Campos Machado desconfia do PLC para Reforma da Previdência Estadual

264 0

Da Redação – O presidente estadual e secretário-geral da Executiva Nacional do PTB, deputado Campos Machado, demonstra desconfiança com os projetos de reforma da Previdência estadual, enviado pelo governo do Estado à Assembleia Legislativa, e mais ainda, querer aprovar tudo a toque de caixa, sem, sequer, a Câmara dos Deputados ter apreciado a PEC Paralela (que inclui estados e municípios na reforma federal).

“Se a PEC Paralela for aprovada, os estados têm 180 dias para aprovarem suas propostas, e São Paulo, estranhamente, foi o primeiro estado a apresentar um projeto nesse sentido”, explicou Campos. Em resposta a essa atitude precipitada do governo, Campos Machado apresentou mais de 100 emendas, tanto à PEC 18/2019, quanto ao PLC 80/2019, tentando “evitar o tsunami desferido pelo governo João Dória contra os servidores públicos do Estado”.

O deputado afirma, ainda, que está propondo audiências públicas, cada uma relativa a um segmento do funcionalismo (são quase 20 entidades), pois “é praticamente impossível fazer uma única audiência pública para ouvir todo mundo”.

O parlamentar defende, também, que a Assembleia vote, primeiro, o Orçamento para 2020, e no ano que vem, já com mais clareza quanto a PEC Paralela, retome a votação da previdência estadual. “Eu convoco todos os servidores públicos que se sentirem prejudicados para que
compareçam à Assembleia e conversem com os deputados, a fim de garantir os seus direitos. Eu vou lutar até o fim contra essa aprovação, e se perder, vou cair em pé”, finalizou Campos.

Total 0 Votes
0

Tell us how can we improve this post?

+ = Verify Human or Spambot ?

Nenhum comentário on "Campos Machado desconfia do PLC para Reforma da Previdência Estadual"

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *