on "Esteja na mira dos headhunters e recrutadores no LinkedIn"

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *