Corinthians vira sobre o Coritiba nos acréscimos e assume a ponta

516 0

Da Redação – Foi aquela vitória que todo corintiano gosta: sofrida, molhada, na garra e no finalzinho do jogo. Neste sábado, na Arena Corinthians, contra o Coritiba, a torcida apoiou e o Timão venceu de virada e assumiu provisoriamente a liderança do Brasileirão, com 13 pontos. O time perdia por 1 a 0 até os 44min do segundo tempo, gol de Negueba, no final do 1º tempo. Mas a torcida, que lotou a arena, acreditou e passou força aos jogadores. André, aos 44 min, e Uendel, já nos acréscimos, viraram o jogo para o Corinthians: 2 a 1.

Antes do criticado centroavante entrar em campo no lugar do jovem zagueiro Pedro Henrique (em uma substituição ousada de Tite), o Coritiba havia aproveitado um contra-ataque no final do primeiro tempo para abrir o placar com o atacante Negueba.

Com mais da metade do primeiro tempo transcorrida – e já sem sinais de fumaça dos sinalizadores e com a chuva abrandada em Itaquera –, o Corinthians passou a pressionar o Coritiba. Mas ainda faltava criatividade ao ataque que tinha o hesitante Marlone no lugar do poupado Giovanni Augusto. Quando já parecia que as equipes iriam empatadas para o vestiário, veio o gol do Coritiba. Aos 46 minutos, Marlone perdeu a bola na ponta esquerda e, na sequência do lance, Dodô lançou Negueba. O atacante ganhou de Fagner na velocidade e bateu para o gol defendido por um titubeante Walter.

A desvantagem no placar – além da atuação errante de Marlone – fez Tite recorrer a Giovanni Augusto desde o início do segundo tempo. Com a formação ofensiva com a qual reagiu no Brasileiro, o Corinthians retomou a pressão. Marquinhos Gabriel parou em Wilson em um chute de primeira na pequena área e, pouco depois, Giovanni Augusto cabeceou por cima da meta.

Bruno Henrique ficou ainda mais perto de igualar o marcador. Em uma bola salva por Luciano na esquerda e cruzada por Uendel, o volante cabeceou cruzado, acertando o pé da trave. Tão empolgado quanto a torcida ficara, Tite resolveu reforçar o seu sistema ofensivo a partir de então, com a entrada de Danilo no lugar de Cristian.

A alteração deixou o Corinthians exposto a contra-ataques como aquele em que Negueba abriu o placar. Mais disposto a se defender depois de incomodar Walter em uma e outra ocasiões, o Coritiba aceitou as investidas dos donos da casa, que passaram a correr sem organização – inclusive com André na vaga de Pedro Henrique.

Quem desperdiçou a chance do empate, desta vez, não foi André. Aos 38 minutos, Fagner fez o cruzamento da direita, e Marquinhos Gabriel, livre para fazer o gol, finalizou de primeira para fora. O lance desanimou muita gente nas arquibancadas. André, no entanto, finalmente entrou em ação. O contestado centroavante se esticou para aproveitar na segunda trave um cruzamento da esquerda de Uendel, aos 44 minutos. Todos os reservas se aglomeraram para cumprimentá-lo, enquanto Itaquera estava em êxtase.

E no final do jogo, os mais de 26 mil torcedores fizeram a festa. No último lance da partida, aos 49min, Uendel subiu bem para completar para o gol um cruzamento de Marquinhos Gabriel e deixar o campeão brasileiro de 2015 na ponta da tabela de classificação em 2016.

Total 0 Votes
0

Tell us how can we improve this post?

+ = Verify Human or Spambot ?

Nenhum comentário on "Corinthians vira sobre o Coritiba nos acréscimos e assume a ponta"

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *