Talismã sai do banco e garante a vitória do Corinthians sobre o Coxa

175 0

Foto – Crédito: Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians

Da Redação – A torcida corintiana, por alguns minutos, pensou que o Coritiba, penúltimo colocado no Brasileirão, seria outro carrasco do líder Corinthians, que fez um grande primeiro turno, lidera a competição, e hoje tenta reencontrar o caminho das vitórias. O Timão até venceu por 3 a 1, mas o 1º tempo foi de susto. Se é verdade quem tem um ‘talismã’ tem tudo, o do Corinthians, Clayson, fez a sua parte. Pela terceira vez consecutiva.

Depois de sair na frente, com gol do artilheiro Jô, o Corinthians sofreu o empate com uma cabeçada sem muito esforço de Henrique Almeida, numa pixotada da defesa que não cortou o cruzamento. A torcida parecia não acreditar. Veio o segundo tempo, e com ele o talismã Clayson, que saiu do banco para fazer os dois gols da virada corintiana: 3 a 1, em casa, e a manutenção da liderança e uma vantagem considerável de 11 pontos sobre os dois times que ocupam o segundo lugar: Santos e Cruzeiro.

Sufocando o Coritiba, os mandantes abriram o placar logo aos nove minutos. Jadson acertou um toque de calcanhar na medida para Jô dominar e bater na saída do goleiro Wilson. Belo gol na arena do Corinthians, o 14º do atacante no Brasileirão. O lance acabou sendo também uma vitória para Jadson, tão criticado nos últimos jogos, mas que mesmo assim foi mantido na equipe por Fábio Carille. Parecia que a noite seria da reabilitação do meia e de um resultado positivo conquistado sem grandes sustos, mas o Coritiba teve que sair do campo de defesa, pois uma derrota complicaria demais a sua vida na luta contra o rebaixamento.

E foi assim que começou a brilhar a estrela de Cássio. Antes de levar o gol, em que não teve culpa, Cássio aproveitou para mostrar à Tite que realmente merecia estar entre os selecionáveis. Ele fez pelos menos três excelentes defesas ou milagres, para quem preferir chamar assim. Em menos de 10 minutos, pegou uma cabeçada de Cleber Reis, uma tentativa de Henrique Almeida (que depois o árbitro marcou impedimento) e mais uma outra do atacante, que apareceu livre na pequena área e o goleiro dividiu com ele e levou a melhor.

Até que, aos 39 minutos, não deu para evitar. Thiago Carleto cobrou escanteio, Henrique Almeida aproveitou que a defesa corintiana ficou parada – principalmente Pedro Henrique – e, livre, saltou bonito e cabeceou. Cássio parecia assustado ao ver o atacante sozinho na sua frente e nada conseguiu fazer. Antes de acabar o primeiro tempo, Pedro Henrique ainda se aventurou ao ataque e, após cair dentro da área, reclamou bastante pelo árbitro não marcar pênalti.

No segundo tempo, com outra noite ruim de Guilherme Arana, o Coritiba voltou ameaçando. Arana teve uma atuação muito ruim tanto no ataque quanto na defesa. Empolgado, o clube paranaense quase virou aos 4 minutos com Tiago Real, que chutou cruzado e foi preciso mais um milagre de Cássio. Fábio Carille resolveu tirar Maycon e colocar Clayson, pois precisava ter mais opções na criação e para segurar a bola no ataque. A mudança fez o time da casa mudar de postura e buscar a vitória.

Aos 20 minutos, Marquinhos Gabriel cruzou e Clayson quase marcou de cabeça – Wilson pegou. O tempo ia passando e nada de sair o gol. A torcida, impaciente, começou a pedir Pedrinho, que voltou a ficar como opção no banco de reservas após se ausentar por vários jogos.

Antes que Fábio Carille pensasse em fazer o que a torcida pedia, Clayson também mostrou que estava em uma noite inspirada. Aos 33 minutos, Léo Príncipe cruzou, Rodriguinho desviou para o atacante dominar e chutar quase caindo para colocar o Corinthians na frente de novo.

O mesmo atacante que marcou gols no empate com São Paulo e Cruzeiro nos últimos dois jogos (ambos por 1 a 1). E para a festa ficar completa, o talismã corintiano contou com a sorte para fechar o placar. Aos 43 minutos, Rodriguinho chutou de longe, a bola bateu na trave esquerda de Wilson e voltou nos pés dele, que só teve o trabalho de empurrar para as redes.

Confira a 27ª rodada do Brasileirão – Flamengo-RJ 1 x 1 Fluminense; Vitória x Sport; Ponte Preta 1 x 1 Santos; Palmeiras 2 x 2 Bahia; Botafogo 2 x 1 Chapecoense; Atlético-PR 2 x 2 Atlético-GO; Corinthians 3 x 1 Coritiba; Atlético-MG 1 x 0 São Paulo; Grêmio 0 x 1 Cruzeiro e Avaí 1 x 2 Vasco

Total 0 Votes
0

Tell us how can we improve this post?

+ = Verify Human or Spambot ?

Nenhum comentário on "Talismã sai do banco e garante a vitória do Corinthians sobre o Coxa"

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *