D. Pedro prega em SA a construção de ponte entre Deus e as pessoas

159 0

“Que belo exemplo desse nosso querido padroeiro. Sermos pontes entre Deus e a humanidade, sermos traços de união entre as pessoas assim como foi Santo André, levando as pessoas até Jesus e levando Jesus às pessoas.”

Texto: Fabio Sales

Da Redação – Presidida pelo bispo diocesano Dom Pedro Carlos Cipollini, a Solenidade de Santo André Apóstolo, padroeiro da Diocese e da cidade andreense, aconteceu na noite de segunda (30/11), na Igreja Matriz do município, na Vila Assunção. “Que ele (Santo André) inspire nossa vida diocesana em todos os sentidos. Um santo que a providência divina nos deu como padroeiro. Santo André, rogai por nós!”, comenta Dom Pedro.

Participaram da celebração o vigário geral Pe. Ademir Santos de Oliveira; o vigário episcopal para a Pastoral, Pe. Joel Nery; o vigário episcopal para a Caridade Social, Pe. Ryan Holke; o vigário judicial Pe. Jean Eugênio Rafael Barros; o ecônomo e procurador Pe. Alex Sandro Camilo; o chanceler do bispado, Pe. William Mariotto Torres, além de sacerdotes, diáconos, seminaristas, vocacionados, religiosas e fiéis.

A missa atendeu a todos os protocolos sanitários e normas do decreto diocesano, respeitando as regras de distanciamento social mínimo de 2 metros, capacidade limitada a 30% do espaço da igreja, bem como cuidados de higiene, como o uso de máscara e álcool gel.

André, um “homem ponte” e “traço de união”

André, o primeiro apóstolo chamado por Jesus Cristo juntamente com seu irmão Pedro, descobriu a Palavra de Deus pela exigente fé que transforma a nossa vida, segundo os ensinamentos do Messias, deixando esse legado para nós.

“A Palavra de Deus fará de André, um homem ponte, como um traço de união entre as pessoas, entre acontecimentos e circunstâncias da vida, é assim que ele será um homem acolhedor e missionário. Os relatos do evangelho nos mostram André como um homem ponte, ponte de união e diálogo. É André que leva Pedro até Jesus, fazendo a ponte entre os dois, conforme relato do Evangelho de João (1,41-42)”, cita Dom Pedro, ao falar sobre a passagem bíblica: “Ele encontrou primeiro o seu próprio irmão Simão , e lhe disse: “Nós encontramos o Messias (que quer dizer Cristo).””

Modelo de vida motivado pela Palavra de Deus

De acordo com o bispo, “o apóstolo André que faz a ligação entre o menino que tinha dois peixes e cinco pãezinhos de cevada e Jesus para que ocorresse a multiplicação dos pães. É ele que facilita o encontro entre Jesus e os gregos, que desejavam conhecer Jesus”, recorda.

Nesta reflexão, Dom Pedro entende que o modelo de vida do padroeiro diocesano deve inspirar o nosso modo de agir na sociedade, privilegiando a cultura do encontro, da solidariedade e da justiça, em detrimento do egoísmo, da vaidade e da desigualdade social.

“A Palavra de Jesus Cristo é um remédio para André, que encontra esperança no Messias consolador; a Palavra de Jesus é um alimento para André, que estava faminto da verdade. André ouviu a Palavra de Jesus e a acolheu em seu coração. E por isso se dedicou de corpo e alma a anunciar essa palavra”, conclui.

Total 0 Votes
0

Tell us how can we improve this post?

+ = Verify Human or Spambot ?

Nenhum comentário on "D. Pedro prega em SA a construção de ponte entre Deus e as pessoas"

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *