Consórcio ABC discute retorno das aulas presenciais na região

356 1

Em assembleia, prefeitos analisaram pesquisa regional e orientações das secretarias de Saúde e Educação das sete cidades

Texto: Rodolfo Albiero (CIGABC) – Crédito-foto: Gabriel Inamine (PMSBC)

Da Redação – O Consórcio Intermunicipal Grande ABC definiu nesta terça-feira (11/8) que as aulas presenciais na rede privada de ensino das sete cidades serão retomadas na mesma data do retorno das escolas da rede pública. A decisão foi tomada em assembleia realizada por meio de videoconferência.

Durante a reunião, os prefeitos analisaram pesquisa regional sobre a intenção de retorno dos alunos às aulas presenciais. Em um total de 87.609 pais entrevistados, 83% se manifestaram contra a retomada das aulas presenciais neste ano.

A rede municipal de ensino do Grande ABC é composta de 645 escolas nas setes cidades, com mais de 200 mil alunos matriculados, 13,2 mil professores e 9,8 mil funcionários. A decisão colegiada segue orientação dos Grupos de Trabalho (GTs) Educação e Saúde da entidade regional, que reúnem representantes das pastas das sete cidades.

O presidente do Consórcio ABC e prefeito de Rio Grande da Serra, Gabriel Maranhão, ressaltou que o objetivo dos governantes municipais é garantir a segurança e a saúde de estudantes, professores, servidores e trabalhadores da área, bem como dos familiares de todos que integram o segmento.

“A decisão dos prefeitos tem como objetivo assegurar que o retorno às aulas seja responsável, cuidadoso e seguro, de forma a garantir prevenção e segurança a alunos, professores e funcionários tanto das redes pública quanto da privada de ensino”, afirmou Maranhão.

Santo André, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra já determinaram que o retorno das aulas só ocorrerá em 2021. São Bernardo, São Caetano e Diadema seguirão avaliando a evolução dos seus índices epidemiológicos e as determinações do Governo do Estado para uma nova comunicação até 30 de setembro.


Total 4 Votes
0

Tell us how can we improve this post?

+ = Verify Human or Spambot ?

1 comentário on "Consórcio ABC discute retorno das aulas presenciais na região"

  1. Regina Ribeiro

    MINHA OPINIÃO: Segundo uma pesquisa da Universidade de Minnesota, nos Estados Unidos, o coronavírus deve continuar circulando pelo mundo pelos próximos 02 anos.Então na minha humilde opinião, isso significa que, mesmo que a pandemia retroceda no Brasil, o retorno das aulas presenciais exigirá o máximo de cautela para que este ambiente não se torne um foco de transmissão da doença. Assim como tem acontecido em outros países, por aí também serão necessárias diversas adaptações na infraestrutura das escolas para torná-las mais seguras, além do desenvolvimento de ações junto às famílias dos estudantes para orientar sobre a nova realidade escolar e cuidados com questões socioemocionais que possam impactar o aprendizado. É certo que a escola não vai ser o mesmo ambiente deixado pelos estudantes no mês de março de 2020. Agora, será necessário cumprir uma série de regras indispensáveis para a manutenção da saúde e bem-estar de toda a comunidade escolar.Portanto caberá às Prefeituras do ABC, através do Consórcio Intermunicipal do Grande ABC, orientar as escolas (públicas ou privadas) a preparar-se em infraestrutura para o retorno no que se refere à desinfecção do ambiente, controle de temperatura, aparato de profilaxia com EPIs, redução de turmas adotando rodízio, afastamento dos funcionários e professores que pertencem ao grupo de risco; reorganização das carteiras em sala de aula e mesas das áreas de convivência para respeitar o distanciamento social. Além disso, que estas antes mesmo de os estudantes voltarem para a escola, enviem informativos para as famílias e colaboradores sobre os novos comportamentos exigidos nesse espaço. Além disso, é recomendado aplicar uma avaliação pedagógica de nivelamento para saber o quanto os alunos aprenderam durante as aulas remotas. A partir daí, os professores poderão preparar as suas revisões de conteúdo conforme a necessidade das turmas. Por: Regina Ribeiro – pedagoga – andreense e moradora em Lisboa – Portugal)

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *