Felipão é Segunda Divisão

1215 0

Saulo Leite – O futebol brasileiro realmente passa por uma fase crítica em todos os setores.Faltam talentos, bons dirigentes e dá para contar nos dedos os grandes técnicos estudiosos do futebol. O grande exemplo da decadência não poderia ser outro: Luiz Felipe Scolari, da Seleção Brasileira. Contratado por aproximadamente 700 mil reais mensais pelo Palmeiras, Felipão foi o grande responsável pelo rebaixamento do tradicional clube à Série B do Brasileiro.

No Palmeiras, colecionou inimizades com jogadores, dirigentes e até a imprensa que sempre considerou sua grande inimiga. Felipão mostrou no Verdão ser um técnico desatualizado, cujo método de trabalho “durão” já não emplaca mais. Tanto que o atacante Kleber, antes de se transferir para o Cruzeiro, foi taxativo: “80% do elenco não suporta o Felipão”.

Antes do Palmeiras, Felipão teve passagem curta pelo Chelsea da Inglaterra. Teve até bom aproveitamento. Em 35 partidas, ele somava 20 vitórias, 11 empates e apenas quatro derrotas, tendo conquistado 67,6% dos pontos.

Os números são superiores aos que ele havia obtido no comando da seleção portuguesa, quando conseguiu aproveitamento de 63% nas 31 partidas em que dirigiu a equipe lusa: foram 17 vitórias, oito empates e seis derrotas. Mas seu jeitão duro não foi aceito nem por jogadores e dirigentes. Muito menos pela torcida que exigiu sua saída.

Mas, como no Brasil tudo é diferente, eis que mesmo entregando o time praticamente rebaixado a Gilson Kleina, Felipão foi escolhido para dirigir a Seleção Brasileira. Mais pelo passado e por ter ganho um título mundial, em 2002, graças a Ronaldo Fenômeno, Rivaldo e ao milagroso goleiro Marcos.

Se houvesse um ranking oficial de treinadores, Felipão, com certeza, já teria sido rebaixado à a Segunda Divisão.

Com isso, a CBF jogou pelas janelas um trabalho de renovação iniciado por Mano Menezes. E o que vem acontecendo? Nos bastidores, já se fala que o treinador vem colecionando inimizades. Foram cinco jogos amistosos e apenas uma vitória contra a modesta Bolívia.

Se fosse por merecimento, Mano Menezes deveria permanecer no cargo. Mas já que ele não é considerado simpático pelos atuais confusos dirigentes da CBF, tinham as opções de Tite, do Corinthians, e Abel Braga, do Vasco. Aliás, dois treinadores de estilos diferentes, mas capacitados. E com bom relacionamento entre todos os setores.

Próximo da Copa das Confederações, o futebol brasileiro agora aguarda que “Deus seja mesmo brasileiro”. Com Felipão e um amontoado de jogadores indicados por empresários, o Brasil, não só na Copa das Confederações, mas também na Copa de 2014, pode passar por um fiasco. Bem maior quando perdeu a Copa do Mundo de 50 para o Uruguai no Maracanã. Será que ainda dá tempo para mudar tudo?

 


Frase 1

Tem muitas pessoas que não sabem muito o que querem e ficam atacando os outros. Mas sou católico apostólico romano e acredito que Deus sempre perdoou os ignorantes. E eu perdoo os ignorantes

 

Pelé, o Rei do Futebol, respondendo várias críticas que recebeu recentemente de Romário ex-atacante da Seleção Brasileira

 

Frase:

Pelé não é católico, não. Ele não assumiu nem a filha que teve. Isso não é papel de um pai católico. Ele nem foi no enterro da filha. Pelé tem que se olhar espelho. Ele está enganado em relação a quem é ignorante. Tanto que o time que ele quer que seja a base da seleção estava bem representado no Mineirão, empatou com o Chile e ganhou a maior vaia da história. Eu é que sou ignorante?

 

Romário, deputado federal e ex-jogador, ao comentar a resposta de Pelé sobre suas críticas ao Rei do Futebol

 


 

CURTINHAS

 

COMEMORAR O QUÊ? – Alguns dirigentes do São Bernardo FC comemoraram como se fosse a conquista de um título o não rebaixamento a Série B do Paulista. Claro que permanecer na elite do futebol paulista é elogiável. Mas dai a pensar que tudo está correto é outra história.

ALGO ERRADO – Aliás, o São Bernardo fez muitos investimentos para o Paulistão e o elenco ficou devendo. No mínimo, deveria ter conseguido uma das oito vagas para a Segunda Fase da competição. Equipes como Panepolense, Mogi Mirim e Botafogo de Ribeirão Preto gastaram muito menos e vão disputar a segunda fase junto com os quatro clubes grandes. Alguma coisa está errada no Tigre…

REAÇÃO – Com a reação do Tigre na Copa do Brasil, parece que nem tudo está perdido. Depois de empatar em 1 a 1 com o Paraná em casa, o time venceu por 3 a 2 fora e está classificado pela primeira vez para a próxima etapa da Copa do Brasil. Uma competição importante para colocar o clube no cenário nacional. Quem sabe montar uma base visando já a temporada de 2014.

AZULÃO EM CRISE – O rebaixamento a Série B do Brasileiro deixou o ambiente muito tenso no São Caetano. O presidente Nairo Ferreira de Souza já é muito questionado, até por torcedores, pelas contratações de jogadores veteranos como Rivaldo, Fábio Costa, Jobson e Ney Parayba.

PRESSÃO EXTERNA – Entre os torcedores, correm vários boatos. Um deles diz que quem manda no clube é o empresário Saul Klein. Outro boato é que empresários de futebol colocam jogadores inexpressivos no Azulão para fazer dinheiro. Nairo desmente e diz que Saul Klein há alguns anos ajudou a trazer empresas para patrocinar o clube é atualmente é apenas um grande torcedor do time. E não confirma que os empresários são os “donos” do clube.

DIADEMA NA SEGUNDONA – Finalmente, Diadema vai realizar o sonho de ter um time profissional. É o Clube Atlético Diadema que estreou na Segunda Divisão de Profissionais neste sábado, às 15h no Estádio Distrital do Jardim Inamar contra o Grêmio Mauaense, outro representante da região. O EC São Bernardo também disputará a competição e o Palestra continuará de licença.

PADRINHO FORTE – Além do apoio da Prefeitura, o time de Diadema terá também ajuda do ex-presidente do Corinthians Andrés Sanches que compareceu a cerimônia de apresentação do time na Câmara de Diadema. O técnico é Ataliba, ex-atacante do Corinthians. Fundado em 2007, o clube já conta com um elenco de 28 jogadores. O clube também realiza um trabalho nas equipes sub-11 até a sub-20.

E O GRAMADO…? – A nova arena Mineirão, reinaugurada com o jogo da Seleção Brasileira contra o Chile, está com um gramado muito ruim. Aliás, existe uma preocupação dos dirigentes que os estádios brasileiros não deverão estar em perfeitas condições para a Copa das Confederações de 15 a 30 junho.

BAGUNÇA TOTAL – Aliás, o empate de 2 a 2 com o Chile caiu do céu para o Brasil. O time de Felipão foi um desastre e mostrou que realmente sem os “estrangeiros” a equipe fica pior. Não será fácil para o Brasil disputar a Copa das Confederações com uma equipe tão fraca como a atual.

RANZINZA – O técnico Luiz Felipe Scolari manteve o seu comportamento habitual após o empate de 2 a 2 com o Chile. O treinador se irritou ao ser perguntado por um repórter se temia perder o cargo caso o time fosse mal na Copa das Confederações. Felipão disse: ”sem resposta” e se retirou da coletiva.

QUEM FICA? – OS times brasileiros iniciam na próxima semana a disputa das oitavas-de-final da Libertadores da América. Todos os seis times vão participar do mata-mata. Mas o jogo do Corinthians contra o Boca Juniors, na quarta-feira, deve ser emocionante. O Boca não está com um grande time, mas mesmo assim costuma crescer nesses momentos. O Corinthians, bem entrosado, espera arrancar pelo menos um empate para decidir a vaga no Pacaembu. Fluminense, Grêmio, São Paulo, Atlético Mineiro e Palmeiras também sonham com a classificação às quartas-de-final.


* Saulo Leite é jornalista profissional e profundo conhecedor do esporte na região. Sugestões, criticas ou elogios: sauloleitejornalista@gmail.com

Total 0 Votes
0

Tell us how can we improve this post?

+ = Verify Human or Spambot ?

Nenhum comentário on "Felipão é Segunda Divisão"

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *