Diretor grego chega com A Favorita para brigar por 10 estatuetas

1811 0

Yorgos Lanthimos usa e abusa de grandes imagens, num enredo de tirar o fôlego, para retratar uma rainha que sofre por não conseguir tomar decisões

Crédito-foto: Divulgação

Mari Tavares – O título do longa que acabou de chegar aos cinemas não poderia ser mais propício. O filme chegou na liderança, com 10 indicações ao Oscar de 2019. Sob o olhar quase sarcástico do diretor grego Yorgos Lanthimos, vemos, através de suas lentes grande-angulares, toda a deformidade moral da corte inglesa do século XVIII.

Numa Inglaterra em guerra com a França, o trono é ocupado pela rainha Anne, vivida pela atriz Olivia Colman. Uma monarca que sofre por não conseguir tomar decisões sozinha, chegando a demonstrar infantilidade em suas ações.

Para suportar as inúmeras pressões as quais é submetida, a rainha conta com o apoio da melhor amiga e conselheira Lady Sarah, a atriz Rachel Weisz, que também ocupa o papel de interlocutora da rainha com os conselheiros da corte.

Neste ambiente em polvorosa no reino, chega Abgail Masham (Emma Stone), que emerge dos porões das cozinhas do castelo, para os aposentos privilegiados dos nobres. Abgail, vai dividir com Sarah, a atenção da rainha, e principalmente as benesses do cargo.

Forma-se assim um triângulo, onde cada uma disputará com unhas e dentes a confiança da frágil monarca. Para infernizar a rainha Anne, a participação de seu opositor político, Robert Harley, vivido por Nicholas Hoult, que nos corredores do castelo é responsável por criar intrigas e acirrar rivalidades.

O filme transporta o espectador aos suntuosos ambientes que traduziam toda a riqueza na qual viviam os nobres, com suas tapeçarias e mobiliário riquíssimo. Mas também retrata o oposto de tudo isso: uma população miserável, descontente, e um país em guerra.

Mostra também a fragilidade humana, de uma monarca insegura, consumida por chagas e dores, além da obrigação de transparecer força e poder. Uma realeza desnuda, mostrada com ironia, humor e sarcasmo. Tão distante no tempo, e tão atual.

Total 2 Votes
0

Tell us how can we improve this post?

+ = Verify Human or Spambot ?

Nenhum comentário on "Diretor grego chega com A Favorita para brigar por 10 estatuetas"

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *