Belas Artes lança programa Arte como Refúgio em parceria com a ONG I Know my Rights e apoio da ACNUR

952 0

Da Redação – Depois do sucesso da festa em homenagem ao dia das crianças realizada pelo Centro Universitário Belas Artes de São Paulo para os pequenos refugiados da ONG I Know My Rights, em outubro do ano passado, agora a instituição fechou um projeto contínuo com a ONG, denominado “Arte como Refúgio”, com apoio da ACNUR, conhecida como a Agência da ONU para Refugiados.

A proposta do projeto é desenvolver ações com a ONG IKMR em três sábados por mês, na sede da escola. A iniciativa visa promover a integração das crianças refugiadas no Brasil e ajudá-las a buscar um propósito de vida e uma cura espiritual por meio das linguagens da arte.

Entre as atividades que já estão programadas para acontecer estão contações de histórias na Biblioteca Infantil Multilíngue – para que os pequenos consigam manter um vínculo com sua cultura nativa mesmo residindo em outro país -, ações no ateliê de pintura, aulas de ballet e ensaios do Coral Coração de Jolie, mantido pela ONG.

O programa está ligado ao curso de Relações Internacionais e terá apoio do Belas Artes Núcleo Social (BANS) – uma entidade sem fins lucrativos formada por alunos da instituição. Os alunos do BANS serão voluntários das oficinas e terão a oportunidade de se relacionar diretamente com as questões jurídicas, políticas e psicológicas que envolve todo o projeto.

“O primeiro item da personalidade corporativa e acadêmica da Belas Artes é a diversidade, portanto projetos que nos possibilitem integração com outras culturas são sempre muito bem-vindos. Além disso, receber crianças refugiadas na nossa instituição é também uma forma de mostrarmos para os nossos alunos e toda a comunidade que as crueldades que acontecem em um ambiente de guerra não podem ser encaradas como um filme de televisão. A história é real e não devemos aceitar, algo deve ser feito”, explica Patrícia Cardim, diretora-geral da Belas Artes.

No dia 4 de junho, neste sábado – data em que a ONG I Know My Rights comemora quatro anos de existência – vai acontecer uma cerimônia especial no Centro Universitário para apresentar e oficializar este programa. Na ocasião, estarão presentes os representantes da Belas Artes, da ONG, da ACNUR e 64 crianças de países como Síria, Jordânia, Sudão do Sul, Angola e República Democrática do Congo.

O evento contará com apoio do Buffet S Simplesmente, Piece of Cake, Bruna Beraldo, A Formiga, Da Feira ao Baile, A Amazônia, Ella Arts, Guaricema Balões, Sitck Paper, 100% Eventos e Bio2.

“A Belas Artes acredita que os maiores problemas da humanidade são criados pelos seres humanos e, por isso, devem ser resolvidos por eles mesmos. Estamos em busca constante por um mundo de paz, onde as diferenças serão sempre respeitadas”, finaliza a diretora-geral da instituição.

Serviço – Lançamento Arte como Refúgio, neste sábado (4), das 10h às 12h, no Centro Universitário Belas Artes de São Paulo – Rua José Antônio Coelho, 879 – Vila Mariana. Evento para convidados.

Total 0 Votes
0

Tell us how can we improve this post?

+ = Verify Human or Spambot ?

Nenhum comentário on "Belas Artes lança programa Arte como Refúgio em parceria com a ONG I Know my Rights e apoio da ACNUR"

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *