Deic prende trio com armas e 1,5 t de drogas e produtos químicos

1282 0

Da Redação – Policiais do Deic (Departamento Estadual de Investigações Criminais) descobriram um esquema de tráfico de drogas e aluguel de armas no Grande ABC. A ação aconteceu na última sexta-feira (25) e terminou a apreensão de 13 armas – fuzil, pistolas e revólveres – e pouco mais de 1.500 quilos de cocaína e produtos para mistura.

Segundo o delegado diretor do Deic, Emygdio Machado Neto, o grupo mantinha uma base de distribuição em Ribeirão Pires, no Grande ABC. No local era feita a mistura de cocaína e outros produtos, além do armazenamento e distribuição.

A descoberta do esquema aconteceu há 40 dias, quando integrantes da 1ª Patrimônio (Delegacia de Investigações sobre Roubo e Latrocínio) apuravam o aluguel de armas para a realização de roubos. “Até então os três envolvidos eram desconhecidos em suas atividades criminosas”, disse Machado Neto.

A equipe da 1ª Patrimônio passou a cruzar informações sobre os operadores do esquema. Isso permitiu identificar os envolvidos e, assim, pedir mandados de busca e apreensões contra um homem de 34 anos, conhecido como Caranga e apontado como líder do grupo. Os outros detidos são um químico, que tinha a alcunha de Gringo, e um promotor de eventos, cujo apelido era Digão – este último, dono de parte das armas encontradas.

Os investigadores desfecharam três ofensivas. O promotor de eventos foi detido dentro de uma academia de ginástica de Santo André, localizada em um shopping no bairro Paraíso. Ele levou os policiais até sua casa, em Santa Teresinha. A equipe da 1ª Patrimônio apreendeu no local quatro pistolas – três de calibre .380 e uma 9mm -, três revólveres calibre 38 e mais 138 munições, de diversos calibres.

Outra ação foi realizada no apartamento do Caranga, no Jardim Araguaia, em Mauá. Os policiais encontraram um fuzil calibre .556, duas pistolas – calibres .40 e 9mm – e 35 munições de diversos calibres, além de R$ 42 mil. Ele também tinha uma minivan GM Zafira com compartimento secreto para o transporte de drogas e armas.

A ofensiva final aconteceu em uma propriedade no bairro Chácara da Engenho da Serra, na zona rural de Ribeirão Pires, onde os policiais prenderam o químico. Ele era responsável por guardar 33.700 cápsulas de cocaína, 80 sacos contendo substâncias químicas e o entorpecente e 13 galões contendo acetona.

Também foram apreendidas duas pistolas calibre 9mm, um revólver calibre 357, 43 munições e 15 aparelhos celulares. A perícia contabilizou 179 quilos de cocaína e 1.355 quilos de insumos utilizados para aumentar a quantidade da droga. Gringo e Caranga foram autuados por tráfico e associação. Digão responde por posse de arma.

Total 0 Votes
0

Tell us how can we improve this post?

+ = Verify Human or Spambot ?

Nenhum comentário on "Deic prende trio com armas e 1,5 t de drogas e produtos químicos"

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *