Crianças com autismo participam de oficinas de música na Univali

226 0

Trabalho que começou em 2016 já rendeu composição coletiva e gravação de música sobre o transtorno

Melodia, ritmo, composição e sonoridades são usadas como ferramentas de inclusão social

Crédito-foto: Bia Mattar

Da Redação – O combinado melódico e harmônico de ritmos e pausas que formam uma canção pouco a pouco é trabalhado como instrumento para inclusão e desenvolvimento social de um grupo de cerca de 20 crianças com autismo que participam de oficinas semanais de música, na Universidade do Vale do Itajaí (Univali), Campus Itajaí.

O trabalho iniciou em 2016, sob a coordenação de professores dos cursos de Música e Medicina, e segue com atividades todas as quartas-feiras, das 17h30 às 19h, na sala 208 do bloco D8.

A proposta nasceu da intenção do Grupo de Percussão de Itajaí, coordenado pelo professor do curso de Música, Rodrigo Gudin Paiva, de fazer um trabalho social e de educação inclusiva, somada ao diálogo que tiveram com a médica neuropediatra Cristina Maria Pozzi, professora do curso de Medicina da Univali, que também é musicista e atuou no Centro Especializado em Reabilitação Física e Intelectual (CER II) da Univali.

As oficinas dividem-se entre momentos de apreciação, socialização e da prática musical, com instrumentos musicais de percussão e alternativos, ou seja, objetos sonoros do cotidiano. No segundo semestre de 2018, o trabalho passou a integrar o projeto de extensão “Educação Musical: ações comunitárias para inclusão e desenvolvimento social”, que conta ainda com a participação dos professores Eusébio Kohler, Liza Amaral e Valéria Oliveira, da Escola de Educação da Univali.

Neste ano, além das atividades com as crianças, também iniciaram oficinas e diálogos com as mães e os pais que aguardam seus filhos, no intuito de oportunizar um momento de troca entre eles.

Em 2018, o grupo compôs a música “Não faz mal pro Brasil” sobre o autismo. Eles gravaram a canção como faixa extra do projeto Via Música, concurso idealizado e produzido pela gravadora e produtora cultural Café Maestro Produções. O processo criativo e a pré-produção musical da canção foram feitos durante as oficinas semanais.

No próximo sábado, dia 6 de abril, às 10h, eles participarão da “Caminhada do Autismo”, organizada pela Associação de Pais e Amigos do Autista de Itajaí (AMA Itajaí) para chamar a atenção da população para as singularidades do transtorno do espectro autista. O evento será na Rua Hercílio Luz, com saída do Píer Turístico rumo à Casa da Cultura Dide Brandão, e a música feita pelas crianças será o tema principal da caminhada, escolhida como hino pelas famílias itajaienses.

Total 2 Votes
0

Tell us how can we improve this post?

+ = Verify Human or Spambot ?

Nenhum comentário on "Crianças com autismo participam de oficinas de música na Univali"

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *