Brasileiras fazem história em Copa do Mundo de Ginástica Rítmica

789 0

Da Redação – A ginástica rítmica brasileira continua se destacando nas competições internacionais. Na etapa de Guadalajara, na Espanha, da Copa do Mundo, as atletas do País fizeram história e comemoraram os resultados conquistados neste sábado (4). Pelo individual, Natália Gaudio garantiu a maior nota da carreira em eventos internacionais. Já a Seleção de Conjunto recebeu a maior nota da equipe neste ciclo olímpico e ainda se classificou para as finais por aparelhos. As decisões serão neste domingo (5), a partir das 11h05 (horário de Brasília).

Quando deixou o tablado do Pavilhão Multiusos de Guadalajara, o sentimento de Natália Gaudio era de superação. No primeiro dia de classificatórias, ontem, a capixaba entrou em quadra com uma inflamação na garganta, o que prejudicou o desempenho da ginasta. No arco, a atleta somou 14,900 pontos, enquanto na bola, fez 15,050, notas abaixo do esperado, mas ela não se abateu. Hoje, no segundo e último dia das qualificatórias, superou as próprias expectativas e levou 16,200 nas maças e 16,800 na fita, para a alegria de Natália e da técnica Monika Queiroz.

“Hoje foi uma superação total, pois ontem foi um dia difícil. Acordei melhor e busquei todas as minhas forças. Queria encerrar essa temporada feliz com meu desempenho e consegui. Foi um período de aprendizados muito bons para mim. Nunca sabemos quando vamos nos deparar com as adversidades da vida e, por isso, temos que estar preparados para tudo. Foi um grande teste. Nós estamos sempre modificando detalhes para melhorarmos ainda mais as séries e deu tudo certo”, comemorou Natália, treinada por Monika Queiroz.

Pelo conjunto, as brasileiras Beatriz Pomini, Emanuelle Lima, Francielly Pereira, Gabrielle Silva, Jéssica Maier e Morgana Gmach também fizeram história. Após os 16,500 pontos nas cinco fitas, ontem, as ginastas deram um show no tablado e conquistaram 17,150 no arco e maças, neste sábado (4), a maior nota da equipe no ciclo olímpico.

“Estou muito feliz pelo desempenho do conjunto do Brasil. Viemos para essas Copas do Mundo com o objetivo de atingir os 17,000. Foi difícil e falhas aconteceram, trocamos algumas ginastas, mas seguimos trabalhando duro e lutando a cada minuto para que essa nota viesse. Essa pontuação é resultado de muito suor. Agora é seguir trabalhando com foco na execução e em busca das próximas metas. É muito bom ver o crescimento desse grupo e sentir que a cada competição elas evoluem e ficam mais confiantes para lutar por nosso País nos Jogos Olímpicos”, elogiou a técnica Camila Ferezin.

A decisão das cinco fitas será neste domingo (5), das 11h05 às 11h45 (horário de Brasília). A disputa por medalhas no arco e maças será logo depois, das 13h05 às 13h45.

Total 0 Votes
0

Tell us how can we improve this post?

+ = Verify Human or Spambot ?

Nenhum comentário on "Brasileiras fazem história em Copa do Mundo de Ginástica Rítmica"

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *