Aluna do PR representará o Brasil em simulação da ONU em Harvard

416 0

Da Redação – Laryssa da Silva Pinto, aluna da 3ª série do Ensino Médio do Colégio Marista Paranaense, vai representar o Brasil em evento simulado da Organização das Nações Unidas (ONU) em Harvard, nos Estados Unidos. Ela foi a vencedora do evento Modelo Internacional do Brasil (MIB 2018), que reuniu 168 jovens de 19 Estados brasileiros, em Brasília, para debater a resolução de um embate histórico: a Guerra dos Seis Dias. Laryssa viajará para os Estados Unidos, com todas as despesas pagas, em 2020.

Os jovens, com idade entre 14 e 17 anos, se reuniram durante quatro dias (de 10 a 13 de dezembro), focados na resolução do conflito árabe-israelense, que aconteceu em 1967 mas ainda hoje serve de cenário para avaliar importantes habilidades diplomáticas. O evento é realizado pela ONU e pela  Internationali Negotia, uma Instituição formada por alunos do Ensino Superior que, há 17 anos, realiza simulações no Brasil.

Na opinião de Laryssa, participar do evento foi uma oportunidade única de viver o mundo da diplomacia. “Conhecer pessoas de todos os Estados do Brasil, compartilhar com elas o mesmo interesse pela oratória e etiqueta, desenvolver a resiliência, ter a oportunidade de protagonizar a resolução de conflitos e, sobretudo, buscar soluções são fatores que fazem de nós, delegados, apaixonados pelo evento de simulação”, comemorou. Além dela, outros dois colegas da aluna compõem o G8, grupo de delegados que farão parte do evento em 2019: Fernando Thomaz Barbosa e Maria Fernanda de Almeida.

O desafio é composto por debates nos mesmos modelos dos realizados em fóruns internacionais, incluindo crises urgentes e situações emergenciais. Os alunos assumem o papel de embaixadores dos países envolvidos e serão avaliados de acordo com a capacidade de mitigação dos conflitos, negociação, argumentação e contribuição para a equipe.

De acordo com Rodrigo Digiovani, professor do Colégio Marista Paranaense que acompanhou os alunos de Curitiba no evento, o MIB é um momento de consolidação do ensino e também uma grande experiência de vida para os jovens. “É uma experiência de autonomia e empoderamento, na medida em que os rumos das discussões e as decisões tomadas dentro dos comitês da simulação partem exclusivamente dos próprios alunos. É também um exercício prático do protagonismo proposto pela rede Marista”, analisa.

No ano de 2017, a vaga foi conquistada pelo aluno Arthur Tochetto Dal Piva, estudante do Colégio Marista São Francisco.

Total 0 Votes
0

Tell us how can we improve this post?

+ = Verify Human or Spambot ?

Nenhum comentário on "Aluna do PR representará o Brasil em simulação da ONU em Harvard"

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *