Diadema cria o quarto grupo solidário de Comida de Rua

741 0

Da Redação – Nesta segunda-feira (18), às 10h, a Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Trabalho lança na Casa da Economia Solidária de Diadema a Unipop Açai, uma associação de vendedores da polpa do açaí, fruta rica em vitaminas e sais minerais muito apreciada na região norte do Brasil. A partir dessa data, dez novos moradores da cidade entram para o rol de empreendedores populares e passam a ter trabalho e renda.

O evento também lembra o Dia Nacional e Municipal da Economia Solidária, comemorado em 15 de dezembro. Diadema é uma cidade referência em ações de empreendedorismo social e tem a Lei Municipal 3.647, aprovada em 12 de abril de 2017, que estabelece o Dia da Economia Solidária e dos Empreendimentos Solidários.

Trabalho da IPESP – A organização da Unipop Açai é uma ação da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Trabalho, realizada por meio da Incubadora Pública de Empreendimentos Populares e Solidários de Diadema (IPEPS). Os empreendedores vão comercializar o açaí nos centro dos bairros, em potes de 200 e 400 ml, e o produto será transportado em carrinhos que foram adaptados para que a polpa tenha um armazenamento correto e possa ser vendida sem perder a qualidade.

Duas empresas de Diadema tiveram participação importante na criação do novo grupo de economia popular. Uma delas é Desfrute Açaí, que fornecerá a polpa processada e a outra, a Orbe Reboques, fabricante de trailers e food trucks, que montou o carrinho especialmente para o grupo. “Além de promover trabalho e abrir novas perspectiva para um grupo de pessoas, o importante dessa iniciativa é que também envolvemos essas empresas no projeto e isso movimenta a economia da nossa cidade”, disse o secretário de Desenvolvimento Econômico e Trabalho, Laércio Soares. A expectativa é que o número de empreendedores se amplie e mais pessoas participem da iniciativa.

Além do auxilio na criação da Unipop Açai e intermediação na padronização do carrinho, a Incubadora Pública de Diadema também proporcionou formação aos novos empreendedores. Durante o curso, eles receberam orientações de como fazer a abordagem nas ruas para a venda do produto, sobre higiene e uso do uniforme, e aulas de boas práticas de manipulação de alimento.

“Tudo isso é para dar condições ao novo grupo fazer um trabalho de qualidade e duradouro. A IPEPS tem essa preocupação já que se vai comercializar alimentos e isso tem a ver com a saúde das pessoas”, afirma o coordenador da Casa da Economia Solidária, Antônio Pires Soares. Ele explica que, atualmente, a Incubadora atende 12 experiências de economia popular e três deles são na área da alimentação. Tem o grupo da tapioca, do churrasco e do milho e também há ações com recicláveis, cultura e artesanato. No total, são mais de 400 pessoas envolvidas, que conseguem garantir trabalho e renda e o sustento de suas famílias.

Programação especial – Além das participações do vice-prefeito, Márcio da Farmácia, do secretário de Desenvolvimento Econômico e Trabalho, Laércio Soares, empreendedores populares e convidados, o evento de segunda-feira terá seu momento cultural. Aproveitando os tempos natalinos, está garantida a presença do Papai Noel do Sertão, performance vivida por Luiz Antônio Rodrigues dos Santos, e da estudante Senilda Eller Santana, que fará uma apresentação musical. Além de cantar, Senilda estuda na Escola Estadual João Ramalho onde participa de um projeto de economia solidária envolvendo 1.850 alunos.

Total 0 Votes
0

Tell us how can we improve this post?

+ = Verify Human or Spambot ?

Nenhum comentário on "Diadema cria o quarto grupo solidário de Comida de Rua"

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *