Alckmin acompanha conclusão de viadutos estaiados da linha que ligará São Paulo ao Aeroporto de Guarulhos

537 0

Da Redação – A CPTM conclui nesta primeira semana de fevereiro os dois viadutos estaiados das obras de implantação da Linha 13-Jade, que ligará São Paulo ao Aeroporto Internacional de Guarulhos. Foram implantadas, no dia 1º de fevereiro, as aduelas de fechamento que interligaram esses viadutos ao restante da base da via, unificando todo o trajeto de 12,2 quilômetros da linha. Nesta sexta-feira, 2, o governador Geraldo Alckmin fez vistoria e acompanhou as últimas fases dos trabalhos.

“Estamos trabalhando para entregar, agora em março, uma nova linha de trem, chegando até o aeroporto de Guarulhos, o maior da América Latina”, comentou o governador, destacando a grande obra de engenharia. “Esse é o viaduto estaiado em curva maior do mundo, uma grande conquista da tecnologia e da engenharia”, comparou.

Agora, serão finalizados os serviços da via permanente como execução de laje, instalação e solda dos trilhos e instalação do sistema de rede aérea (responsável por repassar a energia para os trens circularem) e a instalação do sistema de sinalização. Em seguida, serão feitos os testes com composições vazias para a linha iniciar a operação no final de março deste ano. Cerca de 2.100 trabalhadores estão envolvidos nas fases finais das obras.

As obras dos viadutos estaiados são complexas, passam sobre as Rodovias Ayrton Senna e Hélio Smidt, com dois mastros de 70 metros de altura (equivalente a um prédio de 20 andares), 690 metros de comprimento e um vão central de 180 metros. Para efeito de comparação, o vão por cima da via Dutra possui 120 metros de extensão. São 24 estais de cada lado das pontes num total de 96 cabos instalados.

A Linha 13-Jade – Primeira ligação de transporte sobre trilhos com a região de Guarulhos, a Linha 13-Jade beneficiará a população que mora, trabalha ou estuda naquela cidade, além de ser uma nova opção de transporte para acessar o aeroporto internacional, de forma mais rápida e econômica, atendendo aos turistas e aos profissionais que vem a São Paulo a negócios. A projeção indica que a nova linha deverá atender, inicialmente, cerca de 130 mil passageiros por dia útil. Com um total de 12,2 km de extensão, a Linha 13-Jade terá três estações: Aeroporto-Guarulhos, Guarulhos-Cecap (novas) e Engenheiro Goulart, que é o ponto de integração com a Linha 12-Safira, foi totalmente reconstruída e já está em operação desde agosto do ano passado.

O investimento total é de R$ 2,3 bilhões, dos quais R$ 1,1 bilhão veio da AFD (Agência Francesa de Desenvolvimento) para implantação das obras civis e parte dos Sistemas de Energia, Telecomunicações e Sinalização. O BEI (Banco Europeu de Investimento) financiou R$ 316 milhões para aquisição de material rodante. A obra também conta com R$ 425 milhões do BNDES e o restante está sendo realizado com recursos do Governo do Estado. Os oito trens que atenderão a frota da Linha 13-Jade estão sendo fabricados pelo consórcio Temoinsa-Sifang, que venceu a licitação internacional com a apresentação da melhor proposta, no valor de R$ 316,720.807,00, ante o orçamento limite que era R$ 319.251.011,08, gerando economia de R$ 2.530.204,08 aos cofres públicos.

Seguindo o padrão da frota da CPTM, os trens terão oito carros cada, totalizando 170 metros de comprimento. A parte externa terá design arrojado e a interna oferecerá layout moderno e funcional, com salão contínuo de passageiros (passagem livre entre os carros), como nos últimos trens já adquiridos pela CPTM. As composições terão também monitoramento com câmeras no interior e parte externa frontal.

Dotados com tecnologia de ponta, as composições terão equipamentos de sinalização de bordo, como CBTC, ATC e ATO, bagageiros, ar-condicionado, iluminação interna com tecnologia de leds, sinalização de abertura e fechamento de portas, sistema multimídia para os passageiros; sistema de detecção e extinção de incêndio e mapa de linha eletrônico.

Os trens atendem plenamente as exigências das normas brasileiras de acessibilidade e contam com todos os dispositivos para orientar usuários com deficiências auditiva (mapa dinâmico) e visual (áudio), tais como: sinalização visual para identificação de assentos preferenciais, painel eletrônico de lado de desembarque e local das estações concomitante com áudio, espaço para cadeirantes, pessoas com mobilidade reduzida ou deficiência física. Quando a Linha 13 começar a operar, a partir do final de março, serão utilizados os novos trens do lote de 65 unidades que estão sendo entregues. A partir de 2019, quando as oito composições com bagageiros começarem a chegar, elas substituirão esses trens.

Total 0 Votes
0

Tell us how can we improve this post?

+ = Verify Human or Spambot ?

Nenhum comentário on "Alckmin acompanha conclusão de viadutos estaiados da linha que ligará São Paulo ao Aeroporto de Guarulhos"

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *