Deputado e pré-candidato Celso Russomanno é condenado a 2 anos de prisão

1087 0

Da Redação – De acordo com informações de matéria publicada neste domingo pela Folha de S.Paulo, o deputado federal e apresentador de TV Celso Russomanno (PRB-SP) foi condenado pela Justiça a dois anos e dois meses de prisão. O motivo da condenação foi o fato de o pré-candidato a Prefeitura de São Paulo ter nomeado Sandra de Jesus, gerente de sua produtora de vídeo, como funcionária de seu gabinete, entre 1997 e 2001. A punição pode ser convertida em penas alternativas.

Segundo a Justiça Federal, a mulher recebia salário como assessora pela Câmara dos Deputados, mas trabalhava de fato na empresa de Russomanno, a Night and Day Promoções. Celso Russomano lidera as pesquisas de intenção de votos na corrida à Prefeitura de São Paulo.

O episódio é semelhante a um novo caso noticiado pela Folha nesta semana. Russomanno nomeou como funcionários de seu gabinete cinco pessoas que atuam em sua ONG em São Paulo, o Inadec (Instituto Nacional de Defesa do Consumidor). Naquela ocasião, o deputado foi condenado por peculato e recorreu. O caso, então, seguiu para o STF, devido ao foto privilegiado parlamentar.

Neste processo, Russomanno negou ilegalidade e declarou que Sandra atendia consumidores em seu gabinete político em São Paulo (que funcionava no mesmo endereço de sua produtora) e cuidava da emissão de passagens aéreas.

A reportagem da Folha, no entanto, explica que várias testemunhas e documentos comprovaram que Sandra de Jesus, após ser nomeada para o gabinete do deputado, seguiu como gerente da empresa. Ela assinava as carteiras de trabalho de funcionários da produtora, por exemplo.

Total 0 Votes
0

Tell us how can we improve this post?

+ = Verify Human or Spambot ?

Nenhum comentário on "Deputado e pré-candidato Celso Russomanno é condenado a 2 anos de prisão"

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *