Encontro de Educação Infantil reúne grande público em São Caetano

946 0

Da Redação – Centenas de educadores de São Caetano do Sul participaram sábado (26/9) do Encontro Pedagógico e Cultural da Educação Infantil Além do que se vê, realizado no Centro de Capacitação dos Profissionais da Educação (Cecape) Dra. Zilda Arns. O evento buscou promover um espaço para a socialização de práticas pedagógicas das escolas municipais sulsancaetanenses e também discutiu o papel da arte no desenvolvimento das crianças.

A diretora de Educação de São Caetano, Janice Paulino César, abriu o encontro elogiando o “empenho e dedicação dos educadores e equipes das escolas da rede para oferecer o melhor ensino a nossas crianças”. Responsável pela Coordenação Pedagógica do Cecape, Paulo Sérgio Garcia destacou a história da arte-educação e elogiou os trabalhos realizados pelas escolas da Educação Infantil sulsancaetanenses, que estão em exposição no Cecape.

Para falar sobre o tema O Desenho Infantil: Papel dos Professores e Desenvolvimento da Arte da Criança, a Prefeitura de São Caetano convidou Rosa Iavelberg, arte-educadora e professora doutora da Faculdade de Educação da USP especialista em formação de educadores e na utilização da arte como ferramenta pedagógica. Ela destacou a importância de se trabalhar a produção artística das crianças desde o início do processo educacional.

“A criança pequena também tem processo de criação e também tem produto de sua ação. Ela se alimenta da própria arte, se coloca, se apresenta e expõe suas ideias”, explicou Rosa Iavelberg ao falar sobre estudos que abordam o tema. A especialista incentivou os professores a serem criativos ao propor atividades artísticas aos pequenos. “É preciso ter variedade nas propostas, para que as crianças tenham mais opções de ação e não fiquem sempre pintando e desenhando no papel.”

A professora-doutora da USP ressaltou o papel do fazer artístico para o desenvolvimento dos alunos da Educação Infantil. “A arte cultivada é o avesso da ação submissa. Nesse processo a criança faz arte e se percebe entre outros que também fazem, sejam seus colegas, sejam os adultos. É importante essa microssociedade artística para a criança, pois ela se reconhece entre colegas que fazem arte, num mundo que faz arte.” “O professor tem de ter práticas criativas nas linguagens que ensina em sala de aula, mesmo que não domine as técnicas artísticas, não saiba desenhar bem. Ele também tem de fazer arte”, sugeriu Rosa Iavelberg.

Oficinas – O Encontro Pedagógico e Cultural da Educação Infantil contou ainda com seis oficinas temáticas: Oficina de teatro, que tal?!, com o professor André Felix; “Não sei, não! Foi assim que me contaram…”, oficina de contação de histórias com o professor Célio Colella; Danças étnicas e circulares, com a professora Cris Escudeiro; Como potencializar suas práticas através da música e do lúdico: “Brincando com música”, com a professora Mônica Pinheiro; Fábrica de Desobjetos – criação de uma fábrica imaginária, a partir de referências da poesia de Manoel de Barros e do artista Hélio Leites, com a arte-educadora Carol Plumari; e Puermotricidade – o jogo como tempo autêntico, com o professor Sérgio Oliveira dos Santos.

Outras informações sobre a exposição de trabalhos da Educação Infantil de São Caetano no Cecape (Rua Tapajós, 300, Bairro Barcelona) podem ser obtidas pelo telefone 4224-4726.

Total 0 Votes
0

Tell us how can we improve this post?

+ = Verify Human or Spambot ?

Nenhum comentário on "Encontro de Educação Infantil reúne grande público em São Caetano"

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *