Escolas da rede estadual recebem coleção sobre história da África e afrodescendentes

185 0

Os professores da rede estadual São Paulo terão um reforço para o ensino da história e cultura africana. Em parceria com a ONG Projeto Afreaka, a Secretaria da Educação vai entregar às escolas exemplares da revista “Afreaka – África sem estereótipos”.

A iniciativa tem apoio do Núcleo de Inclusão Educacional (NINC), responsável pelas ações pedagógicas específicas para alunos estrangeiros, educação quilombola e diversidade sexual e de gênero.

O material conta com reportagens, entrevistas e artigos realizados a partir de pesquisa de campo em 15 países da África. A coleção conta com quatro revistas. Três delas são voltadas para alunos, professores e funcionários, e outra que serve como material de apoio aos professores.

Cadastro de alunos e ferramentas on-line – Desde 2014, a 91 Diretorias de Ensino mantém ativada um cadastro para identificar o público quilombola na rede já no ato da matrícula ou transferência dos estudantes.

Na mesma época, a Secretaria também lançou a ferramenta ‘Educação para as relações étnico-raciais’. Disponível na rede colaborativa Currículo +, o espaço é aberto a todos os professores da rede e tem o objetivo de apresentar conteúdos digitais sobre o tema.

Com a ajuda da plataforma, os docentes têm a chance de atualizar e aprimorar o conhecimento, de forma interdisciplinar, e assim propor aos alunos do Ensino Fundamental e Ensino Médio atividades sobre o tema. A ferramenta completa as ações já implantadas na rede, incluindo cursos de capacitação continuada para gestores e professores coordenadores interlocutores de educação para as relações étnico-raciais.

Total 1 Votes
0

Tell us how can we improve this post?

+ = Verify Human or Spambot ?

Nenhum comentário on "Escolas da rede estadual recebem coleção sobre história da África e afrodescendentes"

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *