Meu coração é verde-amarelo

964 0

* Odila Giunta – As Olimpíadas começaram na Terra da Rainha. Sentia a cidade vibrante, muita gente chegando, todos os canais de tv falando sobre isso, nos websites visitados, tava lá as argolas, mas isso era o externo e eu era só coadjuvante como muitos, as estrelas estavam nas quadras, nas pistas, piscinas e afins.

Mas só fui sentir do que a coisa se tratava quando fui fazer parte disso, indo ao ao Parque Olímpico, respirando o ar das Olimpíadas. Para essa experiência ter acontecido quero aqui agradecer a Tathiana Santana, minha grande amiga pelos tickets cedidos generosamente a mim.

Chegar em Stratford foi fácil, naquela multidão toda havia uma organização incrível. Ao passar pela segurança , o que as vezes é estressante, foi uma ótima experiência – policiais sorridentes, receptivos e de bom humor.

Ao entrar no Parque Olímpico foi emocionante, bem na frente, os arcos olímpicos, ao fundo a vila olímpica, mais adiante a tocha queimando.e quando avistei a primeira bandeira brasileira (o Brasil jogava naquela tarde no handebol feminino – e ganhou) me arrepiei ..

Lá dentro cada um carregava um pouco do seu País – nas camisetas, bonés, diferentes nações traziam o colorido para tarde. Eu gosto muito de morar aqui, mas meu coração é verde amarelo, e quando o hino toca me leva pra casa – volto pras minhas raízes.

Ali, ninguém parecia pensar na Guerra que acontece lá fora,na crise econômica da Europa, nos perrengues do dia -a -dia, no caos. Ali o tempo era outro.

Torci pelo Brasil , gritei na frente da TV e no estádio e foi uma experiência muito legal.

O Brasil por ser o País cede das próximas Olimpíadas estava na mídia, assim como a Somerset House fez uma boa programação e claro, brasileiríssima. Por semanas músicos brasileiros que moram aqui foram convidados a trazer o Brasil pro palco, cada um no seu estilo, e também uma exposição do fotógrafo Sebastiao Salgado, artes plásticas e filmes brasileiros no telão.

Assistindo o encerramento pela TV, com um pouco de irritação por ser tão longo e aqui tava ficando tarde, e eu estava esperando a parte do Brasil, mas me esqueci rápido desse detalhe quando ouvi o Hino Brasileiro, vi o estádio se colorir com as cores destaques da bandeira do Brasil, Marisa Monte, Seu Jorge e o famoso gari indo buscar o Pelé, ao som de “Aquele Abraço”, me emocionei. Então, eu te digo uma coisa: se aqui foi muito bom, au, em 2016, no Rio-Brasil, vai ser muito melhor. E eu já sei que tem gente torcendo o nariz para esta festa, mas vocês também se renderão.

See you then! Odila By London

 

* Odila Giunta é jornalista, promotora de eventos em Londres, e natural de São Caetano, no Grande ABC

Total 0 Votes
0

Tell us how can we improve this post?

+ = Verify Human or Spambot ?

Nenhum comentário on "Meu coração é verde-amarelo"

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *