Cesta básica no Grande ABC registra alta no mês de janeiro

534 0

Da Redação – No mês de janeiro, a média dos preços da Cesta Básica pesquisada pela Craisa (Companhia Regional de Abastecimento Integrado de Santo André), apresentou alta de 3,74% % na comparação com o mês anterior, dezembro de 2016.  Os produtos industrializados, de uma maneira geral, sofreram reajustes, mas os itens que mais preocupam os pesquisadores no momento são o arroz e o leite, cuja alta de 7% representa um importante impacto no bolso do consumidor. Como são consumidos diariamente e não há substitutos para estes alimentos, não há como fugir dos preços mais caros.

“O arroz, que terá a colheita deste ano iniciada oficialmente na segunda quinzena de fevereiro, encontra-se hoje com os estoques escassos. Isso está acontecendo porque o restante do estoque do ano passado já foi vendido para esvaziar os armazéns para a chegada da safra deste ano, e também devido à capitalização dos produtores para financiar os custos da colheita que se inicia” , explicou o engenheiro agrônomo, Fábio Vezzá de Benedetto.

Benedetto destacou também que o preço do leite longa vida integral voltou a apresentar reação no período, depois de algumas semanas de queda . “Um dos motivos é a influência da volta às aulas que movimenta o mercado de lácteos pelo aumento na demanda para alimentação escolar” acrescentou.

Apesar da alta registrada no mês, para o agrônomo  o pior momento foi durante as primeiras semanas deste ano, com aumentos consideráveis neste levantamento devido a algumas alterações pontuais nas marcas de vários produtos com preço computado, devido a ausência de algumas marcas nas prateleiras. Na última semana, os preços médios já apresentaram quedas. Para os próximos levantamentos, os pesquisadores irão definir marcas específicas facilmente encontradas nos supermercados para evitar alterações no resultado.

Na outra ponta, as principais quedas ficaram por conta da batata, que apresentou a impressionante queda de 38% nos preços, e o feijão carioca, que depois de diversas altas em 2106, ficou  18% mais barato em janeiro deste abo.

Os dados são resultado da pesquisa semanal feita pela Craisa, que acompanhou o preço de 34 produtos em super e hipermercados em seis cidades da região (Santo André, São Bernardo, São Caetano; Diadema; Mauá e Ribeirão Pires). O levantamento é baseado no consumo de uma família de quatro pessoas, sendo dois adultos e duas crianças, em um período de 30 dias.

Total 0 Votes
0

Tell us how can we improve this post?

+ = Verify Human or Spambot ?

Nenhum comentário on "Cesta básica no Grande ABC registra alta no mês de janeiro"

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *