Crescem viveiros de papagaios-de-cara-roxa após risco de extinção

152 0

O Censo 2017 do Papagaio-de-cara-roxa mostrou resultados positivos. A espécie, até poucos anos considerada em situação vulnerável pela Lista de Espécies da Fauna Brasileira Ameaçadas de Extinção, hoje possui de 7.339 indivíduos em todo o país, o dobro do que foi registrado no primeiro censo realizado no Paraná pelo Projeto de Conservação do Papagaio-de-cara-roxa, em 2003.

Realizada pela Sociedade de Pesquisa em Vida Selvagem e Educação Ambiental (SPVS), com o apoio da Fundação Grupo Boticário de Proteção à Natureza, a contagem dos papagaios verificou neste ano a maior concentração das aves no litoral do Paraná (5.564), seguido do litoral paulista – que conta com esse tipo de monitoramento desde 2013 – com 1.775 indivíduos. O estado de Santa Catarina, que antes era um dos pontos habitados pela espécie, não teve nenhum registro de papagaio-de-cara-roxa.

Segundo a coordenadora do projeto, Elenise Sipinski, os resultados do censo reforçam o quanto as ações de conservação da espécie são importantes. “Esses resultados positivos se dão graças às ações que realizamos, como a implantação de ninhos artificiais que auxiliam a reprodução da espécie, os programas de educação voltado a jovens e educadores da região, e iniciativas de combate ao comércio ilegal de animais e ao desmatamento, principais ameaças aos papagaios-de-cara-roxa”.

Para a diretora executiva da Fundação Grupo Boticário, Malu Nunes, os registros do censo reforçam o quanto a preservação da área do Lagamar (que envolve o litoral do Paraná e do Sul de São Paulo) é importante para a sobrevivência da espécie, que se desloca pela região em busca de alimento e abrigo. Além dos pesquisadores envolvidos no Projeto de Conservação do Papagaio-de-cara-roxa, ao todo, o Censo 2017 contou com a participação de mais de 50 voluntários, entre estudantes e moradores da região, que realizaram a contagem dos papagaios por três dias consecutivos.

Sobre a Fundação Grupo Boticário de Proteção à Natureza – A Fundação Grupo Boticário de Proteção à Natureza é uma organização sem fins lucrativos cuja missão é promover e realizar ações de conservação da natureza. Criada em 1990 por iniciativa do fundador de O Boticário, Miguel Krigsner, a atuação da Fundação Grupo Boticário é nacional e suas ações incluem proteção de áreas naturais, apoio a projetos de outras instituições e disseminação de conhecimento. Desde a sua criação, a Fundação Grupo Boticário já apoiou 1.510 projetos de 501 instituições em todo o Brasil. A instituição mantém duas reservas naturais, a Reserva Natural Salto Morato, na Mata Atlântica; e a Reserva Natural Serra do Tombador, no Cerrado, os dois biomas mais ameaçados do país. Outra iniciativa é um projeto pioneiro de pagamento por serviços ambientais em regiões de manancial, o Oásis. Mais informações: http://www.fundacaogrupoboticario.org.br/.

Total 1 Votes
0

Tell us how can we improve this post?

+ = Verify Human or Spambot ?

Nenhum comentário on "Crescem viveiros de papagaios-de-cara-roxa após risco de extinção"

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *