Armário colaborativo em São Bernardo promove o consumo consciente

350 0

Da Redação – O consumo consciente, hoje, é uma necessidade. Por isso, formas de produção sustentáveis, como o artesanato, estão sendo cada vez mais valorizadas. Até mesmo as grandes marcas já são cobradas pelos consumidores, que querem saber o processo pelo qual passou aquela peça até chegar em suas mãos.

Paralelamente a isso, tem se estimulado consumir menos. Isso porque estima-se que, no Brasil, cerca de 170 mil toneladas de resíduos têxteis sejam descartados por ano. Cerca de 85% desse material simplesmente não é reaproveitado, indo parar em aterros sanitários. Dependendo da composição das fibras do tecido, esse material pode levar centenas de anos até se decompor.

Esse movimento sustentável na moda encontrou apoio na economia compartilhada. Nesse sentido, o Alaúde Espaço Colaborativo, em São Bernardo, acaba de fechar uma parceria com o Instituto Ricardo Juncker e, juntos, montaram um armário colaborativo.

Trata-se de um guarda-roupa móvel, um tipo de “Netflix de roupas”. O cliente escolhe 1, 3 ou 6 peças, paga uma mensalidade e pode usá-las durante um período. Depois, é só devolvê-las limpas e em perfeitas condições.

O armário colaborativo conta com peças multimarcas de excelente qualidade em dois endereços:

Serviço – Alaúde Espaço Colaborativo (Rua Aurora, 141 – Jardim do Mar, SBC – Tel: 4330-3514)

Instituto Ricardo Juncker (Rua Giacinto Tognato,811 – Baeta Neves- SBC)

Sobre o Alaúde Espaço Colaborativo

Loja com peças exclusivas e artesanais, coworking, cozinha colaborativa e cafeteria. Assim é o Alaúde Espaço Colaborativo, que abriu suas portas em novembro de 2018 com uma proposta que alia a ideia de economia sustentável e compartilhada a um ambiente agradável e multifuncional.

A idealizadora do projeto é a empresária Daniele Natali. “No nosso espaço valorizamos o trabalho artesanal e a produção sustentável e em rede. O Grande ABC precisava disso”, afirma Daniele.

Na loja, o destaque fica por conta dos produtos autorais de pequenos empreendedores e artesãos, como bijuterias, roupas e acessórios. O coworking conta com bancada para até 12 estações de trabalho, além de salas compartilhadas e outras privativas. O espaço possui também um café e uma cozinha colaborativa desenhada e equipada para ser utilizada por chefs que não tenham restaurante próprio. Ela também pode ser alugada para eventos empresariais ou familiares.

Total 0 Votes
0

Tell us how can we improve this post?

+ = Verify Human or Spambot ?

Nenhum comentário on "Armário colaborativo em São Bernardo promove o consumo consciente"

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *