Diadema inicia turma inaugural do curso de cozinha vegetariana

416 0

Da Redação – O vegetarianismo é o regime alimentar que exclui todos os tipos de carnes. Esta cultura tem crescido no Brasil, tanto que, segundo a Sociedade Vegetariana Brasileira, em 2017, o país possui 240 restaurantes que adotam a prática vegetariana. Para atender a demanda da cidade, a Prefeitura de Diadema deu início, em 6 de junho, ao primeiro curso de Cozinha Vegetariana.

O curso faz parte do Projeto Cozinha Bom Gosto, que tem como objetivo estimular e colaborar com a formação profissional dos munícipes e é composto por quatro aulas teóricas (que abordam os quatro tipo de vegetarianismo, a preparação dos alimentos sem o uso da carne e as formas de substituição como a soja e outros grãos), três aulas práticas e uma apresentação final dos resultados obtidos. Todas as aulas ocorrem no Restaurante Popular do Campanário.

A nutricionista Fernanda Barbirato é responsável por ensinar os 20 alunos matriculados. Ela conta que este foi o curso que possuiu maior procura e muito por conta da quantidade de assuntos abordado durante as aulas. “Não ensinamos apenas sobre vegetarianismo e preparo de pratos, mas sim sobre boa alimentação. Muitos não sabem, mas comida vegetariana pode ser prejudicial”, afirma.

Na manhã da última quarta-feira, 4/7, os alunos tiveram a primeira aula prática do curso. O projetista de máquinas Dirceu Cândido ainda não é vegetariano e declara que a orientação do curso está sendo fundamental para ajudá-lo a não consumir carne, peixe e frango. “Aprender as normas de higienização dos alimentos e como preparar e montar pratos vai facilitar na minha caminhada de me tornar vegetariano. Sei que não é algo de um dia para o outro, mas, estou conseguindo”, comenta.

A opção de disponibilizar para população o curso de Cozinha Vegetariana surgiu para estimular, ainda mais, os munícipes a terem uma boa educação alimentar, evitando doenças, e criar novas oportunidades de trabalho. “Espero que os alunos levem tudo o que aprendem para o ciclo social e estimulem as pessoas a melhorar a qualidade de vida. É importante, também, que usem o curso para montar o próprio negócio ou adquirir uma renda a mais para a família”, diz Fernanda.

A arquiteta Maira Scalco é vegetariana há 8 meses e desde então está procurando receitas e informações sobre o assunto. “Após concluir o curso, eu quero me aprofundar mais na culinária vegetariana e vegana para trabalhar com isso”, diz. Em sua rotina alimentar, ela diz que comprar frutas, legumes e folhas frescas a ajuda na hora de querer preparar suas receitas. “Para me alimentar bem, estou sempre substituindo os alimentos. Esses dias eu fiz um “not dog”, um cachorro-quente sem salsicha e com cenoura, o que me ajudou a matar a vontade do lanche”, conclui.

A primeira turma conclui o curso de Cozinha Vegetariana em 25 de julho, quando será aplicada uma avaliação individual. Se o aluno obtiver mais de 70% de acertos, receberá o certificado de conclusão das atividades. Além do curso de Cozinha Vegetariana, a Secretaria de Segurança Alimentar oferece aos munícipes cursos de Pães Artesanais e de Bolos Caseiros.

O vegetarianismo tem uma alta demanda na cidade, porém há aqueles que procuram uma opção de alimentação vegana. Pensando nisso, a Prefeitura pretende expandir o Projeto “Cozinha Bom Gosto” para atender a este público. “Querermos disponibilizar para a população diversos cursos. O próximo passo é a criação do Cozinha Vegana”, afirmou o secretário de Segurança Alimentar, Atevaldo Leitão.

Total 0 Votes
0

Tell us how can we improve this post?

+ = Verify Human or Spambot ?

Nenhum comentário on "Diadema inicia turma inaugural do curso de cozinha vegetariana"

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *