Diadema inicia a vacinação dos profissionais de Segurança Pública

38 0

Texto: Tatiana Ferreira (PMD)

Da Redação – Os profissionais de Segurança Pública que atuam em Diadema começaram a ser imunizados contra a Covid-19 nessa segunda-feira, dia 5 de abril. Na cidade, a imunização acontecerá ao longo de toda a semana, de modo centralizado, nas dependências do 24º Batalhão da Polícia Militar, localizado na Avenida Nossa Senhora das Vitórias, 45 – Centro e vai beneficiar cerca de 1.600 profissionais das forças de segurança. 

A vacinação dos profissionais de segurança abrangerá policiais militares e civis, bombeiros, integrantes da Polícia Científica, agentes de segurança, agentes de escolta penitenciária e guardas civis metropolitanos municipais. 

No dia 31 de março foi realizada uma reunião no 24º BPM/M para pactuação das estratégias.  Estavam presentes o Secretário de Defesa Social Sr° Benedito Mariano, o Comandante da Guarda Civil Municipal (GCM) de Diadema Sr° Antônio S. Fonseca, o Tenente Coronel Hélio Patrício Júnior do 24°BPM, a coordenadora da Vigilância à Saúde, Franciele Finfa da Silva, representando a Secretária de Saúde do município e outros agentes que participarão dessa etapa da vacinação. 

Segundo a coordenadora da Vigilância à Saúde/SMS, Franciele Finfa da Silva, o encontro teve como objetivo discutir os protocolos sanitários que deverão ser seguidos e definir a operacionalização dos trabalhos. “A coordenação e operacionalização logística desta etapa da campanha de vacinação será das Forças Policiais, mas aqui em Diadema a equipe da Secretaria Municipal da Saúde irá auxiliar e dar todo o suporte técnico, inclusive cedendo profissionais de enfermagem para aplicação das doses, se necessário. Além disto, aqui no município conseguimos nos organizamos para vacinar também os Guardas Civis Patrimoniais e Agentes de Trânsito que atuam no município”.  

Vacinação solidária

Assim como as UBS que estão arrecadando doações de alimentos para ajudar famílias em situação de vulnerabilidade social, os profissionais das Forças de Segurança que forem se vacinar no 24º BPM/M, poderão, no momento da vacinação, fazer a doação de 1kg de alimento não-perecível ou um agasalho. A doação é voluntária e, mesmo que a pessoa opte por não participar, a vacina estará assegurada. 

Como vai funcionar

A campanha para imunização dos profissionais das Forças de Segurança será realizada em Quartéis da Polícia Militar. Nesta etapa, de 05 a 12 de abril, a vacina será destinada àqueles que estão na ativa e não se estende para familiares, aposentados ou outras pessoas que não atendam esta condição. 

É requisito para a imunização que o profissional faça o pré-cadastro no site https://vacinaja.sp.gov.br/. A vacinação vai ocorrer mediante agendamento, em datas, turnos e períodos estabelecidos previamente pelo comando local/instituição. 

Nos postos de vacinação estarão presentes representantes das Forças de Segurança atendidas, cada qual com responsabilidade pelo controle de seu efetivo. O profissional deverá procurar o representante da sua instituição e apresentar sua identidade funcional. A recomendação é que sejam observadas as medidas sanitárias, como uso de máscaras, álcool em gel, distanciamento social e evitar aglomerações.

A meta do Governo de São Paulo é vacinar nessa etapa da campanha 180 mil integrantes de forças de segurança que estão na ativa no Estado. Os trabalhadores que não estiverem na ativa ou que não atenderem os critérios médicos deverão aguardar novas informações. Mais informações em: https://www.policiamilitar.sp.gov.br/campanha/campanha-de-vacinacao 

Contraindicações e orientações sobre a vacina

Pacientes que fazem uso de imunoglobulina humana devem ser vacinados com pelo menos um mês de intervalo entre a administração da imunoglobulina e a vacina, de forma a não interferir na resposta imunológica. 

Portadores de desordens neurológicas, doenças crônicas (doenças de programação lenta e longa duração) e alergias, assim como pacientes imunossuprimidos devem consultar previamente seu médico sobre a vacinação. Para aqueles que já tiveram a Covid-19, a vacina só poderá ser aplicada 30 dias após o término dos sintomas da doença. 

Para as mulheres gestantes, lactantes e puérperas pertencentes a um dos grupos prioritários, a vacinação poderá ser realizada após avaliação cautelosa dos riscos e benefícios. Seguindo as orientações e precauções, conforme a bula do fabricante, sugere-se evitar a vacina durante a lactação. Será exigido para grávidas e lactantes a SOLICITAÇÃO MÉDICA (assinada e carimbada) como requisito para a imunização. Leve uma cópia da solicitação, a qual ficará retida para controle no posto de vacinação.

Em caso de dúvidas sobre contraindicações, oriente-se nos canais oficiais da Prefeitura de Diadema ou procure orientação médica. 

Total 0 Votes
0

Tell us how can we improve this post?

+ = Verify Human or Spambot ?

Nenhum comentário on "Diadema inicia a vacinação dos profissionais de Segurança Pública"

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *