Especialista em eficiência energética dá dicas de economia de energia

310 0

Com o maior número de pessoas em casa, contas de luz tendem a aumentar

Da Redação – No dia 20 de março iniciou-se o outono, estação do ano em que as contas de energia elétrica começam a aumentar, por conta das quedas de temperatura, que apesar de amenas, estimulam o uso de eletrodomésticos em potência máxima. Com o maior número de pessoas em casa, por conta da quarentena em combate ao COVID-19, o uso de chuveiro elétrico, ferro de passar roupas, lavadoras e secadoras de roupas, torneira elétrica, entre outros, passam a encarecer as contas de luz.

Segundo o CEO e especialista em eficiência energética da W-Energy, Wagner Cunha Carvalho, o chuveiro elétrico é o principal vilão neste período, pois consome, em média, 30% a mais de energia que nos dias quentes. “O cuidado com o uso do chuveiro elétrico precisa ser dobrado, pois além do alto consumo de energia, também há o desperdício de água, já que o tempo do banho costuma ser maior. Isso sem falar no uso de torneiras aquecidas, máquina de secar roupas e aquecedores”, explica.

No Brasil, temos uma média de consumo, por pessoa, de 180 litros de água por dia, sendo que a indicação é de cerca de 110 litros/dia. “Já passamos também por uma crise hídrica e por isso o recurso merece toda atenção nos dias mais amenos e frios. Banhos muito longos, uso demasiado da máquina de lavar roupas ou louças, ainda mais com o uso de água quente, afetam o setor”, relembra Wagner.

A Agencia Nacional de Energia Elétrica (Aneel) anunciou que as contas de luz no mês de abril terão bandeira tarifária verde, mas isso não significa um descuido quanto ao gasto e consumo mensais. Outra dica importante é estar atento às luzes dos ambientes, equipamentos de uso intermitente em tomadas, que interferem no consumo de energia e na eficácia de outros aparelhos. Na escala de maior gasto, estão o ar-condicionado – na função quente ou fria – e a geladeira, que no total do consumo de uma casa representa 30%, o chuveiro elétrico 25%, a iluminação 20%, aparelho de televisão 10%, o ferro elétrico 6%, máquina de lavar 5% e todos os demais, como micro-ondas, roteadores, etc, 4%.

 “Um ponto esquecido é o tipo de iluminação do ambiente. Lâmpadas decorativas podem consumir bastante energia sem percebermos. A tecnologia LED (Light Emitter Diode), hoje em dia é uma das mais eficientes e contribui muito para redução do consumo. As famílias que viajarem neste período do inverno devem desligar o maior número possível de aparelhos e colocar a geladeira em potência baixa, pois mesmo na opção de stand by, apresentam consumo”, finaliza o especialista.

Wagner ainda ressalta:

– Evite tomar banhos demorados. Para as crianças, use um “timer” de 5 minutos, como um desafio positivo. Priorize a água para enxaguar o corpo.
– Evite fazer a barba (homens) e lavar lingeries (mulheres) durante o banho.
– Não use a descarga para outros fins, como lixeira de papel.
– No ato de lavar a louça, limpe bem os restos de alimentos e enxague-a toda de uma vez.
– Lave as roupas na máquina quando estiver com o cesto cheio. No tanque, feche a torneira enquanto ensaboa as peças.
– Não utilize a mangueira para lavar o carro e a casa. Priorize um balde e pano.

Sobre Wagner Carvalho Cunha: Especialista em eficiência energética e hídrica, à frente da W-Energy, maior empresa de economia de água e energia do mundo. Professor, empresário e palestrante, pesquisou inovações tecnológicas em 15 países e treinou mais de 18 mil pessoas nos últimos 2 anos. É membro do Instituto para a valorização da Educação e da Pesquisa no Estado de São Paulo (IVEPESP) e participou ativamente do desenvolvimento da sustentabilidade em nosso país. Atualmente é considerado umas das mentes mais atualizadas em sustentabilidade no mundo. Site: www.wenergy.com.br

Total 0 Votes
0

Tell us how can we improve this post?

+ = Verify Human or Spambot ?

Nenhum comentário on "Especialista em eficiência energética dá dicas de economia de energia"

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *