Do Bar do Esportistas à Choperia do Pato: décadas de atendimento familiar em Santo André

2463 1

* Carlos Alberto Coquinho Bazani – No final dos anos 70, o empresário Genesio Santiago de Oliveira resolveu montar um bar na Rua Gertrudes de Lima, no centro de Santo André. O novo point foi batizado de Bar Centro dos Esportistas, pelo fato de ser frequentado por integrantes da Liga Santoandreense de Futebol, antes e depois do expediente e das reuniões da entidade. Diretores, técnicos, comissão de arbitragem, jogadores e torcedores faziam parte da sua tradicional clientela.

O movimento foi aumentando devido ao bom atendimento e a ótima qualidade dos produtos oferecidos à clientela. Genesio, então, resolveu convidar o amigo Bias Moreira de Souza, recém chegado de Goiás, para fazer parte da sociedade. Bias era uma figura carismática, fala mansa, jeito maneiro e de uma sabedoria inigualável. Nem é preciso dizer que deu conta do recado direitinho.

O Bar também era frequentado por estudantes, comerciantes, profissionais liberais, pessoal da imprensa, e atletas de outras modalidades esportivas, já que a galera do vôlei era assídua, batia cartão, e tinha espaço privilegiado no bar: Mane Frade, Amaury, Xandó, Marcão, Montanaro, Ronaldo, o técnico Lázaro, o massagista Rodrigues, entre outros.

Também eram clientes do Bar dos Esportistas, os seguintes conhecidos personagens andreenses: Veronezzi (Periquito), Giba da Lotérica, Juca Sanfins (Jornal O Calçadão), Arlindo Mazzini (Madote), Lombardi Jr (Radialista/Jornalista), Paulinho Lucchesi, Tulica (ex-jogador e treinador do EC Santo André), entre outros.

Mas como tudo que é bom dura pouco, Genesio recebeu e aceitou um convite irrecusável para trabalhar na Prefeitura de Santo André. Deixou a administração do negócio por conta do Bias, que por sua vez convidou seu sobrinho e genro Gelmir de Oliveira, o Pato, filho de Genesio, para fazer parte da sociedade.

13231059_1815319262036087_315611199_n

Daí veio o atual nome, Bar e Choperia do Pato, com novas instalações e decoração, que deram um novo toque e um ar estiloso ao local. O jovem Bruno, filho de Pato e neto de Genesio, é um dos comandantes da novo empreendimento, com um ambiente gostoso e um bom local para uma conversa e aquela paquera que não pode faltar. Bons tempos em que quase todos se conheciam na cidade. Bons tempos!

 

13219753_1815319278702752_110414177_n

12735671_1776506772584003_1767669755_n* Carlos Alberto Coquinho Bazani é natural de Santo André. Foi colaborador do Jornal Informação Resumo Jovem; da Gazeta do Grande ABC; da Rádio Orion FM e trabalhou na Assessoria de Comunicação e na Secretaria de Educação Cultura e Esportes de Santo André. É membro eleito do Conselho Diretor do Fundo de Cultura, além de coordenador do Bloco O Beco do Conforto. Contato com o colunista: carlosalbertobazani@gmail.com.br

Total 8 Votes
0

Tell us how can we improve this post?

+ = Verify Human or Spambot ?

1 comentário on "Do Bar do Esportistas à Choperia do Pato: décadas de atendimento familiar em Santo André"

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *