Educação de Diadema participa de Pint of Science em São Carlos

464 0

Da Redação – Com o tema ‘O que há em comum entre uma Escola Municipal de Educação Especial de Diadema e uma escola particular de Ensino Fundamental de São Carlos?’, Diadema participou do Pint of Science realizado na última quarta-feira no ONOVOLAB – um campus de inovação independente que trabalha para provar que o brasileiro possui uma capacidade incrível de inovar, em São Carlos.

O Pint of Science é um evento internacional de divulgação científica, criado em Londres, que tem como objetivo debater temas das diversas áreas do conhecimento em locais descontraídos. O Pint of Science busca derrubar intermediários entre a ciência e a sociedade com espaço para perguntas e bate-papo com cientistas e pesquisadores. Em sua maioria, as edições acontecem em bares, mas, por se tratar de estudantes menores de idades, esta foi organizada no ONOVOLAB.

Os alunos da EMEE Olga Benário, acompanhados de tradutores de Libras, tiveram a oportunidade de contar a experiência na Missão Garatéa, que tem como objetivo além do incentivar a ciência espacial, enviar experimentos de alunos para o espaço.

“Estou muito feliz em poder mostrar para as pessoas ouvintes que os alunos surdos de Diadema também são capazes e podem ser protagonistas”, explicou Vitor Henrique da Silva Barberino, aluno de EMEE Olga Benário.

Para Lívia Silva Araújo, também aluna de Diadema, essa foi uma oportunidade de mudar a forma com que a sociedade percebe os surdos. “É muito importante que os alunos surdos mostrem tudo o que eles sabem sobre ciência e planetas. Não quero ser vista como coitada, quero ser vista pelo meu potencial”.

Ano passado, os alunos de sete escolas da rede municipal de Diadema desenvolveram, ao longo de nove semanas, projetos para ir ao espaço em um foguete da SpaceX com os astronautas da NASA na Missão Garatéa. Dos 61 projetos inscritos, os alunos da Educação de Jovens e Adultos da EMEB Cora Coralina ficaram em 8º lugar e 22 alunos surdos da EMEE Olga Benário receberam menção honrosa.

“Essas ações mostram que podemos trabalhar a inclusão até com os temas mais complexos como o científico. A participação no Garatéa e as aulas de Astrobiologia, além do conhecimento científico, contribuem para o aumento do repertório em Libras dos nossos alunos”, comentou o secretário de Educação, Cacá Vianna.

Fruto de uma parceria da Secretaria de Educação com a instituição LUCA – Ciência para Educar, as aulas de Astrobiologia são oferecidas pelo Programa Cidade na Escola e têm como objetivo apresentar e divulgar o estudo da origem, evolução, distribuição e futuro da vida no universo.

“A nossa participação no Pint of Science – São Carlos de 2019, nos deixa orgulhosos dos nossos alunos e professores. O Garatéa também nos proporcionou outras oportunidades em relação à alfabetização científica dos estudantes surdos da EMEE Olga Benário Prestes, assim como a inserção da Astrobiologia na nossa grade extracurricular e a 1ª participação dos surdos em Olimpíadas Científicas”, ressaltou o diretor da EMEE Olga Benário Prestes, Joelmir Tonieti Pedro.

Missão Garatéa

Esforço nacional formado por um consórcio de institutos, universidades e empresas que busca difundir a ciência na sociedade brasileira utilizando o espaço como elemento motivador. Sua principal atividade, um voo de uma sonda lunar agendada para 2021, acabou servindo como inspiração e desdobramento para outras frentes, como projetos educacionais similares à Garatéa-ISS.

Total 0 Votes
0

Tell us how can we improve this post?

+ = Verify Human or Spambot ?

Nenhum comentário on "Educação de Diadema participa de Pint of Science em São Carlos"

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *