Concessão de rodovias em SP gera empregos e desenvolvimento regional

799 0

Da Redação – A concessão de quatro novos lotes de rodovias no Estado de São Paulo, além de aumentar o conforto e a segurança dos usuários e implementar muitas melhorias em cerca de 2.266 quilômetros de pistas, tem atrelado o desenvolvimento regional de dezenas de municípios vizinhos às rodovias que passarão a ser administradas pela iniciativa privada. Além disso, a concessão desses quatro novos lotes vai proporcionar economia aos cofres estaduais, que significa mais verba para outras áreas prioritárias de São Paulo como Educação, Saúde, Segurança, entre outras. E, principalmente, mais empregos para a população e mais verbas para as prefeituras.

Foi realizada nesta terça-feira, no auditório do DER, em São Paulo, a primeira das cinco audiências públicas agendadas para discutir o projeto da nova etapa de concessões rodoviárias do Estado de São Paulo. As próximas audiências ocorrem em Assis, nesta quarta (27), às 14h, no auditório da Câmara Municipal (Rua José Bonifácio, nº 1.001, Leblon); Capão Bonito (na quinta-feira, 28, às 9h), no auditório da FATEC; Araraquara (1º de fevereiro, às 9h), no auditório da ETEC Professora Anna de Oliveira Ferraz, e Peruíbe (2 de fevereiro, às 9h), no Auditório Afinidades.

Rodovias sob concessão são garantia de mais desenvolvimento para os municípios vizinhos às pistas. E também garantia de benefícios, não somente para os usuários das estradas, mas para os moradores dessas cidades, para o Estado de São Paulo e para o País. Desde o ano 2000 até dezembro de 2015, os 201 municípios que têm suas terras nos 6,4 mil quilômetros de rodovias que atualmente estão sob concessão receberam aproximadamente R$ 3,6 bilhões de repasse do Imposto Sobre Serviços (ISS) cobrado na tarifa de pedágio.

É verba que mensalmente sai direto do Programa de Concessões Rodoviárias do Estado de São Paulo e vai para os cofres das prefeituras. Estes valores retornam para que os municípios possam utilizar nas suas prioridades, na expansão de infraestrutura de transporte ou qualquer outro setor que os munícipes julgarem importante.

As 20 concessões paulistas, em andamento desde 1998, garantem ainda 23 mil empregos diretos e indiretos à população das cidades localizadas no entorno das rodovias. Esse dado é referente ao quadro com base em dezembro de 2015. O Estado de São Paulo tem hoje 19 das 20 melhores rodovias do Brasil, segundo pesquisa de opinião realizada pela Confederação Nacional dos Transportes (CNT) e divulgada no fido ano passado. E qual a importância disso? Para um País que depende majoritariamente do transporte rodoviário, a qualidade das rodovias e a intermodalidade representa os diferenciais competitivos de São Paulo. A infraestrutura paulista impulsiona as exportações, garante empregos e desenvolvimento regional.

Basta observar os empreendimentos que passaram a se instalar no Estado e utilizam as rodovias sob concessão. São inúmeros parques industriais, centros logísticos, indústrias automobilísticas, condomínios industriais, redes de postos de serviços e abastecimento, entre outras empresas.
Exemplo é a instalação da fabrica da Honda automóveis, em Itirapina, que teve um investimento de R$ 1 bilhão na cidade. Em Valinhos, a Bionovis, empresa do ramo de biofármaco, investiu R$ 739 milhões para criar sua nova fábrica, melhorando o desenvolvimento do município. Em Jaguariúna, a Sky desenvolveu seu centro de transmissão, com investimentos de R$ 1,3 bilhão. Em Jacareí, a Cherry Motors implantou uma fábrica de automóveis (R$ 300 milhões). Há ainda várias empresas que implantaram unidades no Interior devido a facilidade de acesso e boas rodovias: a Hyundai-Rotem (Araraquara), a Exco (Sorocaba) a Mercedes (Iracemápolis), a Orygen (São Carlos), entre outras.

Total 0 Votes
0

Tell us how can we improve this post?

+ = Verify Human or Spambot ?

Nenhum comentário on "Concessão de rodovias em SP gera empregos e desenvolvimento regional"

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *