Aplicativos disseminam conhecimento por meio da tecnologia

992 0

Da Redação – O ano de 2017 foi marcante para a inclusão de recursos tecnológicos no ensino da rede estadual de educação de São Paulo. Iniciativas do governo contribuíram inclusive para a criação de aplicativos por alunos e professores com objetivo de tornar o ensino mais atrativo e abordar os conteúdos de maneira mais atual. Além de ser algo que já é presente no dia a dia do jovem, os apps trazem informações e funcionalidades que agregam benefício para o processo de ensino-aprendizagem.

A liberação do uso do celular nas escolas com finalidades pedagógicas e o anúncio da implantação de wi-fi nas 5 mil unidades da rede até o fim de 2018 oferecem as condições necessárias para que o uso da tecnologia em sala de aula seja uma realidade em todo o Estado.

O Concurso “Desafios Sustentáveis” que visa sensibilizar os alunos a pensarem formas de promover a preservação dos biomas do Estado de São Paulo também promoveu a criação de apps pelos alunos. O projeto vencedor, criado por um estudante de Itápolis, pode ser usado para catalogar espécies de mamíferos e ainda mostra a previsão do tempo atualizada a cada segundo.

Em uma iniciativa do grêmio estudantil da Escola Estadual Professora Suzana Ribeiro Sandoval, o aluno do 5º ano, Artur Rafacho, criou um aplicativo para incentivar os colegas a terem uma alimentação mais saudável e reativar o uso da horta da unidade. A ferramenta disponibiliza informações nutricionais sobre cada alimento, mostra o que está sendo plantado e também o período correto para fazer a colheita. Segundo ele, o principal objetivo com a criação do aplicativo foi atingido. “Depois que começamos a usar a ferramenta voltamos a plantar e colher os alimentos com mais frequência na horta, e hoje consumimos tudo o que é plantado”, explica Arthur.

Outra projeto foi criado por professores da Escola Estadual Professor Astrogildo Silva. Gustavo Orssati e Bruno de Oliveira desenvolveram um aplicativo para reunir todos os blogs que os docentes utilizavam para postar material complementar às aulas. Após um ano disponível para download, o app hospeda blogs de matemática, geografia, história, xadrez e ainda os jornais da escola e do grêmio estudantil. “Fazemos com que o conteúdo multimídia da disciplina chegue mais fácil aos alunos”, explica Gustavo, um dos idealizadores do projeto.

Livro Digital – No início de dezembro, foi anunciado o projeto-piloto Livro Digital, que trará o Caderno do Aluno na plataforma digital com uma série de novos conteúdos e funcionalidades como vídeos animações, simulações de objetos 3D e games. O programa disponibiliza ferramentas de anotações, mensagens, fóruns, busca por termo ou conteúdo e será testado, em 2018, por 8200 alunos.

Total 0 Votes
0

Tell us how can we improve this post?

+ = Verify Human or Spambot ?

Nenhum comentário on "Aplicativos disseminam conhecimento por meio da tecnologia"

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *