Cláudio Lacerda canta Almir Sater, Renato Teixeira e Paulo Simões

100 0

Nos três últimos shows do projeto Canções para Acordar o Sol, o cantor e compositor Cláudio Lacerda apresenta músicas de seu repertório autoral, canta a natureza em canções regionais e presta uma homenagem a Almir Sater, Renato Teixeira e Paulo Simões.

Da Redação – Nos dias 25 de março, 1 e 8 de abril de 2021, às quintas-feiras, sempre às 20h00, acontecem os três últimos shows da temporada “Canções para acordar o Sol”, projeto musical de um dos artistas mais importantes da música caipira contemporânea, o cantador Cláudio Lacerda. 

Os shows inéditos que serão transmitidos gratuitamente pelo canal do cantor no Youtube (www.youtube.com/ClaudioLacerdacantador) trarão canções importantes de discografia do cantor, releituras de grandes sucessos da música brasileira, influenciados pela cultura do campo, além de canções regionais. 

Grande defensor da cultura campesina, o cantor, compositor, instrumentista e pesquisador Cláudio Lacerda apresenta em suas produções artísticas as inspirações e aspirações desses povos, os lamentos da vida na roça, os desafios do homem do campo, a natureza, a preservação da identidade e suas oralidades.

No dia 25 de março, o show “Canções de Almir, Renato & Simões” presta uma homenagem aos artistas Almir Sater, Renato Teixeira e Paulo Simões, com um repertório de clássicos da carreira destes, que bem representam a música caipira contemporânea.

“Esses compositores me influenciaram profundamente desde o início da minha carreira. Inclusive no meu primeiro disco (2002), a música Pantaneira traz uma citação sobre os três: Pra comparar tanta beleza e magia, é certo que Almir, Renato e Simões, com verso, som e maestria, a colocariam em suas canções…”, comenta Cláudio Lacerda. 

Na época, a citação rendeu uma grande amizade de Cláudio com Paulo Simões, único dos três que ele ainda não conhecia, e com quem viria a compor canções em parceria.  

Neste show o cantor faz questão de exaltar a importância desses três artistas para a música caipira contemporânea e enaltecer a potência de suas composições “São os novos caminhos da música caipira”, ele complementa. 

No dia 01 de abril, o show “Olhos D’Água” busca sensibilizar os ouvintes, através de canções regionais, a retomar uma relação fundamental de respeito com nossos mananciais, para assegurar assim o bem estar das futuras gerações, inspirando o lado ambiental e cidadão das pessoas para questões que envolvam o uso da água e sua preservação.

A data da realização deste show foi escolhida também para relembrar o Dia Mundial da Água (DMA), celebrado em 22 de março, data instituída pela Organização das Nações Unidas (ONU).

“Esse show surgiu a partir de um momento em que fiquei muito tocado com a questão ambiental. Fui buscar referências com ambientalistas, conversar com outros artistas também preocupados com a questão e criei um repertório com canções que abordam o tema da água e do meio ambiente, como é o caso de Sobradinho (Sá & Guarabyra), Planeta Água (Guilherme Arantes), entre outras. Uma forma de sensibilizar as pessoas para o uso correto da água, a importância de cuidar das nossas nascentes e  assim por diante”, explica Lacerda.

A temporada termina no dia 08 de abril com “Cantador”, espetáculo com um repertório autoral de Lacerda e seus parceiros, evidenciando o compromisso que compositores contemporâneos como ele, pouco valorizados pela grande mídia, insistem em manter, para que não seja perdido o fio da meada da nossa história. Que evolui sim, como poderá ser notado, porém com raízes profundas em nossa identidade cultural.

Com mais de vinte anos de estrada desenvolvendo um projeto pessoal de fomento da cultura brasileira, Cláudio é idealizador do projeto “ConSertão”. São concertos gratuitos ao ar livre, onde ele interpreta clássicos da música caipira acompanhado por uma Orquestra Sinfônica em arranjos inéditos de Neymar Dias, que também é o solista na viola caipira. Nas duas edições do projeto foram realizados 10 concertos em cidades paulistas com público médio de 4.000 pessoas, viabilizados pelo ProAC ICMS.

Cláudio sempre esteve ligado à música campesina, elo reforçado no período que realizou sua graduação em zootecnia em Botucatu (SP). Deixou de exercer a zootecnia no ano de 2000 atendendo ao chamado da música. Desde então, gravou 5 CDs que contaram com participações de grandes artistas, como: Dominguinhos, Renato Teixeira, Rolando Boldrin, Pena Branca, Tinoco, Mônica Salmaso, Paulo Simões, Alzira e Tetê Espíndola, dentre outros maravilhosos artistas brasileiros. As ações fazem parte do projeto contemplado no edital PROAC EXPRESSO LEI ALDIR BLANC Nº 39/2020.

FICHA TÉCNICA

Serviço – Canções para acordar o Sol – Classificação Livre – Grátis.

Agenda:

Quando: 25/março/2021 – Show: Canções de Almir, Renato&Simões, às 20h

Quando: 1 de abril de 2021 – Show: Olhos D’Água – Horário: 20h

Quando: 8 de abril de 2021 – Show: Cantador – Horário: 20h

Total 0 Votes
0

Tell us how can we improve this post?

+ = Verify Human or Spambot ?

Nenhum comentário on "Cláudio Lacerda canta Almir Sater, Renato Teixeira e Paulo Simões"

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *