Apresentações de dança agitam o ‘Sesc no Parque’ no Chico Mendes

301 0

As atividades são abertas ao público geral

Da Redação – O projeto Sesc no Parque continua agitando o Espaço Verde Chico Mendes, desta vez com apresentações de dança aos sábados de fevereiro, sempre a partir das 11h, o Sesc São Caetano realiza as atividades com o intuito de difundir a arte e incentivar a apreciação de tais espetáculos pelo público geral. As companhias trarão em suas apresentações a ressignificação de objetos cotidianos e o auxilio a mobilidade, explorando diversos estilos de danças e movimentos, buscando os limites do corpo. As apresentações que acontecem ao ar livre são gratuitas e abertas a todos os públicos.

Dia 9 de fevereiro a apresentação fica por conta Cia “Dança sem Fronteiras“, com o espetáculo “Olhares dos Sapatos”, em coreografia que apresenta três personagens centrais: O Senhor Andador, narrador que leva consigo um andador no qual transporta sapatos, a memória do andar, inúmeras histórias e a poesia de percorrer o mundo todo; a Dona Sapateira, mulher sábia que com seu jeito peculiar de mover transporta inúmeros sapatos de todos os tipos e o Matraca, rapaz com síndrome dos ossos de vidro, que se locomove dentro de uma caixa de engraxate feita em cima de um skate, que com sua curiosidade observa o mundo e as movimentações dos sapatos a sua volta. 

As coreografias de “Olhares dos Sapatos” são criadas a partir da singularidade e da fisicalidade de cada intérprete, utilizando o gestual do cotidiano, misturado com elementos de Libras (Língua Brasileira de Sinais), princípios coreográficos que a Cia vem desenvolvendo em sua pesquisa, utilizando a presença física adquirida pela influência das artes marciais e métodos de improvisação, dança-teatro e DanceAbility.

“O Rabisco do Passinho”anima o público dia 22 de Fevereiro com a estética de rua e dos bailes onde os passos e o gestual do Passinho foram criados e propiciou o surgimento desta oficina, um desdobramento do ritmo em uma competição de passos e beats do funk carioca. O “Rabisco do Passinho”nasce nos bailes das favelas cariocas e a sua arte, atrelada às facilidades do mundo digital, fez com que a dança atraísse jovens de diferentes comunidades só para dançar.

Através das batidas do Funk e dos MC’s, cada dançarino cria movimentos com a intenção de se sobrepor ao outro em batalhas e duelos. A oficina possui os temas corporais e as características de movimentos do frevo, capoeira, samba e outros, assim como da mímica do kuduro e do contorcionismo.

Total 0 Votes
0

Tell us how can we improve this post?

+ = Verify Human or Spambot ?

Nenhum comentário on "Apresentações de dança agitam o ‘Sesc no Parque’ no Chico Mendes"

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *